sábado, 17 de junho de 2017

Qatar, responsável pela produção de 25% do hélio mundial, parou a produção do gás

Doha, Qatar

Qatar, responsável pela produção de 25% do hélio mundial, parou a produção do gás

CC0 / pixabay /
Oriente Médio e África
URL curta
Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (41)
81964117

Qatar, segundo maior produtor de hélio no mundo, precisou parar a produção desse gás em função do bloqueio econômico declarado por seus vizinhos, informou Reuters, com fontes no setor.


Duas empresas de hélio no Qatar são geridas pela companhia RasGas, uma filial da estatal Qatar Petroleum. As fontes na companhia informaram que as duas empresas pararam a produção, pois a Arábia Saudita fechou as suas fronteiras com o Qatar, inviabilizando assim as rotas de exportação de hélio, que era feita por terra.
Segundo RasGas, as empresas produzem dois bilhões de metros cúbicos de hélio por ano, o que corresponde a 25% da demanda mundial do produto.
Hélio é largamente utilizado em diversos setores produtivos: inclusive na metalurgia e na indústria de alimentos, além de servir para encher balões.
No dia 5 de junho, Arábia Saudita, EAU, Egito e Bahrein romperam as relações diplomáticas com Qatar, acusando o país de apoiar o terrorismo e de interferir em assuntos internos dos países árabes. O rompimento foi seguido pelas Maldivas, Maurícias e Mauritânia. Senegal, Niger e Chade convocaram os seus embaixadores de Doha. Jordânia e Djibouti reduziram as atividades das suas representações diplomáticas no país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário