segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

TERROR JUDAICO SIONISTA NO FUTEBOL - ISRAEL EXPULSA COMANDO DA FIFA


Ontem, 18:50

Delegação da FIFA não consegue chegar à Faixa de Gaza

Joseph Blatter. Foto do arquivo

O Judaico Sionismo de Israel impediu que uma delegação da FIFA liderada pelo presidente da entidade, Joseph Blatter, e contando com o presidente da UEFA, Michel Platini, chegasse nesta segunda-feira, 5, à Faixa de Gaza. O presidente do Conselho Palestino de Esportes em Gaza, Absalam Ismail Haniyeh, afirmou que os representantes internacionais não puderam cruzar a fronteira em Erez, região controlada pelo Exército israelense.

A delegação da FIFA visitaria Gaza para dar início a um programa de reconstrução de 10 estádios de futebol na Palestina, todos bastante danificados durante a última ofensiva de Israel na região. Os dirigentes da entidade internacional se encontrariam com os representantes da Associação Palestina de Futebol e assistiriam a uma partida de jovens em Khan Yunes. Entre as arenas que seriam reconstruídas estão a de Al-Yarmouk e de Falastin.
A Palestina é membro da FIFA de pleno direito desde 1998. A entidade tem muitas preocupações com o desenvolvimento do futebol no país, entre elas as dificuldades de locomoção dos jogadores entre Gaza e a Cisjordânia. Os atletas são constantemente presos pelo exército israelense. Os problemas de deslocamento são tão sérios que obrigam a realização de duas competições diferentes, uma em cada região, desde 1977.

Nenhum comentário:

Postar um comentário