sexta-feira, 28 de abril de 2017

GREVE - Manifestantes se encaminham para casa do "Turco Ladrão Temer" e polícia dispersa ato com bombas


Protesto da greve geral em São Paulo, em 28 de fevereiro de 2017

Manifestantes se encaminham para casa de Temer e polícia dispersa ato com bombas

© REUTERS/ Nacho Doce


Cobertura completa da TVT, sobre a GREVE e manifestação em defesa da classe trabalhadora

Manifestação da greve geral nesta sexta-feira (28) seguiu em direção à casa do presidente Michel Temer em São Paulo, onde encontrou cordão policial protegendo a residência.

​Nas proximidades da residência paulista de Temer, policiais fizeram um cerco à casa, enquanto manifestantes ameaçavam romper cordão de isolamento. Posteriormente, a polícia lançou bombas de gás e spray de pimenta para dispersar ato.
O presidente se encontra em Brasília com a sua família.
Anteriormente, o presidente Michel Temer havia criticado o bloqueio de vias por conta dos protestos da paralisação. Ele também lamentou os incidentes de violência no Rio de Janeiro.
Milhões de trabalhadores aderiram à greve geral comvocada para esta sexta-feira (28) em todo o país, prometendo a maior paralização dos últimos anos no Brasil. Manifestações de apoio à greve acontecem em todos os estados do país contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário