segunda-feira, 1 de maio de 2017

Fevereiro de 1917: Revolução Russa inspirou mudanças na América Latina


Desfile militar em Moscou em comemoração à Revolução de Fevereiro (Arquivo)

Fevereiro de 1917: Revolução Russa inspirou mudanças na América Latina

© Sputnik/
Opinião
URL curta
Primeiro passo da Revolução Russa (6)
353040

Apesar de ainda subestimada por alguns historiadores, a Revolução de Fevereiro de 1917 na Rússia endossou a Revolução Bolchevique em novembro daquele mesmo ano, que acabou com o império da dinastia Romanov. O movimento inspirou profundas mudanças na América Latina e no Brasil, com a queda da Velha República e a ascensão do Estado Novo.

Em meio à profunda convulsão econômica, social e política, oriunda, entre outros motivos, da participação da Rússia na Primeira Guerra Mundial, a insatisfação popular foi num crescendo de protestos e greves em Petrogrado até que no dia 28 de fevereiro a cidade caiu nas mãos dos amotinados, forçando o Czar Nicolau II a abdicar. O governo provisório russo voltou a colocar o país no front contra os alemães, intensificando os protestos. Com o país mergulhado em profunda convulsão e com a volta de Lênin do exílio, estavam dadas as condições necessárias para a ascensão dos bolcheviques ao poder.
Na opinião de Rafael Villa, professor de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP), o principal legado dessa pré-revolução foi ter permitido um maior nível de consciência dos trabalhadores russos, especialmente nos grandes centros urbanos, como na capital Petrogrado, hoje São Petersburgo.
"Essa pré-revolução criava essas condições, e sem ela talvez as lideranças bolcheviques não teriam condições de ativar a Revolução Russa que se deu em fase posterior. Ela introduz em cena o bolchevismo como o grande condutor da Revolução", diz o especialista.
Villa lembra que no início do século 20 essas ideias tiveram um impacto importante tanto no Brasil quanto na América Latina e que coincidem com a chegada de operários de diferentes países como Itália, Espanha e Portugal, que vão disseminar essa ideia no Brasil e especialmente em países como a Argentina e o México.  "Foi na Argentina que se elegeu o primeiro deputado socialista no início do século 20. Depois teve impacto para o bem e para o mal, como no caso do México, que acolheu uma série de anarquistas como Leon Trotsky."
Ainda em relação ao Brasil, o professor da USP acredita que as ideias disseminadas pela Revolução de Fevereiro de 1927 e depois consolidadas com o comunismo tiveram também um importante papel no processo de decadência da Velha República e da deposição do Presidente Washington Luiz, com a ascensão ao poder de Getúlio Vargas, que traz toda a concepção do Estado Novo, que marcaria profundamente a vida política, econômica e social do Brasil nas décadas seguintes, com o advento do trabalhismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário