segunda-feira, 28 de setembro de 2015

TERRORISMO DE ISRAEL CONTRA A SÍRIA - BOMBARDEIO DE ISRAEL INFUNDADO E COVARDE


Soldados israelenses perto da fronteira com a Síria no terrítorio de colinas de Golã ocupado por Israel, 22 de junho de 2015

Quando a verdade pouco importa: Israel bombardeia a Síria

© AFP 2015/ MENAHEM KAHANA
MUNDO
URL curta
12914331

Israel realizou ataques de artilharia contra posições do exército sírio nas Colinas de Golã em resposta a um míssil que cruzou a fronteira israelita, informa a agência AP citando a assessoria de imprensa das Forças de Defesa de Israel.

Este foi o segundo disparo de um míssil contra Israel nos últimos dois dias a partir do território sírio e não provocou vítimas. Os militares opinam que o míssil poderia ter atingido Israel  casualmente, durante os confrontos armados internos na Síria. No comunicado divulgado pelos israelenses, diz-se o seguinte:
“Em resposta ao bombardeio com mísseis, a artilharia das Forças de Defesa de Israel realizou um ataque contra dois postos do exército sírio na parte central das Colinas de Golã pertencente à Síria.”
O general Mohammed Abbas, especialista militar, declarou à Sputnik, comentando o assunto:
“O último bombardeio não pode ser justificado. Ya'alon [ministro da Defesa de Israel – ed.] declarou que qualquer ataque contra as Colinas de Golã não ficará sem resposta. Mas ele não se deu ao trabalho de perceber a origem do bombardeio. Desta vez Israel compreendeu a seriedade das ações do governo russo em questão de ajuda ao exército sírio em combate contra terrorismo, por isso é realizada mais uma provocação.”
O especialista também comentou os esforços da coalizão internacional em luta contra o terrorismo na área:
“A coalizão liderada por Washington falhou. Ela não alcançou nada em um ano porque os seus objetivos reais eram a ‘colheita dos frutos’ do terrorismo, e não o seu combate.”
O especialista declarou que as ações da Rússia nesta situação mostram que o Kremlin compreendeu a intenção real de Washington. Segundo o especialista, “o exército sírio pode vencer o Estado Islâmico com a ajuda de uma força que não só combate o terrorismo no terreno, mas também na mídia”.


Leia mais: http://br.sputniknews.com/mundo/20150928/2257654/israel-siria-bombardeio.html#ixzz3n69MhcQy

Fernando Yamazaki
São compreensíveis os desentendimentos entre Síria e Israel, acerca das Colinas de Golã, conquistadas pelo Estado judeu na Guerra dos Seis Dias. Mas essas colinas já pertenciam a Israel desde há alguns milênios atrás, porque DEUS deu essas terras ao povo judeu, na época do profeta Moisés. Vou lembrar vcs de que Israel já tentou devolver as Colinas de Golã aos países vizinhos em troca da paz, mas os árabes se recusaram. Como os judeus são o povo da aliança de DEUS, o SENHOR DOS EXÉRCITOS sempre faz questão de defender as fronteiras do Estado judeu, por isso as tropas egípcias e árabes não conseguem penetrar no solo israelense. No dia em que muitas nações se levantarem como um mar, e tentarem destruir Israel, DEUS intervirá e destruirá todos os inimigos do Estado judeu. E pouco importa o que os russos ou os americanos pensem da situação do Oriente Médio, porque DEUS sempre estará protegendo Israel. DEUS abençoe os que estarão lendo isso.
Curtir · Responder · 7 · 11 h
Sergio Amaral · 
Trabalha na empresa Aposentado
Principalmente aquele Deus que reside em Dimona e tem uma mãe chamada USA...
Curtir · Responder · 9 · 11 h
Gilson Villa · 
Ola Fernando.... como vc pode afirmar que Deus fes pacto com o povo judeu? vc estava por la tam bem? Deus é soberano e pai de todas as nações, ele jamais iria favorecer um unico povo, isso é histria dos Israelense para dominar o povo arabe, Deus é senhor de todas as nações, acredito eu que menos de Israel um povo igual americano so quer guerra e matança por todos os lados, Deus é misericordioso e não senhor dos exercitos como diz Moises, alias moises so puxou brasa para sua sardinha.
Curtir · Responder · 7 · 11 hEditado
Carlos Corio · 
Trabalha na empresa Prefeitura de Amparo
Só esqueceu de passar a escritura, né? mas se vale as simbologias contidas no livro sagrado que se tornam baboseiras quando lidas à luz da letra morta, vale a pena lembrar que esse povo escroto desde o começo de sua história está ornamentado com assassinatos, adultérios, traições, idolatria, desterros e exodos por serem seres incompatíveis para coexistência com os outros seres humanos. Só babacas com espírito de subserviência e nível de credulidade elevada à idiotia pode realmente endossar algo vindo desses sionistas.
Curtir · Responder · 7 · 11 h
Marcio Santos Nascimento · 
Esses insetos israelenses sempre provocando o caos e o terrorismo no oriente médio.
Curtir · Responder · 6 · 11 h
Carlos Corio · 
Trabalha na empresa Prefeitura de Amparo
Não tirando sua razão e nem de longe dar suporte às besteiras tecladas pelo crentóide acima, vale a pena lembrar que tem muita gente boa em Israel, penso que se deve fazer um esforço para destacar e evidenciar sempre os sionistas.
Curtir · Responder · 1 · 11 h
Spetsnaz Gru · 
Essa conversa de povo escolhido, de Davi e Golias é muita maconha dessa raça.
Curtir · Responder · 3 · 6 h
Sergio Didero Tozon · 
Trabalha na empresa Aposentado
Eu nao sei porque meter deus no meio de tantas besteras cometidas pelo homen deus ta fora de toda esta bestera ai se liguem tirem deus disso.
Curtir · Responder · 3 · 10 h
Adalberto Freitas
verdade meu amigo, mais sempre tem uns alienados aqui.
Curtir · Responder · 2 · 9 h
Alexander Lima Silva
SERGIO DIDERO bem vindo a história da humanidade...
Curtir · Responder · 2 · 8 h
Claudio Galluf Pederneiras · 
Perfeito, Sergio! Que o ser humano assuma a sua (ir)responsabilidade e deixe Deus descansar em paz
Curtir · Responder · 5 h
Benaiah Cabral Ben Avraham Leiehouah · 
Olá Sabichões de 'Não Sei Que Deus ou No Que Deu':
"DEUS" Misericordioso sem ser o mesmo De Exércitos que tem suposto objetivo histórico permanente com Israel além de fronteiras e mil besteiras? "O Crentoide" - galera sadia e produtiva - tem fundamento. E os demais? - Quantos milhares de anos os sírios tem tido pra se organizarem, e salvo curtas exceções - por influência dinástica estrangeira acasalada - vai ver que andou fazendo e como foi vivendo. Israel foi pra exílios, andou por todo planeta, se misturou com todos os povos, combatido, caçado, proibido, e mesmo em minoria e aparente fraquez
...Ver mais
Curtir · Responder · 4 h
Leon Passos · 
Trabalha na empresa Leon Passos
Cuidado, o problema dos protegido é quando protetor vai embora, paz e alegria.
Curtir · Responder · 3 h
Oseias Carvalho · 
Trabalha na empresa Pmes
São compreensíveis os desentendimentos entre os internautas sobre o assunto em questâo. Afinal, o próprio povo hebreu pagou um alto preço pela falta de fé durante sua trajetória. Mas algumas coisas já não mudam mais..Israel floresceu pra nunca mais murchar. Se protege como poucos, se consolidou em força, e não perderá mais guerras..Esse é o meu parecer, e quem viver poderá ver...
Curtir · Responder · 3 h
Thiago Lima
Ola camaradas, digo simplesmente, quem planta vento, colhe tempestade, assim como ,Israel foi varrida do mapa pelos romanos em tempos antigos, isso acontecera novamente é só uma questão de tempo para que isso ocorra, pois quem vive pela espada morre pela espada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário