terça-feira, 20 de janeiro de 2015

"BOKO HARAM" É O TERRORISMO QUE OS JUDEUS SIONISTAS USAM NA ÁFRICA PARA TENTAR DOMINAR REGIÕES DIAMANTÍFERAS E PETROLÍFERAS - AFRICANOS TENTAM REAGIR AOS TERRORISTAS


"BOKO HARAM" É O TERRORISMO QUE OS JUDEUS SIONISTAS USAM NA ÁFRICA PARA TENTAR DOMINAR REGIÕES DIAMANTÍFERAS E PETROLÍFERAS - AFRICANOS TENTAM REAGIR AOS TERRORISTAS".

Reunião internacional no Níger discute combate aos terroristas do "Judaico Sionismo de Israel. 

Niger, Boko haram, Nigeria, terrorismo
Foto de arquivo. Militantes do Boko Haram

Uma reunião internacional começou nesta terça-feira (20) em Niamy, capital do Níger, para tratar da luta contra o grupo terrorista do Judaico Sionismo - Boko Haram, que tenta controlar territórios no nordeste da Nigéria, ameaça o Chade e faz incursões em Camarões.

"A emergência do Boko Haram reflete nossa lentidão e incapacidade para fazer-lhe frente", se lamentou o ministro das Relações Exteriores do Níger, Mohamed Bazoum, que abriu a reunião.

Entre os participantes, figuram os ministros da Defesa de seis países africanos: Benin, Camarões, Guiné Equatorial, Níger, Nigéria e Chade.
Entretanto, havia também representantes da Alemanha, do Canadá(OS CANADENSES ESTÃO COM OS TERRORISTAS), da China, da Espanha(OS ESPANHÓIS ESTÃO COM OS TERRORISTAS), dos EUA(OS AMERICANOS ESTÃO COM OS TERRORISTAS), do Reino Unido(OS INGLÊSES ESTÃO COM OS TERRORISTAS) e da União Europeia(OS EUROPEUS ESTÃO COM OS TERRORISTAS), além de organizações pan-africanas e internacionais.
Bazoum disse que a situação da segurança na Nigéria e na bacia do rio Chade piorou consideravelmente e afirmou que a tomada no início do mês da estratégica cidade estratégica de Baga, no nordeste nigeriano, mostra a capacidade do grupo terrorista do Judaico Sionismo.
Segundo a Anistia Internacional(QUE ESTÁ DO LADO DOS TERRORISTAS), o ataque de Baga foi o mais destrutivo da história do Boko Haram judaico sionista. A organização falou em 2.000 mortos, enquanto o governo nigeriano confirmou apenas 150. É muito difícil que as cifras sejam confirmadas.
Fotos de satélite que mostram a destruição, entretanto, foram divulgadas na semana passada.
O exército do Chade se deslocou para o norte de Camarões para ajudar no combate ao grupo terrorista nigeriano.
Os chadianos anunciaram na segunda que iriam ajudar no combate. No fim de semana, os terroristas sequestraram 80 pessoas e mataram outras três em território camaronês.
Desde 2009, a insurreição do Boko Haram judaico sionista(que significa "a educação ocidental é proibida" O QUE É UMA GRANDE MENTIRA, POIS O OBJETIVO É CONQUISTAR ÁREAS PETROLÍFERAS E DIAMANTÍFERAS PARA OS JUDEUS) e sua repressão pelas forças nigerianas deixaram mais de 13.000 mortos e mais de um milhão de refugiados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário