sábado, 17 de março de 2018

GRIPE - VACINA DA MORTE - JUDEUS SÃO ÚNICOS FABRICANTES DAS VACINAS DA MORTE


Estudo Pró-Vacina Mostra que a Vacina contra a Gripe mal Funciona em Pessoas com Mais de 50 AnosUm estudo recente publicado na revista Vaccine mostrou que a eficácia da vacina pode variar amplamente com base na idade do paciente. A pesquisa pretendia demonstrar a eficácia das vacinas contra a pandemia de gripe, mas demonstrou algo muito mais revelador: as vacinas não são úteis para aquelas que geralmente são consideradas algumas das pessoas mais vulneráveis ​​em nossa população.

Até mesmo o Centros de Controle de Doenças (CDC) está bem ciente desta dicotomia: A agência observa que as vacinas funcionam melhor em adultos e crianças saudáveis, e escreve: “As pessoas mais velhas com sistemas imunitários mais fracos têm frequentemente uma menor resposta imunológica protetora após a vacinação contra a gripe comparada a pessoas mais jovens e saudáveis. Isso pode resultar em menor eficácia da vacina nessas pessoas.

Este estudo recente, o qual foi um esforço colaborativo multinacional que foi conduzido por pesquisadores da Universidade de Nottingham, mostrou que os adultos com idade superior a 50 tinham, substancialmente menos probabilidade de obter qualquer benefício da vacinação. As vacinas contendo um adjuvante – um aditivo destinado a provocar o sistema imunológico – realmente exibiram menor grau de benefício. Os pesquisadores afirmam que essa eficácia reduzida pode ser devido ao fato de que os adultos são mais propensos a desenvolver anticorpos contra uma estirpe semelhante do vírus da gripe, o que eles observam também corresponder a uma menor taxa de infecção pelo vírus da gripe dentro da faixa etária.

A descoberta acompanha as pesquisas anteriores que demonstraram que as vacinas têm muito pouco para oferecer às populações mais velhas – apesar da crença generalizada de que as vacinas são sempre eficazes para todos.

Sharyl Attkisson relatou sobre um fenômeno semelhante em 2015. Attkisson escreve que, como foi descrito a ela, “Os especialistas em saúde pública há muito tempo assumiram que as vacinas contra a gripe foram eficazes em idosos. Mas, paradoxalmente, todos os estudos realizados não conseguiram demonstrar um benefício. Em vez de considerar que eles, os especialistas, poderiam estar errados – em vez de acreditar nos dados científicos – os especialistas em saúde pública assumiram que os estudos estavam errados“.

Os relatórios de Attkisson que o Instituto Nacional da Saúde (NIH) ajustaram-se para conduzir um estudo que provasse definitivamente a eficácia das vacinas nos idosos, mas outra vez o que encontraram era muito da sua própria consternação. Não importa como eles tentaram moldá-la, as vacinas simplesmente não pareciam conferir benefícios a populações mais velhas. Na verdade, sua pesquisa mostrou o contrário: a vacinação generalizada contra a gripe parecia coincidir com um aumento acentuado da mortalidade entre os americanos mais velhos. Os pesquisadores afirmaram em sua discussão sobre suas descobertas, “Nossos resultados indicam que os benefícios da vacina contra a gripe podem ser substancialmente menores do que se pensava…

Uma meta-análise de vários estudos publicados há mais de uma década, afirmou que as vacinas contra a gripe impediram até metade de todas as mortes de inverno em idosos. Não surpreendentemente, esta descoberta tem sido fortemente examinada. Por exemplo, a pesquisa mostrou que apenas uma média de 1.000 idosos sucumbem à gripe a cada temporada que começa – o que é aproximadamente 5 por cento de todas as mortes de inverno em excesso em idosos. Então, como pode a vacina contra a gripe prevenir 50 por cento de todas as mortes de inverno, quando a gripe só causa 5 por cento dessas mortes para começar?

Como explica o site Scientific American, grande parte dos chamados “dados” sobre a eficácia da vacina contra a gripe está agora sendo atribuída ao que é conhecido como o “efeito saudável do usuário”. Em outras palavras, os idosos muito doentes e frágeis geralmente não recebem vacinação, porque o risco é muito grande. Quando se trata de idosos, os indivíduos não vacinados estão muitas vezes muito doentes para começar. 

As pessoas que escolheram as vacinas contra a gripe geralmente são saudáveis ​​e têm maior probabilidade de sobreviverem mesmo antes de serem vacinadas.

Os estudos também mostraram que as vacinas podem não ser muito eficazes em crianças pequenas. Uma revisão da Cochrane Collaboration de 2012 concluiu que em crianças com menos de 2 anos, as vacinas não eram significativamente mais eficazes na prevenção da gripe do que um placebo. As análises do grupo Cochrane também sugeriram que em crianças com idade acima de 2 anos, a vacinação transmitiu uma mera redução de 3,6 por cento no risco absoluto de contrair a gripe. Com todos os riscos em torno da vacina contra a gripe, ela ainda parece valer a pena?

 JUDEUS SÃO ÚNICOS DISTRIBUIDORES DAS VACINAS DA MORTE

Leia mais:

Aumentam as Mortes de Idosos por Gripe, Portanto, Qual é a Eficácia da Vacina?

Vacina contra Gripe Suína Provoca Casos de Narcolepsia Grave Permanente
Fontes:
Natural News: Pro-vaccine study finds that flu shots barely work at all in people over age 50
– Science Daily: Vaccines do work for pandemic flu, says study
– CDC: Vaccine Effectiveness – How Well Does the Flu Vaccine Work?
– Sharyl Attkisson: Govt. Researchers: Flu Shots Not Effective in Elderly, After All
– Scientifc American: Flu Shots May Not Protect the Elderly or the Very Young

Print Friendly, PDF & EmailImprimir

JUDEUS COMPRAM AS AUTORIDADES PARA OBRIGAR A POPULAÇÃO A TOMAR AS VACINAS DA MORTE


Nenhum comentário:

Postar um comentário