segunda-feira, 26 de outubro de 2015

SÍRIA - ASSAD PARTICIPARÁ DE NOVAS ELEIÇÕES PARA CONFIRMAR O APOIO DOS SÍRIOS


Presidente da Síria, Bashar Assad dá entrevista à BBC em Damasco

Bashar Assad está disposto a participar das eleições

© AP Photo/ SANA, File
Mundo
URL curta
102324311

O líder sírio está disposto a disputar a presidência se o país o apoiar, disse Assad durante o encontro com legisladores russos.

O presidente da Síria, Bashar Assad, disse durante uma reunião com uma delegação de deputados russos em Damasco no domingo (25) que está pronto para participar nas eleições presidenciais se os sírios o apoiarem, disse um membro da delegação russa.

"Assad disse que, se o povo sírio considerar necessário, ele poderá participar das eleições presidenciais", disse o deputado comunista Alexander Yushchenko à RIA Novosti.
Yushchenko adicionou que, segundo presidente sírio, ele está disposto a realizar eleições presidenciais antecipadas. 

"Todos nós temos a certeza quanto ao apoio a Assad", disse o político russo.


Durante o encontro, as partes também discutiram a eficácia da operação das Forças Aeroespaciais russas na Síria, segundo outro deputado do PC russo, Sergei Gavrilov.

Desde 30 de setembro, a aviação russa, após o pedido do presidente sírio, está realizando golpes aéreos contra alvos do Estado Islâmico na Síria.

Além disso, os legisladores russos concordaram no domingo em se voltar a encontrar com o presidente sírio, Bashar Assad, em Moscou, disse um membro da delegação parlamentar russa que se encontra na Síria.

"Nós concordámos em nos encontrar com ele [Assad] em Moscou, com o chefe do parlamento sírio e com o grande mufti da Síria," disse Sergei Gavrilov à RIA Novosti.

O político também disse que o presidente sírio apoia a postura russa quanto à crise ucraniana.

“Ele [Assad] disse que apoiam a nossa postura quanto à Ucrânia e expressou gratidão a Sergei Naryshkin [chefe da Duma Estatal russa] pela sua posição de princípios relativamente à Ucrânia e Síria, tomando em conta a necessidade de voltar à legitimidade e parar o apoio americano às forças sírias”.

A delegação russa chegou à Síria na sexta-feira (23), sendo chefiada por Dmitry Sablin, membro da câmara alta do parlamento russo.
Jose Carlos Ziolkowski ·
Oposição armada é inaceitavel. Oposição armada é terrorista. Chumbo neles. Depõem as armas e parta pras eleições.
Curtir · Responder · 9 · 20 h
Crovis Joinville ·
acordo correto,as coalizações do tio sam só destruição e cobranças
Curtir · Responder · 2 · 16 h
Vladimir Michailowsky ·
Arrá! Até que enfim decidiu, neh? Convoque as eleições; participe e ganhe! E depois... estapeie a cara dos membros da Coalizasão Internacional e tchau, tchau ocidente, depois de cobrar os estragos feitos no país. A participação do Grande Mufti da Síria será fundamental.
Curtir · Responder · 8 · 21 h
Farias Cardoso ·
Os USA e seus lacaios não vão aceitar que o BASHAR ASSAD concorra nas eleições, porque sabem que ele vencerá
Curtir · Responder · 2 · 19 h
Marcio Santos ·
Já ganhou.
Curtir · Responder · 3 · 20 h
Farias Cardoso ·
Assim como foi no Iraque, libia e na Síria tudo é obra dos USAS. Segundo o site http://jornalggn.com.br/.../eua-por-tras-dos-golpes-as...
estão tramam e apoiando um golpe para depor a presidente Dilma, no Brasil, por conta do pré-sal.
Curtir · Responder · 1 · 19 h
Diogenes Viana
O Brasil deve como membro do BRICS solicitar em segredo absoluto o apoio logístico da inteligência russa. É evidente que o golpe que hoje tentam dar no Brasil tem o dedo dos americanos e é do interesse dos russos intervir. A inteligência russa já conhece há muito tempo qual caminho se deve seguir, quem são esses atores externos, como operam e o que exatamente eles pretendem. O governo por si só não poderá dar conta dessa trama nefasta entre os opositores fascistas da direita e seus atores externos. Não basta apenas o apoio de grupos e entidades sociais, dos grandes sindicatos. É preciso atingir o mal pela raiz. Atores sem moral como os irresponsáveis e fascistas Cerra, Aécio, FHC, alguns poucos membros do judiciário e a grande parte da mídia são apenas os instrumentos de ponta dos verdadeiros articuladores desse processo ganancioso de poder a todo custo. É de suma importância que haja esta interação conjunta para poder melhor combater essas tentativas ilegais e antidemocráticas que podem acabar com um ciclo progressista e social jamais visto nesta nação. O poder que eles têm em transformar o errado em certo e gente honrada e séria em bandidos é muito danoso e preocupante. Para um país que só teve a primeira universidade construída depois de mais de quinhentos anos após a sua descoberta é de se esperar o tamanho da dificuldade que o governo está tendo para lidar com os setores midiáticos da oposição que confundem a população intensa e diariamente, deixando-a praticamente alienada e órfã da realidade e da verdade! Mas, as forças democráticas varrerão para a vala esses que querem apenas o poder, independente dos verdadeiros interesses e prioridades maiores da nação! O golpe não prevalecerá! Custe o que custar!!!
Curtir · Responder · 3 · 16 hEditado
Cranks Cleres
Já ocorreram eleições na Síria e Assad ganhou com a maioria esmagadora do voto do povo sírio! Não vejo necessidade para novas eleições só porque uma oposiçãozinha criminosa (se é que existe) que representa uma parcela INSIGNIFICANTE do povo sírio não o quer no poder! Não diferem em absolutamente nada dos outros TERRORISTAS! Apesar desses ditos rebeldes serem sírios ainda assim não deixam se ser criminosos!
Curtir · Responder · 1 · 14 h
CJ Antunes
o putin vai aceita muito, ele nao e o okama que caio na labia desse lar
Curtir · Responder · 1 · 18 h

Nenhum comentário:

Postar um comentário