sábado, 27 de maio de 2017

MPF vai recorrer após 'coração generoso de Moro' absolver mulher de Cunha

Eduardo Cunha e Claudia Cruz

MPF vai recorrer após 'coração generoso de Moro' absolver mulher de Cunha

Marcos Oliveira/Agência Brasil
Brasil
URL curta
739011

O procurador da Força-Tarefa da Operação Lava Jato, Carlos Fernando dos Santos Lima, disse nesta sexta-feira que o Ministério Público Federal (MPF) vai recorrer da decisão do juiz federal Sérgio Moro, que absolveu a jornalista Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

De acordo com Lima, a decisão de Moro foi “injustificável”, uma vez que existem sim provas de que a jornalista tinha conhecimento segundo ele, da origem ilícita dos recursos que abasteciam as contas dela e do marido no exterior. Esses recursos financiavam viagens e compras luxuosas do casal e das filhas.
“Isso [a absolvição] decorre muito mais do coração generoso do Sérgio Moro. Ao gastar, ela cometeu crime de lavagem [de dinheiro]. O comportamento dela não é justificado e é criminoso. Ela é jornalista e tinha conhecimento suficiente para saber. Vamos recorrer da decisão e esperamos que no tribunal possa reverter a absolvição. Vamos insistir no pedido de condenação”, explicou.
Deflagrada nesta sexta-feira, a 41ª fase da Lava Jato – batizada de Poço Seco – investiga parte dos valores que acabaram nas contas de Cunha, e que tiveram origem em negócios da Petrobras em Benin, na África. No total, sete pessoas teriam sido beneficiados com dinheiro do esquema.
Telegram
Siga Sputnik Brasil no Telegram. Todas as notícias mundiais do momento em um só canal. Não perca!

Nenhum comentário:

Postar um comentário