sábado, 15 de abril de 2017

RÚSSIA - PAI DE TODAS AS BOMBAS É RUSSO - 4 X MAIS POTENTE QUE A "MÃE DE TODAS AS BOMBAS AMERICANA"


Após lançamento americano, Rússia lembra que tem "pai de todas as bombas"

EUA lançaram 'mãe de todas as bombas' nesta quinta no Afeganistão. Bomba que está nos arsenais da força aérea russa é quatro vezes mais potente.

Depois que os Estados Unidos lançaram no Afeganistão a bomba GBU-43, a mais potente do arsenal não-nuclear americano, conhecida como "mãe de todas as bombas", os meios de comunicação russos lembraram nesta sexta-feira (14) que Moscou guarda em seus arsenais o "pai", um projétil quatro vezes mais potente.
O "pai de todas as bombas" se encontra nos arsenais da força aérea russa e, após ser desenvolvida no início dos anos 2000, foi testada com sucesso em 2007. Clique aqui para assistir ao vídeo do teste.
Embora tudo o que rodeie a arma russa seja informação confidencial, se sabe que se trata de uma bomba termobárica, conhecida na Rússia como Bomba Aérea de Vácuo de Potência Aumentada (AVBPM, na sigla em russo), segundo informaram hoje a emissora "RT" e a agência "Sputnik".
Então foi lançada de um bombardeiro estratégico SU-160, e arrasou por completo um bloco de apartamentos, com um poder destrutivo nunca visto antes em uma bomba que não fosse nuclear.
É uma bomba de um peso mais leve que a GBU-43/B, mas com uma potência de explosão quatro vezes maior que o projétil americano, equivalente a 44 toneladas de TNT, devido ao amplo emprego que faz das últimas novidades em nanotecnologia.
Devido ao caráter confidencial deste armamento, não se conhece nem o fabricante, nem a quantidade de bombas produzidas.
"Os resultados dos testes do projétil demonstram que sua eficiência e capacidade se assemelham à de uma ogiva nuclear. Ao mesmo tempo - quero insistir nisto -, não tem nenhum efeito contaminante para o meio ambiente, diferente do que acontece com as armas atômicas", disse em 2007 o chefe de pessoal adjunto das forças armadas russas, general Alexander Rukshin.
A bomba está principalmente destinada a liquidar complexos de cavernas e túneis subterrâneos utilizados como esconderijo por grupos terroristas.
Para descrever o poder destrutivo da bomba, Rushkin detalhou que "todo ser vivo é literalmente vaporizado".

 


GBU-43/B Massive Ordnance Air Blast

Mídia americana refresca memória de Washington sobre 'Pai de Todas as Bombas' russo

© Foto: U.S. Department of Defense
URL curta
A arma em questão trata-se da bomba termobárica – conhecida como "Pai de Todas as Bombas" e possuidora de uma potência quatro vezes maior do que bomba norte-americana GBU-43B, destaca a revista.
Embora seja menor do que sua análoga norte-americana, a bomba "Pai de Todas as Bombas" tem um efeito equivalente a 44 toneladas de TNT. Além disso, seu raio de destruição é duas vezes maior.



Vídeo da RT mostra teste da bomba conhecida como 'pai de todas as bombas' em 2007 (Foto: Reprodução/ YouTube/ RT)
O primeiro teste do "Pai" foi realizado pela Rússia em 2007. Quando é acionada, a poeira explosiva da poderosa bomba pega fogo, alastrando-se por todos os lados e destruindo tudo, entretanto não ocasiona contaminação radioativa, diz o site norte-americano Business Insider.

Na quinta-feira (14), EUA utilizaram a bomba não nuclear superpoderosa GBU-43B para eliminar terroristas do Daesh no Afeganistão. O presidente Donald Trump classificou a operação como "uma missão muito bem-sucedida" das forças armadas norte-americanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário