segunda-feira, 20 de março de 2017

BANDOLEIROS E ASSECLAS DE TEMER QUEREM OBRIGAR O CHILE A COMPRAR CARNE PODRE - Brasil ameaça retaliar Chile se país fechar mercado às carnes brasileiras


Carcaças de carne no frigorífico

Brasil ameaça retaliar Chile se país fechar mercado às carnes brasileiras

© Sputnik/ Ruslan Krivobok

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou nesta segunda-feira (20) que o Brasil pode adotar uma "reação forte" se o Chile bloquear totalmente a importação de carnes.

“Se for preciso adotar uma reação mais forte, faremos isto, sem qualquer dúvida”, afirmou o ministro ao comentar a decisão do Chile de cortar temporariamente a importação de carnes brasileiras. 
De acordo com Maggi, é compreensível que o país sul-americano suspenda as importações dos frigoríficos envolvidos no escândalo de corrupção envolvendo indústrias de carnes brasileiras, mas que país responderá se o Chile bloquear totalmente a importação de carnes brasileiras.  
Ele observou que conta com o apoio do presidente brasileiro, Michel Temer, para tomas as medidas necessárias. 

Outros países como China, Coreia do Sul e a União Europeia anunciaram a suspensão da importação de carne brasileira

A ação batizada de Operação Carne Fraca, contra a venda ilegal de carnes teve como alvos principais as grandes empresas JBS e BRF Brasil, que são acusadas de pagamento de propina para a liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. A BRF Brasil, controla marcas como Sadia e Perdigão. Já a JBS, é a detentora de marcas, como Friboi, Seara e Swift. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário