sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

HUNGRIA DESTRÓI COM FOGO CAMPOS DE MILHO TRANSGÊNICO - A RÚSSIA, Suíça, Itália, Polônia, Áustria, Alemanha, França, Grécia, Luxemburgo e Romênia TAMBÉM PROIBIRAM OS "JUDEUS SIONISTAS DA MONSANTO" DE PROPAGAREM PRODUTOS TRANSGÊNICOS EM SUAS LAVOURAS.


hungria destrói campos de milho transgÊNICO
Hungria Destroi Campos de Milho Transgenico
A RÚSSIA, Suíça, Itália, Polônia, Áustria, Alemanha, França, Grécia, Luxemburgo e Romênia TAMBÉM PROIBIRAM OS "JUDEUS SIONISTAS DA MONSANTO" DE PROPAGAREM PRODUTOS TRANSGÊNICOS EM SUAS LAVOURAS.


Você está cansado de ver os transgênicos presentes em muitos dos alimentos que você compra? Você já desejou poder simplesmente queimar todas as culturas transgênicas lá fora para que elas possam parar de comprometer a nossa fonte de alimento para sempre? Algumas autoridades húngaras fizeram exatamente isso quando eles queimaram 1.000 acres de milho em 2011.

Enquanto isso no Brasil os "Judeus Sionstas da Monsanto", compram e corrompem autoridades locais, num verdadiro crime de "lesa humanidade", envenenando quase a metade dos brasileiros com o "FLUOR" mais os transgênicos, comprometendo a saúde da nação como um todo, com isso saturando os hopitais com doentes crônicos de "DIABETES "- CÂNCER - "AVC"- "INFARTADOS" E "SEQUELADOS" ENRIQUECENDO OS LABORÁTÓRIOS JUDAICO SIONISTAS, QUE FINALMENTE É O OBJETIVO DELES - GANHAR DINHEIRO EM DETRIMENTO DA SAÚDE HUMANA,

O secretário de Estado adjunto do Ministério do Desenvolvimento Rural, Lajos Bognar da Hungria, disse que na época que as culturas tinham sido cultivadas a partir de sementes geneticamente modificadas. Uma vez que estas sementes são proibidas no país, o governo decidiu que a melhor opção era destruir as colheitas. Bognar disse que o milho tinha sido arado, mas seu pólen não tinha se espalhado. Os agricultores em questão tinham erroneamente comprado as sementes sem perceber que elas eram geneticamente modificadas.

Mesmo que os comerciantes de sementes no país sejam exigidos garantir que seus produtos não contenham OGM, as autoridades dizem que vão continuar a verificar isto ativamente. As sementes transgênicas da Pioneer e Monsanto foram encontradas misturadas com sementes naturais, presumivelmente acidentalmente. A Hungria já queimou milhares destes cultivos ilícitos de transgênicos ao longo dos anos. O fogo é a melhor maneira de se livrar dessas culturas, uma vez que isso destrói seu DNA artificial e ele pára de penetrar nas plantas não-transgênicas.

A Hungria tomou uma posição forte contra os transgênicos. Na verdade, a Constituição do país diz que:
A Hungria deve promover a aplicação efetiva do direito referido no parágrafo (1) por uma agricultura livre de organismos geneticamente modificados, assegurando o acesso a alimentos saudáveis ​​e água potável, através da organização de segurança no trabalho e cuidados médicos, apoiando o esporte e o exercício físico regular, bem como por assegurar a proteção do meio ambiente.

Compare isso com os EUA, onde os transgênicos não são ilegais, e não existem sérios requisitos de rotulagem. O que a Monsanto realiza sobre os sistemas jurídicos e políticos dos EUA é simplesmente muito forte, e eles não estão em cima desacreditando os cientistas que revelam os perigos causados ​​por seus produtos.

Na verdade, os Estados Unidos estão cada vez mais se destacando como sendo muito tolerantes nesta questão. A Rússia também proibiu todos as culturas transgênicas, e vários países na Europa já proibiram o cultivo de milho transgênico da Monsanto, incluindo a Suíça, Itália, Polônia, Áustria, Alemanha, França, Grécia, Luxemburgo e Romênia.
Abundantes razões para evitar os organismos geneticamente modificados
Por que as pessoas em qualquer um destes países querem alimentos OGM? Basta olhar para os resultados do famoso estudo por Gilles-Eric Seralini em que ratos que beberam quantidades de Roundup, o qual é legalmente permitido em todo o abastecimento de água dos EUA, observou um aumento de 200 a 300 por cento em tumores grandes. Além disso, aqueles alimentados com milho transgênico sofreu graves danos em seus órgãos, incluindo o fígado e os rins. Metade dos ratos do sexo masculino e 70 por cento dos femininos morreram prematuramente após serem alimentados com milho transgênico da Monsanto, o NK603, o qual é encontrado em muitos cereais de café-da-manhã, salgadinhos e tortilhas à base de milho

Quando os EUA vão acordar?
Será que o governo americano nunca adotará uma postura semelhante à da Hungria? Isso parece altamente improvável no momento, então não espere ver as culturas transgênicas em todo o país ser destruído em breve. No entanto, você pode cultivar seu próprio alimento livre de organismos geneticamente modificado enquanto isso, e não se esqueça de espalhar a palavra a todos que você sabe sobre os perigos desses alimentos.

Leia mais:



[ESTUDO] Transgênicos da Monsanto Causam até Três Vezes Mais Câncer e Mortes Precoces

Explode a Verdade Sobre o Estudo de Seralini Ligando Transgênicos ao Câncer
Fontes:
Natural News: Hungary destroys GMO corn fields
– Our Daily Ideas: Hungarians Just Destroyed All Monsanto GMO Corn Fields
– News Target: Hungary sets fire to GMO corn fields in act of defiance against Monsanto, GMO advocates
– My Health Feed: Hungary Burned Down 1000 Acres Of GMOs Crops. Here’s Why.
Natural News: Hungary destroys illegal GM corn fields, plans to make distributing GMO seeds a felon
– Notícias Naturais: Hungria Queima Todos as Plantações de Transgênicos da Monsanto




Nenhum comentário:

Postar um comentário