sexta-feira, 14 de abril de 2017

ATAQUE REAL CONTRA OBJETIVOS IRREAIS OU DISTORCIDOS - Estados Unidos lançam sua maior bomba não-nuclear no Afeganistão - NO FUNDO A VERDADE: "TRÁFICO INTERNACIONAL DE HEROINA", DA QUAL O AFEGANISTÃO É O MAIOR PRODUTOR MUNDIAL


GBU-43/B Massive Ordnance Air Blast

Estados Unidos lançam sua maior bomba não-nuclear no Afeganistão - ATAQUE REAL CONTRA OBJETIVOS IRREAIS OU DISTORCIDOS, VEJA A REALIDADE NA PARTE FINAL DESTA REPORTAGEM...ONDE SE VERIFICARÁ QUE NO AFEGANISTÃO NÃO HÁ TERRORISTAS NATURAIS DA TERRA, ESTA FALSA GUERRA SE RESUME EM ATAQUES AOS PLANTADORES DA PAPOULA DA QUAL SE EXTRAI A HEROÍNA, PARA LHES ROUBAR A "DROGA", E QUANTO AOS FALSOS TERRORISTAS, "TALIBAN", "ESTADO ISLÂMICO OU DAESH, ESTES NADA MAIS SÃO DO QUE MERCENÁRIOS DOS "JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL"...

Os Estados Unidos lançaram a sua maior bomba não-nuclear de seu arsenal no Afeganistão, de acordo com informações divulgadas pela rede americana NBC News.

A bomba foi usada contra um grande grupo de terroristas do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) no leste do Afeganistão.
Drone RQ-4 Global Hawk
© AP Photo/ Northrop Grumman via U.S. Navy, Erik Hildebrandt
O Pentágono confirmou que a bomba GBU-43 apelidada de "a Mãe de Todas as Bombas" foi lançada na província de Nangarhar através de um jato MC-130, de acordo com o porta-voz do Pentágono, Adam Stump.
O bombardeio alvejou cavernas dos jihadistas e foi operado pelo Comando de Operações Especiais da Força Aérea americana.


"As forças dos EUA no Afeganistão realizaram um ataque em um complexo de túnel ISIS-K no distrito de Achin, província de Nangarhar, no Afeganistão, como parte dos esforços em curso para derrotar o ISIS (Daesh) no Afeganistão em 2017", informou o Comando Central dos EUA (CENTCOM) em comunicado à imprensa. "O ataque usou uma bomba GBU-43 lançada de uma aeronave dos EUA".

Reportagem antiga do History demonstra poder da GBU-43

O comunicado acrescentou que que o CENTCOM planejou o ataque de modo a oferecer risco mínimo para forças afegãs e dos EUA que estão atualmente na área. O CENTCOM assegurou que os Estados Unidos tomaram todas as medidas necessárias para evitar vítimas civis durante esta operação.
A explosão aérea GBU-43 / B Massive Ordnance é uma bomba não nuclear convencional de grande rendimento, considerada a mais poderosa arma não nuclear já desenvolvida no momento da sua criação. Esta foi a primeira vez que a bomba foi usada em uma ação de combate.
Ela está em serviço desde 2003 e foi desenvolvida para a Guerra do Iraque. 

A REALIDADE É OUTRA...

AFEGANISTÃO - O MAIOR PIB DO UNIVERSO - 15 TRILHÕES DE U$D


Hoje, 11:21

"Afeganistão produz anualmente 150 bilhões de doses de heroína, vendida na "UE", entre 50(PORTUGAL) e 250 euros(SUÉCIA), numa média baixa a 100 U$D, totalizando a cifra astronômica de 15 trilhões de U$D"

Afeganistão produz anualmente 150 bilhões de doses de heroína

O Afeganistão produz anualmente 150 bilhões de doses unitárias de heroína, o que é 25 vezes mais do que a população do mundo, anunciou hoje Viktor Ivanov, chefe do Serviço Federal de Controle de Drogas da Rússia.

De acordo com ele, "o mundo está presenciando a eclosão de uma situação de emergência no Afeganistão".

Após a invasão do país pelos JUDEUS SIONISTAS a produção aumentou em 40 vezes 

Ivanov lembrou que desde o início, em outubro de 2001, da operação norte-americana Liberdade Duradoura (Enduring Freedom), no Afeganistão tem sido registrado um aumento explosivo e catastrófico na produção de drogas. Em particular, a produção de heroína cresceu mais de 40 vezes.

O exército americano é usado como MULA na distribuição desta droga no mundo.

OS JUDEUS SIONISTAS DEITAM E ROLAM, SÃO ELES QUE TRAFICAM A HEROÍNA.

McDonald’s: atendente traficava droga no McLanche Feliz


FOTO: AFP

Happy Meal, no Brasil chamado de McLanche Feliz, era

 usado para vender heroína

FONTE: VEJA NOTÍCIAS

Uma funcionária de uma franquia do McDonald’s foi presa por vender heroína dentro das caixas do produto McLanche Feliz, informa a rede CNN nesta quinta-feira. Shantia Dennis, de 26 anos, trabalhava em uma loja da lanchonete na cidade de Pittsburgh, no oeste dos Estados Unidos. Para os clientes que queriam comprar a droga, bastava passar no ‘drive-tru’ do McDonald’s e falar a ‘senha’: “eu gostaria de um brinquedo”.



O McLanche Feliz é um produto voltado ao público infantil e sempre vem com um pequeno brinquedo junto com o lanche. Nos EUA, o produto custa 2,99 dólares. Porém, com a heroína ‘de brinde’, o McLanche Feliz saia por 82 dólares. A traficante foi presa em uma operação com policiais à paisana fingindo serem consumidores – eles pediram um McLanche Feliz usando a ‘senha’ e encontram dez pacotinhos de heroína dentro da caixa colorida. A funcionária foi presa em flagrante e, durante a busca, os policiais ainda encontraram outros 50 saquinhos de heroína. 



Procurado pela CNN, o McDonald’s recusou-se a comentar o caso.


Brena Elric






  atualizado às 08h13

Afeganistão se torna país com maior proporção de viciados em drogas

O país produz cerca de 90% das drogas oriundas de ópio do mundo





Imagem mostra mulher trabalhando em campo de papoula no Afeganistão Foto: Reuters
Imagem mostra mulher trabalhando em campo de papoula no Afeganistão
Foto: Reuters


O Afeganistão produz 90% das drogas de ópio produzidas no mundo, mas até há pouco tempo o país não era um grande consumidor. Agora, porém, de uma população de 35 milhões, mais de 1 milhão de pessoas estão viciadas em drogas - proporcionalmente, a maior taxa do mundo.


Em pleno centro de Cabul, nas margens do rio que tem o mesmo nome da capital, viciados se reúnem para comprar e consumir heroína. É um local de desolação e degradação. À luz do dia, cerca de 12 homens e adolescentes sentam em duplas, fumando e injetando drogas. Entre eles há profissionais como médicos, engenheiros, intérpretes. Tariq Sulaiman, da organização de combate ao vício Najat, aparece ali com frequência para tentar convencer os usuários a buscar tratamento.


"Já faz tempo que estamos perdendo nossas crianças por causa de ataques suicidas, foguetes e bombas", diz Sulaiman. "Mas o vício é um novo tipo de terrorismo que está matando nossos compatriotas."


Vício desde criança
Aos 18 anos, Jawid, nascido no norte do Afeganistão, é dependente da heroína há dez anos. Foi apresentado às drogas pelo seu tio, quando era apenas uma criança, para que tivesse mais força para trabalhar na lavoura. "Odeio a minha vida. Todos me odeiam", diz ele. "Na minha idade, eu deveria estar na escola. Mas sou um viciado."
Já faz tempo que estamos perdendo nossas crianças por causa de ataques suicidas, foguetes e bombas. Mas o vício é um novo tipo de terrorismo que está matando nossos compatriotas
Tariq Sulaiman


Seu pai já morreu. Sua mãe, deficiente física, se preocupa com ele o tempo todo. Tudo o que ela quer é que ele se livre do vício, mas mesmo assim mendiga por dinheiro nas ruas do país para pagar pela dose diária de heroína e impedir que o filho roube para comprá-la. "Sempre digo ao Jawid que, se eu morrer, ele vai acabar dormindo debaixo da ponte com os outros viciados", conta ela. Essa espécie de "cracolândia" é o destino dos viciados em estado mais grave. A polícia afegã constantemente bate neles para dispersá-los e às vezes os atira no rio.


Motivos
São incertos os motivos pelos quais tantos afegãos estão recorrendo às drogas. As décadas de violência no país certamente contribuíram para isso. Muitos dos que fugiram das últimas três décadas de conflitos se refugiaram no vizinho Paquistão, onde taxas de dependência de drogas são tradicionalmente altas. Agora, esses imigrantes estão retornando e trazendo seus vícios consigo, dizem autoridades.

O desemprego, atualmente em taxas de 40%, é outro agravante. "Se eu tivesse um emprego não estaria aqui", diz Faroog, um dos viciados na margem do rio Cabul. Ele é formado em medicina e chegou a gerenciar um hospital. Ele diz se drogar para "relaxar" - mas preferiria estar morto a ser o viciado que é hoje.





Jawid, 18 anos, viciado em heroína há 10 anos Foto: BBCBrasil.com
Jawid, 18 anos, viciado em heroína há 10 anos
Foto: BBCBrasil.com



Outro fator é a crescente disponibilidade de heroína, que na última década começou a ser refinada a partir do ópio no próprio Afeganistão. Comprar heroína em Cabul é "tão fácil quanto comprar comida", dizem viciados. Um grama custa o equivalente a R$ 12 e está disponível em qualquer esquina da cidade.


"Tradicionalmente, dizemos que a demanda cria a oferta", diz Jean-Luc Lemahieu, representante regional da agência antidrogas da ONU (Unodc). "O que esquecemos, porém, é que a mera aparição do produto no mercado cria uma demanda local."


Quando as tropas estrangeiras chegaram no Afeganistão, em 2001, uma de suas metas era conter a produção de drogas. Em vez disso, elas se concentraram na luta contra insurgentes e são acusadas de fazer vista grossa às plantações de papoula no país.





Ópio
O ópio está presente no Afeganistão há séculos, sendo usado como uma espécie de remédio para todos os males. Em um hospital no norte do país, a BBC encontrou-se com uma afegã, Fatima, que tomou ópio após sofrer uma hemorragia pós-parto - era mais barato do que procurar um médico. Ela também deu a substância à sua recém-nascida, como remédio para a tosse. Hoje, ambas são viciadas. Por sinal, mulheres e crianças representam 40% dos dependentes de drogas do país.


Centro para dependentes que impõe 72 horas de abstinência Foto: BBCBrasil.com
Centro para dependentes que impõe 72 horas de abstinência
Foto: BBCBrasil.com



Enquanto Fatima e sua bebê se submetem a tratamento em um hospital público, poucos viciados afegãos recebem qualquer tipo de apoio. Ao mesmo tempo, o Ministério da Saúde tem 95 centros de tratamento de dependentes no país, com 2,3 mil leitos. Seu orçamento total para tratar 1 milhão de pessoas é de US$ 2,2 milhões, ou seja, US$ 2 (R$ 4) por pessoa por ano.


Jawid consome o triplo desse montante em heroína diariamente. Ele conseguiu uma vaga na Najat, a organização de Tariq Sulaiman, onde o tratamento consiste em 72 dias de abstinência. Após um dia, Jawid sentia dores, mas conseguiu aguentá-las. Na segunda noite, porém, começou a gritar, a chorar e a bater sua cabeça contra a parede.


De volta às ruas, ele negou à equipe da BBC que tivesse voltado à heroína, mas seu olhar fixo e sua fala inconstante contam uma história diferente. Sua possibilidade de se livrar do vício é pequena. E, diante dos tantos problemas do Afeganistão, as chances de o país vencer a guerra contra as drogas são igualmente incertas.




BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

MEGAOPERAÇÃO NOTICIADA PELA BBC BRASIL

Mais de um milhão de euros em heroína

por ISALTINA PADRÃO24 junho 2009
Desde 2005 que a PJ não apanhava tanta heroína. Um empresário do ramo automóvel transportava droga suficiente para 205 mil doses. Foi apanhado em flagrante e ficou detido.
Vinte quilos e meio de heroína. O suficiente para 205 mil doses individuais. Esta foi a quantidade "anormal" deste tipo de droga apreendida pela Polícia Judiciária (PJ), no sábado, em Sacavém. Com esta apreensão, a Judiciária impediu que fosse comercializada em Portugal heroína no valor aproximado de um milhão e 25 mil euros (o valor actual da grama de heroína ronda os 50 euros).

A PJ mostrou-se ontem satisfeita com o culminar de uma operação cuja investigação teve início há seis meses. "Não só porque se tratou de uma grande apreensão, mas sobretudo porque impedimos que este produto entrasse na rota comercial e chegasse talvez a novos consumidores", explicou António Sintra, coordenador de investigação criminal da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE).

Desde Novembro de 2005 que não era apreendida tanta heroína em Portugal. Mas mais do que isso, "esta apreensão representa cerca de 40% do volume total de heroína apreendida pela PJ nos últimos três anos", salientou, António Sintra. Segundo o coordenador, esta apreensão "anormal" de heroína não significa necessariamente que tenha aumentado o consumo desta substância que há muito caiu em desuso quando comparado com as restantes drogas, nomeadamente as sintéticas. "Existe uma série de factores que podem justificar o tráfico deste volume tão grande de heroína. Mas isso ainda está a ser estudado", disse António Sintra.

A heroína que agora foi apreendida veio de Espanha, onde um empresário do ramo automóvel a foi buscar para ser distribuída no território português. Este comerciante, de 33 anos, foi apanhado em flagrante delito, tendo ficado em prisão preventiva. O indivíduo tinha já antecedentes criminais mas não na área do narcotráfico. António Sintra, recusou-se a mencionar o tipo de crimes em que este sujeito já esteve envolvido, mas assegurou que nesta operação "não era um simples 'correio'".

"Por detrás deste indivíduo haverá seguramente uma organização transnacional (JUDEUS SIONISTAS) e ele não será, certamente, pouco relevante no grupo. Isto, tendo em conta o grande volume de droga que transportava", justifica o coordenador da PJ, adiantando que o produto vinha dissimulado em vários compartimentos da carrinha que foi usada.

DO AUTOR DO BLOG A OBSERVAÇÃO: 

ENQUANTO TIVER HEROÍNA NO AFEGANISTÃO, OS
JUDEUS SIONISTAS IRÃO CONTINUAR COM A
INTERVENÇÃO, AS DROGAS ESTÃO RENDENDO 
MAIS DO QUE O PETRÓLEO QUE ROUBAM DO IRAQUE E DA LÍBIA, E QUEM PAGA A CONTA DA INVASÃO AQUI, SÃO OS EUA, QUE TEM A MAIOR DÍVIDA DO UNIVERSO, BEIRANDO OS 20 TRILHÕES DE U$D, E QUEM SE LOCUPLETA COM ESTE FENOMENAL BOTIM, SÃO OS JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL.  
Miniatura
Continuarão usando o exército mercenário americano, fazendo-o de MULA, para o tráfico de cocaina retirada da Colômbia, e também o tráfico da heroina retirada do Afeganistão e distribuindo no mundo inteiro.
 SÍRIA – A GRANDE MENTIRA DE LA CLINTON – ARMAS QUÍMICAS

TERRORISTAS MERCENÁRIOS DO JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL, USARÃO ARMAS QUÍMICAS CONTRA A POPULAÇÃO CIVIL DA SÍRIA, E TENTARÃO INCRIMINAR O GOVERNO DE ASSAD, A EXEMPLO DO QUE FIZERAM NO IRAQUE, AFEGANISTÃO E LÍBIA (onde estão a roubar o petróleo destas nações e do Afeganistão garantem o tráfico internacional de Heroina, a exemplo do que também fazem na Colômbia, incrementando o tráfico internacional de cocaína), PARA INSUFLAR A OPINIÃO PÚBLICA INTERNACIONAL, É O QUE DÁ A ENTENDER NA REPORTAGEM ABAIXO, ONDE OS LACAIOS DO JUDAICO SIONISMO (BRAÇO CRIMINOSO DE ISRAEL) LA CLINTON E O SIONISTA TURCO Ahmet Davutoglu, EM SUAS MENTIROSAS DECLARAÇÕES:
EUA e Turquia se preparam para pior cenário sírio


AFEGANISTÃO - Al-Qaeda anuncia seu retorno - A GRANDE FARSA

NUNCA EXISTIU AL QAEDA, TALIBAN OU ESTADO ISLÂMICO ISSO É INVENÇÃO DE JUDEUS EM HOOLYWOOD, E USADA PARA JUSTIFICAR SUAS AÇÕES DE ASSALTO E TERRORISMO CONTRA A HUMANIDADE, E EM ESPECIAL AOS MUÇULMANOS, AÍ SIM, O VERDADEIRO TERRORISMO (VIDE LÍBIA - IRAQUE - SÍRIA - UCRÂNIA - CHECHÊNIA - VENEZUELA - REPUBLICA CENTRO AFRICANA - EGITO - ETC...). 
SE ATENTADOS HÁ, SÃO PRATICADOS POR MERCENÁRIOS TERRORISTAS A SERVIÇO DOS JUDEUS SIONISTAS, MAIS NADA.
QUEM NÃO SE LEMBRA DE JEAN CHARLES O BRASILEIRO MORTO EM LONDRES, - A ARAPUCA QUE NÃO DEU CERTO?  QUEM ASSESSORAVA A POLÍCIA LONDRINA, SEGUNDO OS JORNAIS, ERAM AGENTES DO MOSSAD. 

100% DOS ATAQUES OBJETIVAM CIVÍS, E AS MAIORES VÍTIMAS SÃO VELHOS - MULHERES E CRIANÇAS - CARACTERIZANDO "GENOCÍDIO".
IGUAL A "
AL QAEDA, TALIBAN OU ESTADO ISLÂMICO" EXISTEM DEZENAS DE ORGANIZAÇÕES COM NOMES DIVERSOS - MAS OS NOMES SÃO DE FACHADA - POIS SÓ EXISTE UMA ORGANIZAÇÃO POR TRÁS DE TODAS ELAS - O MOSSAD DO JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL, O RESTO É PRA INGLÊS VER.

COM O EXÉRCITO DE MERCENÁRIOS TERRORISTAS NO AFEGANISTÃO, O OBJETIVO PRINCIPAL É MANTER O MONOPÓLIO DO NARCOTRÁFICO DA "HEROINA"(O AFEGANISTÃO É O MAIOR PRODUTOR MUNDIAL), COMO JÁ FAZEM NA COLÔMBIA(MAIOR PRODUTOR MUNDIAL) COM A COCAINA.

SE LEGALIZAREM O USO DE DROGAS NO MUNDO, OS JUDEUS DESOCUPARIAM IMEDIATAMENTE O AFEGANISTÃO E A COLÔMBIA.


Comparando a água com as drogas, que são apenas uma parte do mecanismo de controle da sociedade pelo "JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL", pois eles detém o monopólio de distribuição mundial de DROGAS, não é em vão que estão na COLÔMBIA, que por sua vez é o maior produtor de COCAÍNA DO MUNDO, e no AFEGANISTÃO, que é o maior produtor de HEROÍNA DO MUNDO (150 BILHÕES DE DOSES ANUAIS), e usam o EXÉRCITO AMERICANO como MULA, as DROGAS são disponibilizadas. em qualquer parte do mundo ocidental, com absoluta segurança, tanto é que, qualquer pessoa pode pedir um -- MAC LANCHE FELIZ no MAC DONALDS, nas cidades americanas, e acrescentar ao pedido --UM BRINQUEDO, receberá uma dose de HEROÍNA dentro do invólucro do sanduiche, e pagará 82 dólares

Em Pittsburgh, funcionária do McDonald’s traficava heroína junto com lanche via

, em LONDRES quem vende DROGAS no metrô é a própria POLICIA

Voltaire: DROGAS - POLICIA LONDRINA VENDE DROGAS NO METRÔ  

SIONISTAS –DA COLOMBIA A COCAINA DO AFEGANISTÃO A HEROINA

SIONISTAS –DA COLOMBIA CARREGAM A COCAINA, DO AFEGANISTÃO LEVAM A HEROINA, DO IRAQUE  E DA LÍBIA ROUBAM O PETRÓLEO!

Combate ao NARCOTRÁFICO é só para inglês ver, através dos SIONISTAS, os ESTADOS UNIDOS são os maiores NARCOTRAFICANTES do MUNDO!  

""""Evelio Román ‏ @SENTENCIADOR2 
USA OBSEQUIA DROGAS A SUS SOLDADOS PARA CONVERTIRLOS EN ADICTOS, Y QUE LUEGO EN SU VIDA CIVIL SEAN CLIENTES CAUTIVOS DE SU CARTEL NARCO
Retwitteado por @Daniel/Cunaguaro"""""""""

Aí dá para entender porque os americanos dominam a COLOMBIA  que não tem PETRÓLEO, mas é o maior produtor mundial de COCAINA, e também faz sentido a invasão do AFEGANISTÃO que não tem PETROLEO, mas é um dos maiores produdores de heroína, pois a DROGA rende tanto quanto o PETRÓLEO, mataram PABLO ESCOBAR do CARTEL DE MEDELIN, e ficaram no lugar dele.

AFEGANISTÃO (OBJETIVO FINAL FOI ATINGIDO - MONOPOLIZARAM O NARCOTRÁFICO DA HEROÍNA NO MUNDO INTEIRO, APÓS A INVASÃO DO PAIS, AUMENTARAM A PRODUÇÃO DA DROGA EM 80 VEZES, ATINGINDO 150 BILHÕES DE DE DOSES ANUAIS, ONDE APURAM A CIFRA EXTRATOSFÉRICA DE 15 TRILHÕES DE DÓLARES ANUAIS, E TRANSFORMARAM O MAIOR EXÉRCITO DO MUNDO, QUE É O AMERICANO, EM "MULA", PARA A DROGA CHEGAR AO MERCADO COM SEGURANÇA, É SÓ CHEGAR EM QUALQUER LOJA DO "MAC DONALDS" E PEDIR UM "MAC LANCHE FELIZ" COM BRINQUEDO, QUE DENTRO VIRÁ UMA DOSE DE HERÓINA, AO CUSTO DE 82 DÓLARES(CONSTATAÇÃO POLICIAL) NOS EUA, NA EUROPA PODE ATINGIR 50 DÓLARES EM PORTUGAL E NA SUIÇA 250 DÓLARES, É SÓ CONFERIR EM  Voltaire: AFEGANISTÃO - O MAIOR PIB DO UNIVERSO - 15 TRILHÕES U$D... http://voltaire77.blogspot.com/2014/03/afeganistao-o-maior-pib-do-universo-15.html?spref=tw ),

Nenhum comentário:

Postar um comentário