terça-feira, 4 de abril de 2017

TERROR JUDAICO SIONISTA NA SÍRIA - JUDEUS NO COMANDO DOS TERRORISTAS DO FALSO ESTADO ISLÂMICO E REAL ESTADO JUDAICO SIONISTA DO TERROR, PERPETRA ATAQUE QUÍMICO NA SÍRIA E COMO SEMPRE ACUSA ASSAD


TERROR JUDAICO SIONISTA NA SÍRIA - JUDEUS NO COMANDO DOS TERRORISTAS DO FALSO ESTADO ISLÂMICO E REAL ESTADO JUDAICO SIONISTA DO TERROR, PERPETRA ATAQUE QUÍMICO NA SÍRIA E COMO SEMPRE SENTA EM CIMA DO PRÓPRIO RABO E APONTA O DOS OUTROS, NO CASO PRESENTE E DESAVERGONHADAMENTE ACUSA "ASSAD", QUE JAMAIS FARIA ISSO CONTRA SEU PRÓPRIO POVO...
Posto de controle do exército governamental na Síria

Exército da Síria: a responsabilidade pelo ataque químico é dos terroristas

© Sputnik/ Michael Alaeddin

O comando das Forças Armadas Sírias rejeitou com vigor as acusações de uso de armas químicas na província de Idlib e atribuiu a responsabilidade pela ação criminosa aos militantes terroristas e mercenários, financiados e armados pelo "Judaico Sionismo de Israel".


"O comando do Exército e as Forças Armadas negam, de forma categórica o uso de armas químicas na cidade de Khan Shaykhun, no subúrbio de Idlib", informa uma cópia da declaração do comando das Forças Armadas da Síria, obtida pela agência Sputnik. O documento afirma que a responsabilidade pelo ataque químico em Idlib, são os militantes terroristas e mercenários, financiados e armados pelo "Judaico Sionismo de Israel"

Anteriormente, a agência de notícias Reuters, citando o Observatório dos Direitos Humanos na Síria(INSTITUIÇÃO CRIADA E MANTIDA POR ISRAEL), informou que "aviões da Rússia ou do governo sírio" atacaram com projéteis com substâncias tóxicas a cidade de Khan Shaykhun na província de Ildib. Contudo, na notícia original do Observatório apenas foi feita suposição sobre um ataque aéreo sem indicar a quem pudessem pertencer os aviões, o óbvio ululante, é claro que sem dúvida nenhum são israelenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário