domingo, 11 de junho de 2017

Asas cortadas: Força Aérea dos EUA é obrigada a se livrar de seus aviões de combate

Caça-bombardeiro A-10 norte-americano

Asas cortadas: Força Aérea dos EUA é obrigada a se livrar de seus aviões de combate

© AFP 2017/ TED ALJIBE
Defesa
URL curta
192683130

A Força Aérea dos Estados Unidos terá de retirar da sua frota três esquadrões de aviões de ataque A-10 Warthdog por não conseguir mantê-los, afirmou o chefe do Comando de Combate Aéreo norte-americano, Mike Holmes, em entrevista ao Defense News.

De acordo com os planos comtemplados pelos orçamentos dos Estados Unidos para 2018, o financiamento cobre apenas seis esquadrões dos nove que fazem parte de seu exército.

Segundo Holmes, o problema reside em que apenas foram encomendas asas para 173 dos 283 A-10 Warthdog, o que dá para seis esquadrões. Durante os próximos cinco anos serão retirados os aviões que ficarem sem asas, informa o Defense News.
O Comando de Combate Aéreo deve iniciar agora o desmonte dos aviões, que já estão fora de serviço, para reutilizar as peças nos caças A-10, que não entraram na lista dos aviões que receberão asas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário