sexta-feira, 28 de abril de 2017

GREVE - Polícia provoca 'guerra' na Cinelândia: 9 ônibus incendiados (VÍDEOS)


Policial atira bomba de gás contra manifestantes no centro do Rio de Janeiro

Polícia provoca 'guerra' na Cinelândia: 9 ônibus incendiados (VÍDEOS)

© REUTERS/ Ricardo Moraes
 Cobertura completa da TVT, sobre a GREVE e manifestação em defesa da classe trabalhadora
 

Uma verdadeira guerra aconteceu no centro do Rio de Janeiro nesta sexta-feira. Manifestantes, que se mobilizaram em apoio à Greve Geral contra as reformas do governo Temer, afirmam terem sido atacados pela Polícia Militar. Já o comando da PM afirmou que as suas ações foram contra os Black Blocks.

De todo modo, o centro da capital fluminense viveu momentos dignos de zonas de combate, com muitas lojas invadidas, vidros de bancos quebrados, barricadas e nove ônibus incendiados.
Confira alguns vídeos dos acontecimentos desta tarde e início de noite.

 
​A Polícia Militar acusou o movimento Black Block de ter iniciado o confronto que, no entanto, atingiu todos os manifestantes. Segundo relatos, o protesto começou de forma pacífica.

 Após poucos instantes, o confronto se deslocou para o bairro da Lapa, nos acessos ao qual manifestantes começaram a incendiar os ônibus e a montar barricadas.

  Segundo relatos, muitos ficaram presos no interior dos restaurantes, enquanto a polícia usou balas de borracha, gás lacrimogêneo e jatos de água.

 https://pbs.twimg.com/ext_tw_video_thumb/858066548606599169/pu/img/yFQFeg5EGadntVxE.jpg

 https://pbs.twimg.com/ext_tw_video_thumb/858051944497242112/pu/img/tvllAs-_xpC38wdG.jpg
 https://pbs.twimg.com/ext_tw_video_thumb/858044334326919169/pu/img/xmFUkeTdoqaXarE2.jpg


Início d ato na Cinelândia hj antes de sermos covardemente atacados pela PM c bombas, sem nenhum motivo.



Black Blocs estão preparando coquetéis molotov conta os policiais.

Muitos manifestantes deixaram a região em pânico. Outros alertaram, pelas redes sociais, as pessoas que se encaminhavam para o protesto para evitar o bairro, em função da violência policial.
​ Segundo relatos, muitos ficaram presos no interior dos restaurantes, enquanto a polícia usou balas de borracha, gás lacrimogêneo e jatos de água.
​Após poucos instantes, o confronto se deslocou para o bairro da Lapa, nos acessos ao qual manifestantes começaram a incendiar os ônibus e a montar barricadas.
​A Polícia Militar acusou o movimento Black Block de ter iniciado o confronto que, no entanto, atingiu todos os manifestantes. Segundo relatos, o protesto começou de forma pacífica.




Nenhum comentário:

Postar um comentário