quinta-feira, 25 de maio de 2017

Alta tensão: Navio de guerra dos EUA se aproxima de arquipélago reivindicado pela China

O destróier dos EUA USS Dewey

Alta tensão: Navio de guerra dos EUA se aproxima de arquipélago reivindicado pela China

© REUTERS/ HANDOUT
Ásia e Oceania
URL curta
235389219

O destróier USS Dewey da Marinha norte-americana se aproximou a cerca de 22 quilômetros das ilhas disputadas de Spartley, comunicou a Reuters.

Fontes anônimas norte-americanas precisaram à Reuters que o USS Dewey se aproximou do recife de Mischief, reivindicado pela China. O navio integra a operação Liberdade de Navegação, destinada a contrair as reivindicações marítimas da China.
É a primeira vez após a tomada de posse de Donald Trump que um navio de guerra norte-americano se aproxima das ilhas em disputa no mar do Sul da China.
​A China e outros países da região, nomeadamente o Japão, o Vietnã e as Filipinas contestam as fronteiras marítimas e as zonas da responsabilidade no mar da China Meridional e Oriental. A China afirma que as Filipinas e o Vietnã utilizam deliberadamente o apoio dos EUA para aumentar as tensões regionais.
Em julho de 2016, a Corte Permanente de Arbitragem de Haia, após uma ação das Filipinas, reconheceu a ilegalidade da maioria das reivindicações territoriais do Pequim em relação a alguns territórios no mar do Sul da China. Pequim se recusou de reconhecer a sentença da Corte.
​A China reivindica a sua soberania sobre a quase totalidade das ilhas no mar do Sul da China, incluindo áreas dos países vizinhos.
Telegram
Siga Sputnik Brasil no Telegram. Todas as notícias mundiais do momento em um só canal. Não perca!

Nenhum comentário:

Postar um comentário