"Saakashvili tem razão. Há uma tentativa de fazer um ataque predatório à Ucrânia, no entanto, essa tentativa não provem de Moscou, mas de Bruxelas: agarrando pela garganta, arrasta para o paraíso", escreveu ele em sua conta no Twitter.
 "A palavra "paraíso" deve estar entre aspas. Para a Bulgária, a Grécia e até a Sérvia, esta última apenas candidata à UE, este "paraíso" prometido virou um crepúsculo sem esperança ...", acrescentou o diplomata.
Esta manhã, o ex-presidente georgiano, O JUDEU SIONISTA - Mikheil Saakashvili, havia declarado em uma coletiva de imprensa na sede da resistência nacional, em Kiev, que a Ucrânia deveria se unir à UE, falando de um PARAISO, em que a GRÉCIA e BULGÁRIA vivem, e na GRÉCIA em especial, ele omitiu que até fome esxiste entre a classe média.
Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_12_07/pushkov-ue-realiza-uma-apreensao-raider-da-ucrania-5674/