domingo, 11 de junho de 2017

Helicópteros Ka-52 russos receberão novo sistema de pontaria 'espacial'

Helicóptero russo Ka-52 (foto de arquivo)

Helicópteros Ka-52 russos receberão novo sistema de pontaria 'espacial'

© Sputnik/ Georgy Zimarev
Defesa
URL curta
380380

Os helicópteros de assalto russos Ka-52 Alligator receberão um novo sistema de controle de tiro, desenvolvido com uso de tecnologias "espaciais", que corresponde aos padrões de qualidade aplicados aos foguetes espaciais, comunicou na quarta-feira (24) a assessoria de imprensa do grupo Rossiyskie Kosmicheskie Sistemy (Sistemas Espaciais Russos).


"O Rossiyskie Kosmicheskie Sistemy [RKS, sigla em russo], no âmbito da cooperação com o consórcio Vertolyoty Rossii (Helicópteros da Rússia), desenvolverá um novo sistema de controle de tiro para o helicóptero de ataque Ka-52 Alligator… Ao desenhar o sistema de medições para a artilharia do helicóptero, os especialistas do Instituto Nacional de Pesquisa Física utilizam métodos aplicados na criação de foguetes espaciais", diz o comunicado da assessoria.
Destaca-se que "todos os produtos, usados na indústria de construção de helicópteros russa, correspondem completamente aos requisitos aplicados às peças das espaçonaves e foguetes, no que diz respeito à confiabilidade e precisão.
O sistema desenvolvido pelo Instituto deverá assegurar um aumento considerável da precisão em atingir os alvos graças ao bloco de indicação de alvos incorporado no sistema de controle do canhão.Este bloco vai receber uma informação mais exata sobre a posição do cano. O comunicado sublinha que isso permitirá ao canhão do helicóptero ter a precisão necessária com velocidades elevadas, em condições de forte vibração e com deslocamentos significativos das posições relativas do helicóptero e do alvo.
O Ka-52 Alligator é uma modificação do helicóptero de ataque Ka-50 Tubarão Negro. Ele foi projetado para detecção e reconhecimento de diferentes alvos terrestres, móveis e estacionários, destruição de veículos blindados e de helicópteros e aviões inimigos voando a reduzida altitude e com baixa velocidade.
Twitter
Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário