terça-feira, 6 de junho de 2017

Rússia: Novo ataque da coalizão dos EUA representa início de conflito aberto na Síria



PrédioPrédios destruidos após ataque aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA na Síria (foto de arquivo)

Rússia: Novo ataque da coalizão dos EUA representa início de conflito aberto na Síria

© AFP 2017/ AHMAD ABOUD
Mundo
URL curta
1164697320

A Rússia irá exigir uma sessão extraordinária no Conselho de Segurança da ONU após o ataque da coalizão liderada pelos EUA contra forças pró-governamentais da Síria. A informação é do vice-presidente do Comitê para Defesa e Segurança do Conselho da Federação, Frants Klintsevich.

De acordo com ele, este ataque representa o início de um conflito aberto na Síria.
O USS Destroyer (DDG 78), comandante de mísseis guiados da Marinha dos EUA, conduz operações de ataque enquanto no Mar Mediterrâneo, que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos disse que era parte do ataque com mísseis de cruzeiro contra a Síria
© REUTERS/ Ford Williams/Courtesy U.S. Navy
"O ataque realizado pela coalizão liderada pelos EUA é um entrada direta para o conflito aberto na Síria. Isto é um ato de agressão, a Rússia pedirá com urgência uma sessão extraordinária na ONU", afirmou o senador. A Coalizão internacional liderada pelos EUA realizou nesta terça-feira (6) um novo ataque conta forças pró-governamentais sírias.
Em comunicado oficial, a coalizão informou que eliminou forças adicionais que apoiam o regime sírio na região da estabelecida zona de segurança do conflito no sul do país. De acordo com o Pentágono, mais de 60 militares sírios entraram na zona de segurança ameaçando a coalizão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário