sábado, 24 de junho de 2017

Como é possível atingir a paz permanente na Síria?

Homens com crianças fogem dos bombardeios em Aleppo, 11 de setembro de 2016

Como é possível atingir a paz permanente na Síria?

© AFP 2017/ AMEER ALHALBI
Oriente Médio e África
URL curta
967031

Hossein Jaberi Ansari, vice-ministro das Relações Exteriores do Irã respondeu, durante a coletiva de imprensa realizada na agência Rossiya Segodnya, à pergunta da Sputnik Persa sobre os planos de Teerã para regular a crise na Síria.


"Até hoje o cessar-fogo na Síria já foi declarado várias vezes. É importante que a cessação de hostilidades, que hoje em dia é uma medida temporária, receba o estatuto de permanente para que seja possível sair desta situação existente na Síria. Caso contrário, mesmo um cessar-fogo de curto prazo não pode ser considerado como um grande avanço", disse o político.
O vice-chanceler iraniano destaca que a causa principal disso é a recusa dos participantes do conflito em acreditar que além da via militar há outras formas para regular a situação na Síria.
"Nós [o Irã] insistimos em todas as conferências internacionais para que em todos os protocolos seja registrado o fato de que ‘os participantes do fórum estão convencidos que a crise síria não tem solução militar'", sublinhou Hossein Jaberi Ansari.
O político iraniano revela que na opinião de muitos países o uso do terrorismo e extremismo, bem como a imposição dos seus pontos de vista a outros países e povos, são aceitáveis para atingir seus próprios fins políticos. É mesmo por isso se violam as tréguas e surgem obstáculos para se subir até um novo nível na regulação da crise síria.
O vice-ministro destaca dois conceitos que podem ser realizados para atingir a paz na Síria.

"<…> Primeiro, tem de ser realizado um combate multilateral sério ao terrorismo e extremismo, a prevenção do fornecimento de armas, do financiamento e fluxo de recursos humanos para as organizações terroristas <…>. Em segundo lugar, o horizonte político deve ser aberto para o próprio povo sírio, para que ele possa ter a esperança de futuro luminoso", explica Hossein Jaberi Ansari.
Estas questões devem ser negociadas em formato de diálogo sírio interno, por que é o povo que tem que determinar seu destino. Se estes princípios forem violados, o diálogo nunca começará. Todos grandes jogadores políticos regionais devem aplicar todos os esforços para prevenir esta catástrofe humanitária, disse o vice-chanceler iranian, citado pela Sputnik Persa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário