domingo, 30 de abril de 2017

Estudante agredido pela PM na greve geral respira por aparelhos


PMs são vistos em um cruzamento de São Paulo durante protestos que ocorrem no âmbito da greve geral de 28 de abril de 2017

 

Estudante agredido pela PM na greve geral respira por aparelhos

© REUTERS/ Nacho Doce


https://www.facebook.com/Desneuralizador/videos/829397503875120/

O estudante de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiânia (UFG), Mateus Ferreira, participou da manifestação da greve geral em Goiânia na última sexta-feira (28). Ele sofreu um traumatismo cranioencefálico e diversas fraturas após um policial o golpear com um cassetete na cabeça.

Segundo o boletim médico divulgado hoje, o estudante está internado em estado grave no Hospital de Urgências de Goiânia e respira por aparelhos.
Um vídeo divulgado nas redes sociais mostrou o momento exato da agressão policial. Mateus foi agredido enquanto corria junto com a dispersão do ato após a polícia jogar bombas de gás lacrimogênio. As imagens mostram claramente os policiais agredindo diversos manifestantes de forma deliberada.
A Universidade Federal de Goiânia publicou uma nota condenando a ação policial durante o ato da greve geral, classificando-a como "barbárie".
"Mateus sofreu uma agressão unilateral, criminosa e irracional por parte de um profissional que, investido em suas funções segundo o regime artigo 144, parágrafo 5o, da Constituição da República para manter a ordem, promoveu a ilicitude e a barbárie na manhã do dia 28 de abril, incorrendo arbitrária e imotivadamente contra os direitos fundamentais e a integridade físico-corporal de um cidadão", diz a nota.

Milhões de pessoas foram às ruas em todo o país na última sexta-feira para protestar contra as reformas trabalhista e da Previdência do governo de Michel Temer. Todos os estados brasileiros receberam protestos.




Sequência mostra que PM quebrou o cassetete no rosto do estudante Mateus Ferreira em Goiânia https://goo.gl/cBZ1KD  (fotos: Luiz da Luz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário