quarta-feira, 18 de março de 2015

TERRORISTA É QUEM INVADE OU O INVADIDO???!!!... - OS JUDEUS INVERTEM A LÓGICA, ELES É QUE SÃO OS VERDADEIROS TERRORISTAS


O que é teoria conspiratória? O que é a verdade?

O que é teoria conspiratória? O que é a verdade?. 21766.jpeg

Por Prof. Michel Chossudovsky
Tradução Anna Malm* - Correspondente de Pátria Latina na Europa
Obama está em pé de guerra. A civilização ocidental judaico sionista está alegadamente sendo “ameaçada pelo Estado Islâmico”(MERCENÁRIOS TERRORISTAS DO "JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL") 
 A “Guerra Global ao Terrorismo” é proclamada como um esforço humanitário, colocando em xeque a lógica -- Terrorista é quem invade ou o invadido???!!!...
Temos a “Responsabilidade de Proteger”. Guerra humanitária é a solução, na realidade é destruir a "HUMANIDADE".
Povo ruim está à espreita. “Pega e mande-os para fora”, disse GeorgeW. Bush.
-- “Teorista conspiratório é quem contesta as declarações de reconhecidos mentirosos” --.
A mídia judaico sionista ocidental está batendo os tambores de guerra. A agenda militar de Obama vem sendo apoiada por um aparato propagandista desvergonhadamente mentiroso muito vasto. 
Um dos maiores objetivos da propaganda de guerra judaico sionista é o de “fabricar um inimigo”. De vez em quando a legitimidade da administração de Obama vacila, dúvidas a respeito da existência desse “inimigo exterior”, nominadamente Al Qaeda e sua rede de afiliados financiados pela "CIA" e pelo "MOSSAD", tem de ser dispersada. O consenso tem de prevalecer, a todo custo.
O objetivo é tacitamente incutir – até a náusea –  através de repetidas reportagens judaico sionista na consciência das pessoas, a ideia de que muçulmanos constituem uma ameaça à segurança do mundo ocidental judaico sionista.
Guerras humanitárias estão sendo lançadas em diversas frentes : Rússia, China e Médio Oriente são atualmente os princpais alvos.
Xenofobia e a agenda militar
A onda de xenofobia dirigida contra os muçulmanos que varre a europa ocidental está ligada a geopolítica. Ela faz parte de uma agenda militar. Ela consiste em demonizar o inimigo.
Os países muçulmanos tem mais de 60% do total da reserva mundial do petróleo. Em contraste, os Estados Unidos tem só 2% do total dessas reservas. O Iraque tem cinco vezes mais petróleo do que os Estados Unidos. (Veja Michel Chossudovsky, The “Demonization” of Muslims and the Battle for Oil, Global Research, Jannuary 4, 2007).
Uma grande parte do petróleo mundial encontra-se em países muçulmanos. O objetivo das guerras dirigidas pelos Judeus Sionistas dos Estados Unidos é o de se apropriar dessas reservas. Para obter esse objetivo esses países estão sendo atacados através de guerras, operações secretas, destabilização econômica, mudança de regimes [ou seja, por golpes de estado e por outros meios também], é o que estão tentando fazer no Brasil, Argentina e Venezuela que também são produtores de petróleo.
A inquisição judaico sionista americana
O processo para a construção de um consenso para entrar em guerra é semelhante o da inquisição espanhola. Esse requer subordinação social. O consenso político não pode ser questionado. Na sua versão contemporânea a inquisição requer e exige submissão a ideia de que guerra é um meio de difundir valores ocidentais e democracia.
Uma dicotomia entre bem e mal prevalece: “Nós temos de ir atrás desses bandidos”.
Guerra é paz.
A “grande mentira” judaico sionista passou a ser vista como verdade ... e a verdade... essa tornou-se numa “teoria conspiratória”.
Aqueles que se comprometem com a verdade são categorizados como “Terroristas”.
De acordo com Paul Craig Roberts (2011), o conceito de teoria da conspiração “passou por uma redefinição Orwelliana” ...
Uma teoria conspiratória não significa mais um evento explicado por uma conspiração. Em vez disso, isso agora significa uma explicação, ou mesmo um fato, que não marcha em sincronia com a explicação governamental e seus cafetões judaico sionistas, ou seja, "plim-plins" midiáticos ... 
Em outras palavras, quando a verdade é desconfortável para o poder e seu Ministério da Propaganda judaico sionista, a verdade é redefinida como uma teoria conspiratória, o que é  uma explicação absurda e ridícula, que seria melhor ignorar.
Ficção torna-se em fato.
Jornalismo investigativo se desfaz.
Análises de fatos sociais, políticos, e econômicos é apresentada como uma teoria conspiratória porque elas desafiam o consenso baseado nas mentiras apresentadas.
O que é a verdade?
A ameaça real à segurança mundial vem da aliança US-OTAN-Israel. Entretanto tem-se aqui também que a realidade nesse ambiente inquisitorial está sendo apresentada de ponta cabeça : os incitadores de guerras - os "JUDEUS SIONISTAS" - são apresentados como servindo a paz enquanto as vítimas da guerra são apresentadas como os próprios protagonistas da guerra.
A pátria está ameaçada.
A mídia, os intelectuais, e os cientistas, assim como os políticos obscurecem a verdade de maneira uníssona, levantando uma névoa ofuscante sobre o fato de que é a guerra US-OTAN que está destruindo a humanidade.
Quanto a mentira é vista como a verdade, não há regresso.
Quando a guerra é apresentada como um esforço humanitário, a justiça e todo o sistema legal internacional tornam-se contraditórios, como de pernas para o ar: o pacifismo e os movimentos anti-guerra são criminalizados. A oposição a guerra torna-se num ato criminoso e os reais criminosos Judeus Sionistas em altos postos governamentais desencadeiam uma caça às bruxas contra os que desafiam a sua autoridade.
A grande mentira tem de ser exposta pelo que é, e pelo que faz.
Ela aceita e endossa o assassinato indiscriminado de homens, mulheres e crianças.
Ela destrói famílias e populações. Ela destrói laços de união entre as pessoas e outros seres humanos.
Ela impede as pessoas de expressarem sua solidariedade com aqueles que sofrem. Ela defende a guerra e o estado policial como o único caminho.
Ela destrói o patriotismo tanto quanto o nacionalismo como o internacionalismo.
Quebrar essa mentira significa quebrar um projeto criminoso de destruição global, no qual a busca pelo lucro é a força preponderante.
A agenda militar em busca de lucros destrói valores humanos e transforma as pessoas em zumbis doentes, inconscientes e apatetados através da "FLUORETAÇÃO" das águas de consumo humano, aliado á alimentos "TRANSGÊNICOS" produzidos por eles.
Deixe-nos reverter essa maré.
Desafie os Judeus Sionistas criminosos de guerra em altos postos e os poderosos grupos de lobby judaico sionista que os apoiam.
Quebre a inquisição judaico sionista americana.
Subverta a cruzada militar US-OTAN-Israel.
Que se fechem as fábricas de armas e as bases militares.
Que se mandem as tropas para casa.
Membros das forças armadas deveriam desobedecer ordens e se recusar a participar em guerras criminosas.
Referências e Notas:
Prof. Michel Chossudovsky, What is a Conspiracy Theory? What is the Truth?
Copyright Global Research – http://www.globalresearch.ca
Anna Malm* - http://artigospoliticos.wordpress.com
http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=956936879f66f5cf4ffbf3aefffd56ca&cod=15187








Um comentário:

  1. 11 de Setembro = false-flag Cia + Mossad + Neocons (por ordem dos Rothschild e Rockefellers)
    e está tudo dito. é um facto científico e comprovado, não nenhuma 'teoria'.

    ResponderExcluir