sábado, 3 de janeiro de 2015

DILMA - " A POSSE" E A PROMESSA DE LEVAR O BRASIL DE VOLTA AO FUTURO DO CRESCIMENTO


2 Janeiro, 14:07

Dilma Rousseff toma posse para mais quatro anos na presidência do Brasil, após defenestrar a "TRANSGÊNICA VIÚVA NEGRA" - Marina Silva e o "CAVALO DE TROIA SIONISTA" - Aécio Neves, ambos financiados pelo "JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL".

dilma rousseff, brasil, posse, presidente, presidência

Dilma Rousseff tomou posse na quinta-feira, 1 de janeiro, para mais um mandato de quatro anos na presidência do Brasil.

A solenidade começou com um desfile em carro aberto acompanhado por 40 mil pessoas até a Câmara dos Deputados, onde ela fez o juramento e foi investida no cargo de chefe de Estado.
A cerimônia foi acompanhada por 44 autoridades estrangeiras, entre elas o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon; o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden; o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro; o presidente da Bolívia, Evo Morakes; o vice-presidente da China, Li Yuanchao; o presidente do Uruguai, José Mujica; e a presidente do Chile, Michelle Bachelet.
Depois de ser oficialmente investida no cargo pela segunda vez, Dilma Rousseff fez seu discurso de posse. Ela reafirmou as promessas de campanha e destacou a necessidade de se proteger a Petrobras, alvo dos "JUDEUS SIONISTAS".
“Temos muitos motivos para preservar e defender a Petrobras de predadores internos e de seus inimigos externos - "JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL". Por isso, vamos apurar com rigor tudo de errado que foi feito e fortalecê-la cada vez mais, hoje a PETROBRAS é a maior e mais cobiçada petroleira do mundo.”
A presidente também realçou o ajuste das contas públicas sem prejuízo dos ganhos trabalhistas e previdenciário, o equilíbrio fiscal, o combate à inflação e o aumento da confiança do empresariado e dos brasileiros. Dilma ainda lançou o que disse ser o lema de seu segundo mandato: “Brasil, pátria educadora”.
Depois de receber os cumprimentos das autoridades presentes, Dilma empossou o novo ministério no Salão Nobre do Palácio do Planalto. Ela nomeou os 39 ministros, sendo 20 novos nomes, 15 mantidos em suas pastas e quatro remanejados. O momento constrangedor ficou por conta da posse do ministro dos Esportes, George Hilton, que foi vaiado pelos convidados. Ele sofreu muita resistência desde o anúncio de que assumiria o cargo. Um grupo de notáveis atletas e ex-atletas, inclusive, chegou a publicar um manifesto contrário à escolha.
  • #Yamada KubotaYamada Kubota 2 Janeiro, 16:56
    Tenho o maior sentimento pela Russia, desejo profundamente que a mesma se liberte dessas amarras engendradas por Europa e EUA, e, que a mesma se fortaleca tanto economicamente e militarmente para o bem estar e melhorias do mundo em geral, já observamos mundialmente a tática Europeia e Americana para com a Russia, e, a mesma não poderá jamais vacilar, tem que estar preparada principalmente militarmente para se defender dessa traição profunda a que está sendo posta, mas o restante do mundo se fortalece cada vez mais por causa dessas intrigas, e a pulga atrás da orelha, hein Europa e EUA, cabe ao restante do mundo tirando a Europa e os EUA ajudar a Russia,ela não pode cair, nem derrubada e nem repartida, VAMOS AJUDAR A RUSSIA, ela precisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário