quarta-feira, 30 de abril de 2014

SANÇÕES BOOMERANG's - OBAMA JOGA NO COLO DE PUTIN 100 MILHÕES DE CLIENTES EM 48HS - INJEÇÃO SALUTAR AO CARTÃO RUSSO PRO 100


9 de Abril de 2014



O boomerang dos EUA: PRO 100 e Petrodólares

As posições afastam-se cada vez mais.

Barack Obama deu ordem para que Visa e Mastercard bloqueiem as operações na Rússia: isso faz parte do pacote de sanções, as mesmas que irão causar grave perdas em Europa (que tem em Moscovo um importante partner comercial).

Depois alguém deve ter feito notar ao simpático Obama o efeito-boomerang da decisão: isso fazia que os circuitos Visa e Mastercard perdessem de repente um mercado de 100 milhões de clientes.

As operações retomaram, mas já era tarde: em dois dias, os clientes tinham retirado 111 milhões de Dólares só dum banco, o SMP Bank.

Pior: a medida deu uma forte aceleração ao projecto russo PRO 100.
Depois de anos de retórica sobre a necessidade de ter um sistema nacional de pagamento electrónico na Rússia, Obama fez que isso em breve possa tornar-se uma realidade.

Andrey Nesterov, director de comunicações corporativas da Card Universal:
O sistema de pagamento PRO 100 está tecnologicamente pronto para prestar um serviço nacional no futuro próximo. Estimamos que serão precisos um par de meses, no entanto os grandes bancos russos, que representam mais de 40 por cento do mercado doméstico, já estão conectados ao sistema de pagamento PRO 100.
Lançado como teste em 2010, o projecto de um cartão de crédito universal electrónico deverá ser
utilizado em todos os departamentos do governo, serviços municipais e comerciais, Internet e caixas electrónicas em toda a Rússia.

De facto, os quatro maiores bancos russos encontram-se tecnicamente prontos para usar o sistema de pagamento: Sberbank , Uralsib , BAR AK e Moscow Industrial Bank.

Com isso, a medida de Obama conseguiu afastar Visa e Mastercard dum quarto do planeta e acelerou a implementação duma alternativa viável aos gigantes americanos de crédito electrónico.
Parabéns.

Mas há algo mais grave do que isso.

O fim do Petrodólar


PRO 100
A Rússia ameaça abandonar o Dólar como moeda de transição para as trocas petrolíferas, adoptando ou o Rublo (a moeda da Rússia), ou as moedas locais ou, mais provável ainda, o Yaun, a moeda da China.

Falamos, portanto, de Petrodólares.
Mas o que é um Petrodólar e porque é tão importante?

O termo "Petrodólares" foi cunhado em 1973 por Ibrahim Oweiss, professor de Economia da Universidade de Georgetown, para descrever a situação ocorria na altura nos Países do OPEC (a organização dos Países exportadores de petróleo): estes, devido ao aumento do preço do "ouro negro", tinham enormes recursos monetários, precisamente porque o petróleo era pago em Dólares.

Estes recursos foram reinvestidos apenas em pequena parte nos Estados Unidos: na maior parte dos casos, o Dólar entrou directamente no sistema económico e financeiro mundial.

Porque, do ponto de vista dos EUA, manter o petróleo pago em Dólares é tão importante?
O pagamento do petróleo (e também de outras matérias-primas) em Dólares garante uma procura constante para esta moeda no exterior, o que serve para manter constante também a taxa de câmbio, mesmo em presença de um saldo comercial negativo do comércio. Dito de outra forma: os Petrdólares financiam o deficit externo dos Estados Unidos.

Simplificando: o valor duma moeda reflecte em boa medida o estado de saúde económico dum País. Mas, no caso dos Estados Unidos, isso não acontece porque a moeda deles (o Dólar) continua a ser procurada para o comércio do petróleo e o seu valor continua artificialmente elevado.

Desde os acordos de Bretton Woods (fim da Segunda Guerra Mundial) o Dólar tem sido a moeda soberana nas transações de petróleo: este pode ser comprado ou vendido apenas em Dólares.

Mas o monopólio começa a abanar.
Em Julho de 2011, o Irão começou a negociar o petróleo com outras moedas; mais tarde, a China assinou um acordo de comércio com o Japão e o Irão para o fornecimento de petróleo e de outros produtos com pagamento em moeda local; e em Setembro de 2012, a China anunciou a abertura de uma bolsa de valores em que o petróleo bruto vai ser negociado com a Rússia em Yuan.

 O boomerang

Se o sistema global (ou boa parte deste) abandonasse o Dólar como meio de pagamento do petróleo, as consequências para os EUA (e não só...) seriam extremamente graves.

O Dólar perderia a condição de moeda superavaliada e o seu valor seria determinado com base nos parâmetros normalmente utilizados no caso das outras moedas.

Considerado o estado de saúde da economia de Washington e o abismal deficit federal, as consequências seriam terríveis, para os Estados Unidos e para todos aqueles Países que estão pesadamente ligados a eles do ponto de vista económico e financeiro.

O Ministro da Economia russo, Alexei Uljukaev, acerca das companhias energéticas nacionais:
Precisam assinar contratos mais corajosos em rublos e moedas dos Países parceiros.
Depois (dia 2 do passado Março) Andrei Kostin, do Banco do Estado:
Falei com a gestão de Gazprom, Rosneft e Rosoboronexport e não estão preocupados de utilizar o rublo para exportação. Só precisam de um mecanismo para fazer isso.
Pois: e eis o PRO 100, por exemplo.
Valentina Matvenko, presidente da câmara alta do Parlamento russo:
Algumas "cabeças quentes" já se esqueceram de que a crise económica mundial de 2008, que ainda afecta o mundo, começou com o colapso de alguns bancos nos Estados Unidos, na Grã-Bretanha e em outros países. É por isso que acreditamos que todas as acções financeiras hostis são uma faca de dois gumes, e até mesmo o menor erro voltará como um boomerang.

Pode-se dizer que as sanções norte-americanas abriram a clássica caixa de problemas de Pandora. E que arrisca pagar mais será a igualmente clássica nota verde dos EUA.

E tudo para evitar que o povo duma região, a Crimeia, decidisse qual o próprio futuro.
Valeu a pena?


Ipse dixit.

Fontes: Aurora, Investire Oggi, RT

2 comentários:

Chaplin disse...
Meu caro Max. Seguindo a linha da matéria, seria muito interessante explorar o dualismo do poder na Rússia. Sabemos, superficialmente, que a elite russa é subdividida entre judeus sionistas e descendentes dos monarcas (czares), mas os desdobramentos de tal antagonismo tem pouca visibilidade. Um assunto de alta relevância e extremamente desprezado. Obrigado.
Anónimo disse...
Se o povo da Crimeia pode decidir o que entende sobre o seu futuro como uma região autónoma, um estado federado talvez possa pensar o mesmo... assim, por exemplo, o Texas ou o Alabama.
Há sonhos que nunca morrem e quando as coisas começam a correr mal... renascem.
Impossível? Talvez. De qualquer forma, até onde é possível ir para tirar certas ideias da cabeça das pessoas?

Isto lembra-me a história da dívida do Iraque. Só que esta não passou despercebida e muito menos foi abafada. Porquê?

A Visa e a Mastercard terem concorrência não deixa de ser interessante e até irónico. Afinal, será uma realidade mais rapidamente do que estava previsto graças ao país onde "tudo nasce".

A Valentina Matvenko fala no efeito boomerang, eu já começo a ter dificuldade em entender tantos tiros no pés... é que quando os pés se acabarem, em que ficamos?

VEADOS, GAYS, PEDERASTAS, HOMOSSEXUAIS E BI-SEXUAIS - SÃO SUB PRODUTO DA SOJA TRANSGÊNICA E SEUS DERIVADOS


 É um texto do pastor americano James Rutz [1] que fez um alerta: a soja está produzindo “gays endócrinos“, ou seja, o excesso de isoflavonas que os bebês recebem, até mesmo durante sua formação gestacional, poderia estar associada ao aumento de jovens gays pelo mundo afora.

2/19/2014


Confirmado: DNA de culturas geneticamente modificadas são transferidos para os seres humanos que os comem



Em um novo estudo publicado no peer revista Public Library of Science (PLoS), os pesquisadores enfatizam que não há provas suficientes de que os fragmentos de DNA derivadas de refeição transportar genes completos que podem entrar no sistema de circulação humana através de um mecanismo desconhecido.

É interessante refletir sobre se os cientistas nestas empresas de biotecnologia já identificaram este método? Em uma das amostras de sangue a concentração relativa de planta de ADN é maior do que o ADN humano.

O estudo foi baseado na análise de mais de 1000 amostras humanas de quatro estudos independentes. PLOS é um acesso aberto, bem respeitada revista científica revisada por pares, que abrange a pesquisa primária de disciplinas dentro da ciência e da medicina. É muito bom ver este estudo publicado na mesma, confirmando o que muitos têm sido suspeitando há anos. "


Como estes temas que estou trazendo são completamente novos para a grande maioria das pessoas e muitos deles são assustadores pelas possíveis consequências para nossas vidas, vou anexar mais este que por certo é extremamente polêmico e vai levantar muitos ânimos prós e contras.

É um texto do pastor americano James Rutz [1] que fez um alerta: a soja está produzindo “gays endócrinos“, ou seja, o excesso de isoflavonas que os bebês recebem, até mesmo durante sua formação gestacional, poderia estar associada ao aumento de jovens gays pelo mundo afora.

A soja está aumentando a população gay?

James Rutz
Como a questão da homosexualidade é um tema ainda controverso e cada um tem a sua opinião, este texto está sendo colocado aqui apenas para trazer o tema à tona e possibilitar o seu questionamento, análise e novas pesquisas.

O texto inicial se intitula: “Soy is making kids ‘gay” [2], ou “A soja está fazendo crianças gays“. Vamos, então, ao texto:

“Existe algo que está lentamente envenenando e prejudicando gravemente nossos filhos e ameaçando estraçalhar nossa sociedade. A parte irônica é que é um ‘alimento saudável’, um dos mais populares.
Ora, sou um cara adepto de alimentos saudáveis, um fanático que raramente permite na cozinha qualquer alimento que não seja orgânico. Declaro aqui que tenho preferência por alimentos naturais, de modo que você saberá que não sou contra os alimentos saudáveis.

O perigoso alimento sobre o qual estou falando é a soja. Os produtos de soja são feminizadores, e estão em toda parte. Não dá mais para escapar deles.

Não tenho nada contra um lanche de soja de vez em quando. A soja é nutritiva e contém muitas coisas boas. Entretanto, infelizmente, quando comemos ou bebemos muitas coisas de soja, estamos também ingerindo quantidades significativas de estrógenos.

Estrógenos são hormônios femininos. Se você é mulher, você está inundando seu sistema com uma substância com a qual, em excesso, o seu sistema não conseguirá lidar. Se você é homem, você está suprimindo sua masculinidade e estimulando seu ‘lado feminino’, tanto física quanto mentalmente.
No desenvolvimento fetal, o padrão normal é ser feminino. Todos os seres humanos (até mesmo na velhice) tendem para com a feminilidade. A principal coisa que impede os homens de se desviarem para o modelo feminino é a testosterona, e o excesso de estrógeno suprime a testosterona.

Se você é adulto, você já se desenvolveu, e tem condições de combater alguns dos efeitos prejudiciais da soja. Os bebês não têm tanta sorte. As pesquisas agora mostram que quando você alimenta seu bebê com alimentos de soja, você está dando a ele o equivalente a cinco pílulas anticoncepcionais por dia. O sistema endócrino do bebê simplesmente não consegue lidar com esse tipo de agressão em massa. Por isso, é inevitável que o bebê sofra alguns danos. Na pior das hipóteses, os danos podem ser fatais.

A soja é feminizadora, e comumente leva a uma diminuição no tamanho do pênis, confusão sexual e homossexualidade. É por isso que a maior parte da culpa médica (não sócio-espiritual) do aumento hoje de homossexualismo está no aumento de leite de soja para bebês e outros produtos de soja. (A maioria dos bebês são alimentados por mamadeira durante alguma parte de sua infância, e um quarto deles recebe leite de soja!) Os homossexuais muitas vezes argumentam que a homossexualidade deles é inata porque ‘eu não consigo lembrar de uma época em que eu não era homossexual’. Não, a homossexualidade é sempre um desvio sexual. Mas agora muitos deles podem, com toda a verdade, dizer que eles não podem se lembrar de uma época em que o excesso de estrógeno não os estava influenciando.

Os médicos comumente esperavam que a soja reduzisse os efeitos da menopausa (calorão), impedisse o câncer e as doenças cardíacas e salvasse milhões de vidas da fome no Terceiro Mundo. Isso foi antes que eles soubessem mais coisas acerca do uso da soja por um longo período. Agora sabemos que ela é um exemplo clássico de uma cura que é pior do que a doença. Por exemplo, se seu bebê tem cólica pelo leite de vaca, você muda o alimento dele para leite de soja? Nem mesmo pense nisso. O nível de fitoestrógeno dele subirá 20 vezes o normal. Se o bebê for menina, prepare-se para observá-la alcançar o início da menstruação aos sete anos, roubando anos da infância dela. Se for menino, é bem pior: Ele demorará muito mais do que o normal para chegar à puberdade.

Uma pesquisa realizada em 2000 mostrou que uma dieta com base na soja em qualquer idade pode levar a uma tiróide fraca, que comumente produz problemas cardíacos e excesso de gordura. Será que isso poderia explicar o aumento dramático de obesidade hoje?

Pesquisas recentes em ratos mostram atrofia testicular, infertilidade e hipertrofia (aumento) do útero. Isso ajuda a explicar a epidemia de infertilidade e crescimento repentino de clínicas de fertilidade. Mas o que é triste é que ao se tornar adulto e querer se casar, será tarde demais para o bebê que foi prejudicado pela soja ser tratado por uma clínica de fertilidade.

Pior, há agora evidências científicas de que os ingredientes do estrógeno nos produtos de soja podem estar aumentando rapidamente a incidência de leucemia nas crianças. No ano mais recente, novos casos de leucemia pularam para 27 por cento. Em um ano apenas!

Há também uma conexão séria entre soja e câncer em adultos – principalmente câncer de mama. É por isso que os governos de Israel, Inglaterra, França e Nova Zelândia já estão adotando medidas bem duras contra a soja.

Em contraste triste, 60 por cento dos alimentos refinados nos supermercados americanos agora contêm soja. Pior, o uso da soja poderá duplicar nos próximos anos porque os burocratas médicos da Vigilância Sanitária dos EUA estão considerando permitir que os fabricantes de cereais, barras energéticas, leite de soja, iogurte de soja, etc. anunciem que ‘a soja impede o câncer’. Não impede.
P.S.: Nada há de errado no molho de soja. Diferente do leite de soja, é perfeitamente seguro porque é fermentado, o que muda sua estrutura molecular. Miso, natto e tempeh também são aprovados, mas evite o tofu.

[1] James Rutz é o presidente do Ministérios Megashift e fundador-presidente do Ministérios da Igreja Aberta [Open Church]. Ele é o autor de “MEGASHIFT: Acendendo o Poder Espiritual”, e “O Significado da Vida.” Veja o seu site em: [http://www.jimrutz.com/]

[2] [http://www.wnd.com/news/article.asp?ARTICLE_ID=53327]

Fontes: A Verdade Liberta , Natural revolution.org , David Icke.com , Fórum nova ordem mundial, DR. Paulo Maciel , WND 

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colaboreclicando aqui!| Imprimir Artigo | | Enviar artigo para um amigo |

CORRUPÇÃO - LABORATÓRIO JUDAICO SIONISTA "GSK" USA FAVORES SEXUAIS PARA ATRAIR MÉDICOS CHINESES E DE OUTROS PAISES É COM DINHEIRO VIVO


LABORATÓRIO GLAXO EMPRESA PERTENCENTE A "JUDEUS SIONISTAS", CORROMPE MÉDICOS NO MUNDO INTEIRO, DE HONG KONG A NOVA IORQUE  E EUROPA, MÉDICOS VIVEM DE FAVORES EM ESPÉCIE E SEXUAIS, NESTE MEIO VALE TUDO, O IMPORTANTE É QUE TODOS GANHEM DINHEIRO Á CUSTA DA HUMANIDADE CADA VEZ MAIS CARENTE.

POIS DE UM LADO, ESTÃO OS QUE CONTAMINAM, QUE É O CASO DE NESTLÉ-AGUAS DE SÃO LOURENÇO, COCA COLA-REFRIGERANTES, UNILEVER-KIBON, MONSANTO JUDAICO SIONISTA-TRNSGÊNICOS, ESTAS AS MAIS FAMOSAS E MILHARES DE OUTRAS EMPRESAS MENOS FAMOSAS, MAS OS PRODUTOS DELAS TODAS TEM ALGO EM COMUM - PROVOCAM CÂNCER, DIABETES, SÍNDROME DO METABOLISMO, DANOS AO DNA, QUEDA DO CABELO, IMPOTÊNCIA SEXUAL, RINITE, ASMA E CENTENAS DE OUTROS MALES, ONDE APENAS NO BRASIL 100 000 000 DE PESSOAS SÃO ATINGIDAS E SÓ O DIABETES AFETA 40 000 000 DE VÍTIMAS.

E DE OUTRO LADO, OS LABORATÓRIOS JUDAICO SIONISTAS QUE VENDEM ATRAVÉS DA CORRUPÇÃO DE MÉDICOS, REMÉDIOS QUE NA MAIORIA DAS VEZES NÃO CURAM NADA, E EM ALGUNS CASOS ATÉ APRESSAM A MORTE DAS VÍTIMAS, COMO É O CASO DO "AZT" USADO NA CURA DO "HIV" ERRONEAMENTE, POIS É ELE QUE PROVOCA A "AIDS".

MAS O PIOR E TENEBROSO É QUE AS EMPRESAS CITADAS SÃO ACIONISTAS ENTRE SI, POR EXEMPLO A NESTLÉ (CONTAMINANTE) TEM AÇÕES DA GLAXO(QUE FABRICA O REMÉDIO QUE NÃO CURA), QUE POR SUA VEZ TEM AÇÕES DA NESTLÉ E POR AI AFORA, E SÓ O JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL QUE POSSIBILITA ESTAS ASSOCIAÇÕES CRIMINOSAS.

28 de Abril de 2014


Glaxo: corrupção sem fronteiras


A Glaxo Smith Kline (GSK) está entre a espada e a parede.

Tranquilos, irá sair-se na boa mais uma vez, pois estamos a falar da quarta empresa farmacêutica no mundo após Pfizer, Novartis e Sanofi, um monstro com 25 biliões de Libras de facturado no ano passado (mais de 42 biliões de Dólares ou 30 biliões de Euros). Mas são chatices, isso sim.

A empresa está a coleccionar denúncias de corrupção em todo o mundo, sem parar. As mais recentes chegam do Líbano e da Jordânia. No passado dia 16 de Abril, o Wall Street Journal escreveu ter entrado na posse dum e-mail segundo o qual os funcionários da Glaxo teriam corrumpido médicos locais com amostras gratuitas de medicamentos (depois vendidas pelos médicos directamente aos pacientes) viagens.

Apenas dois dias antes, uma investigação do Panorama da BBC tinha revelado que na Polónia o gerente regional da Glaxo e 11 médicos estão sob investigação por causa de corrupção também: neste caso, tratava-se de convencer (com dinheiro, óbvio) colegas a prescrever o Seredite, um fármaco anti- asma Seretide.

O incidente ocorreu há quatro anos e a denúncia parte agora dum ex-representante da empresa, Jarek Wisniewiski. Naquele período (2010-2012) o gigante britânico alega estar envolvido num programa de formação sobre a asma, mas Wisniewiski revela que o dinheiro investido era realmente usado para pagar os médicos complacentes que asseguravam aumentar as prescrições.
Explica o ex-funcionário:
Na reunião disse que eu tinha pago o curso deles e que precisava de mais prescrições de Seretide. Então entenderam exactamente que era por isso por isso que eu estava a pagar.
Outro ex-representante da GSK, que prefere manter o anonimato, acrescenta que a empresa paga os médico em dinheiro para dar palestras inexistente, enquanto os médicos impulsionam as vendas do fármaco.
Wisniewiski confirma:
Cem libras tinham que trazer mais de uma centena de receitas do produto.
É importante realçar como, segundo o testemunho, esta não é a vontade dos representantes mas ordens directas da gerência regional. Na Wisniwiski tentou reclamar mas o resultado foi uma ameaça de despedimento.

Ainda no passado mês de Abril, dia 6: uma pessoa informada sobre os negócios da GSK no Oriente Médio revela ao Wall Street Journal que a empresa, no Iraque e secretamente, contracta como representantes de venda 16 médicos e farmacêuticos que trabalham no governo. Também neste caso o sistema é o mesmo: viagens pagas. Além disso, proporciona "prémios" em dinheiro para os médicos que mais prescrevem os produtos.

Obviamente, a GSK ganha o contrato com o Ministério da Saúde do Iraque para o fornecimento da vacina Rotarix contra a gastroenterite e os funcionários do Ministério vão de férias no Líbano, com respectivas famílias, tudo pago pela empresa.


E não podemos esquecer o escândalo iniciado no Verão do ano passado: Julho de 2013, desta vez na
China. Aqui, a multinacional britânica gasta 320 milhões de Libras para corromper os médicos com dinheiro e favores sexuais.

Em todos os casos, a estratégia é sempre a mesma: fingir de cair das nuvens. A GSK afirma não saber nada de nada e envia novos responsáveis locais para verificar que as vendas sejam feitas de forma limpa e salvar a reputação. Como se a prática da corrupção dependesse exclusivamente dos vendedores e não das ordens chegadas do "topo" (os que depois têm acesso ao dinheiro da empresa).

Vamos ver se a Glaxo conseguirá bater o seu próprio recorde, estabelecido em 2012 nos Estados Unidos: três biliões de Dólares de multas para subornar médicos em troca da prescrição de antidepressivos.

Três biliões de multa podem parecer muitos: mas, feitas as contas, nem chega a um mês de facturado.


Ipse dixit.

Fontes: The Wall Street Journal (1, 2, 3), BBC, The Telegraph, Financial Times,

3 comentários:

Chaplin disse...
Esquecestes de mais um "pormenor". Multar é apenar o primeiro recurso, mas quem garante que esses valores são efetivamente pagos? Os Estados nacionais fazem, na verdade, um teatro, como se os anúncios de multas representasse um frear dessas práticas...
Anónimo disse...
Para análise de todos:

http://www.youtube.com/watch?v=_FEDasXNjpQ

http://www.youtube.com/watch?v=ZkSJ9RxI0ZE

http://www.youtube.com/watch?v=NStpPy2N4u4
Antonio Cristovao disse...
Para quem gosta de pensar nos problemas convem pensar como se pagam as despesas de saude em sociedades modernas com populações envelhecidas e cada vez mais longevas e com as pressoes que estas sanguessugas exercem sobre por vezes pouco serios governantes.
Se nãoforem bons jornalistas e investigadores denunciarem estes factos todas as vantagens estãodolado destes crapulas.

terça-feira, 29 de abril de 2014

LUGANSK - KIEV NÃO ATENDEU AO ULTIMATO - POVO TOMA AS RÉDEAS DAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS


Ontem, 21:11

Ultimato não atendido, Apoiantes da federalização ocupam Procuradoria e sede da Polícia em Lugansk

Apoiantes da federalização ocupam Procuradoria e sede da Polícia em Lugansk

Os partidários da federalização da Ucrânia ocuparam em Lugansk o escritório do procurador regional e a sede local do Ministério do Interior, anunciou o coordenador político da SUBLEVAÇÃO " O Povo no Poder" desta cidade ucraniana, Oleg Dereko.

Segundo ele, as pessoas se reuniram no centro da cidade à espera de resposta ao ultimato apresentado a Kiev no domingo passado. Nesse documento eles exigiram assegurar de forma legal o estatuto da língua russa, abolir o aumento das tarifas e preços, realizar um referendo e libertar os presos políticos.
"Nenhuma resposta veio", disse Dereko. Ele especificou que os prédios foram tomados sem o uso de armas, e, por conseguinte, não houve feridos.

# Cloves PessoaCloves Pessoa Hoje, 03:17
Quem precisa deste dólar furado que não tem lastro neum em OURO!!! Vocês mesmo tem certa culpa no cartório pois deixaram chegar neste ponto de dominância em detrimento de vocês por permitir está muda sem lastro. Todos nós sabemos que os Yankees estão quebrados ou melhor como eu falidos. E por isto que querem guerras de qualquer jeito!
Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_04_29/Apoiantes-da-federaliza-o-ocupam-sedes-locais-da-Procuradoria-e-do-Minist-rio-do-Interior-em-Lugansk-1590/

TERROR JUDAICO SIONISTA NO EGITO - SIONISTAS CONDENAM Á`MORTE INSTANTÂNEAMENTE E POR ATACADO


EM SENDO O EXÉRCITO EGÍPCIO E SEU COMANDANTE LACAIOS DOS JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL, A CONDENAÇÃO Á MORTE, DE NADA MENOS QUE, 7 CENTENAS DE JOVENS NA FLÔR DA IDADE,  O ÓBVIO É ULULANTE, QUE A ORDEM FOI DADA POR ISRAEL, TALVEZ SEJA PARA ECONOMIZAR EXPLOSIVOS NOS ATENTADOS TERRORISTAS CONTÍNUOS, LEVARIA UM TEMPO MAIOR PARA SE ATINGIR ESTE NÚMERO DE VÍTIMAS, POIS OS MERCENÁRIOS TERRORISTAS TAMBÉM NÃO ASSASSINAM DE GRAÇA, SÃO CAROS, COM UMA DIFERENÇA, ISRAEL PREFERE ATINGIR MAIS MULHERES E CRIANÇAS, É SÓ VERIFICAR OS NÚMEROS DOS OBITUÁRIOS DOS ATENTADOS TERRORISTAS, E, EM 100% DOS CASOS OS MANDANTES SÃO OS JUDEUS, A MAIORIA DAS VÍTIMAS SÃO MULHERES E CRIANÇAS, ESTA SEMANA ATINGIRAM UMA ESCOLA PRIMÁRIA NA SÍRIA COM 200 VÍTIMAS EMTRE MORTOS E FERIDOS.

Egipto: 683 penas capitais 

O Egipto é um dos Países sortudos que foram livrados da opressão e conseguiram abraçar a Democracia. E os resultados estão à vista.


Um tribunal do Cairo condenou à morte 683 seguidores do ex-presidente egípcio Morsi, deposto após um golpe de Estado. Todos os acusados fazem parte da Irmandade Muçulmana, por isso no Ocidente ninguém encontrou nada para dizer.

Fazem-se manifestações, artigos de jornais, programas televisivos quando o Irão condena à morte uma mulher que matou o marido (a propósito: a mulher está livre, sabiam?), mas se os condenados forem muçulmanos, e num País recentemente "democraticizado", está tudo bem.

As 683 pessoas foram condenadas com a acusação de terrorismo para o ataque contra uma esquadra da polícia em Minya, em 14 de Agosto de 2013. Seizento oitenta três pessoas numa acção "terrorista" contra uma esquadra da polícia? E quais medidas tomou o tribunal contra os responsáveis da polícia que ordenaram o ataque contra os manifestantes? Nenhuma medida: é normal que no "democrático" Egipto a polícia abra o fogo contra os manifestantes (pois isso eram os "terroristas" agora condenados), deixando no terreno mais de 40 mortos (dos quais só 6 eram polícias).

O mesmo tribunal também sentenciou 492 prisões perpétuas contra igual número de "terroristas", todos apoiantes do movimento em favor de Morsi.

O Chefe das Forças Armadas egípcias, Abdel Fattah as-Sisi, um dos autores do golpe contra Morsi, é agora candidato a presidente na próxima eleição. A Irmandade Muçulmana tornou público um convite ao boicote total perante as votações, previstas para Maio. A desafiar as-Sisi apresentou-se apenas outro candidato, o moderado Habdin Sabahi: mas este já foi preso 17 vezes pelas suas ideias, por isso está habituado à prisão.

Independentemente dos pontos de vista políticos dos "irmãos" islâmicos, aquele que derrubou o Morsi foi um autêntico golpe, pois o presidente tinha sido eleito após consultação popular. E paciência se Morsi era uma "marioneta" dos Estados Unidos: a verdade é que houve eleições e os cidadãos tinham decidido.

A actual repressão, as centenas de sentenças de morte, são um insulto contra o direito dos povos à autodeterminação.

Mas do Ocidente nem um pio ou pouco mais.
As únicas reacções foram aquela do inútil secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon:

(As condenações à morte) parecem claramente não respeitar as regras básicas de um julgamento justo
...e da Casa Branca, com as palavras de Jay Carmey, porta-voz da Presidência americana:

O veredicto de hoje, assim como o do mês passado, constitui um desafio às regras mais elementares da justiça internacional.
Carney afirmou também que os Estados Unidos estão profundamente preocupados com a contínua utilização dos processos e das condenações em massa no Egipto.

Muito interessante: mas que fazer do ponto de vista prático, e não só com as palavras, perante os 15.000 que estão a apodrecer nas prisões egípcias só pelo facto de ser apoiantes de Morsi?

TRANSGÊNICOS - O MENOR DOS MALES É O CÂNCER E A OBESIDADE - RÚSSIA PROIBE


A Rússia e os TRANSGÊNICOS



Eis uma notícia que dificilmente o Leitor encontrará nos media mainstream.

O Primeiro-Ministro Dmitri Medvedev anunciou recentemente que a Rússia não irá importar mais
 produtos TRANSGÊNICOS (os geneticamente modificados), afirmando que o País tem o espaço e recursos suficientes para produzir alimentos orgânicos:


Se os americanos gostam de comer produtos TRANSGÊNICOS, que comam. Nós não precisamos deles; temos espaço suficiente e a capacidade de produzir alimentos orgânicos.
A Rússia tem assim o objectivo de ser adicionada à longa lista (que cresce ininterruptamente) dos Países anti-TRANSGÊNICOS. Isso após dum grupo de cientistas russos ter convidado o governo a estabelecer uma moratória sobre os TRANSGÊNICOS, no mínimo de 10 anos, e a estudar em profundidade a influência destes produtos sobre a saúde humana.

Irina Ermakova, vice-presidente da Associação Nacional da Segurança Genética:
É necessário proibir os TRANSGÊNICOS e impor uma moratória de 10 anos. Enquanto osTRANSGÊNICOS estiverem proibidos, planejamos experimentos, testes, ou até novos métodos de pesquisa que podem ser desenvolvidos. Tem sido demonstrado, não só na Rússia mas também em muitos outros Países ao redor do mundo, que os TRANSGÊNICOS são perigosos.
Os métodos para obter os TRANSGÊNICOS não são perfeitos, portanto, nesta fase, todos os TRANSGÊNICOS são perigosos. O consumo e a utilização de TRANSGÊNICOS obtidos de uma certa maneira podem levar ao câncer e à obesidade aos humanos e animais. As bio-tecnologias certamente devem ser desenvolvidas, mas os TRANSGÊNICOS devem ser parados. Devemos deixar de espalha-los.
























Uma etapa da Nova Guerra Fria? Com certeza os russos não ignoram que os principais produtores de TRANSGÊNICOS são empresas JUDAICO SIONISTAS: e que as principais cultivações encontram-se nos ESTADOS UNIDOS e no BRASIL.

Em todo o mundo existem mais de 114 milhões de hectares de culturas de plantas TRANSGÊNICAS (geneticamente modificadas), mas mais da metade estão localizadas nos Estados Unidos (51% do total), enquanto que mais de 87% de todos os produtos TRANSGÊNICOS são cultivados no continente americano, inclusive  BRASIL.

Todavia, o debate em Moscovo acerca dos TRANSGÊNICOS não é novo. No passado mês de Setembro, a Rússia aprovou a inscrição obrigatória de todos os TRANSGÊNICOS e dos produtos que contêm TRANSGÊNICOS: a lei impõe o registo obrigatório de todos os produtos que contenham componentes TRANSGÊNICOS.

Também em Setembro, as autoridades russas suspenderam temporariamente a importação e a venda de milho geneticamente modificado da Monsanto (EMPRESA JUDAICO SIONISTA) depois de um estudo francês ter sugerido que este pode estar ligado ao câncer. Na altura, o Primeiro-Ministro Medvedev ordenou que as agências reguladoras  uma proibição imediata de todas as importações de  TRANSGÊNICOS para o País.

Já em Fevereiro, a Duma introduziu uma lei que proíbe o cultivo de alimentos TRANSGÊNICOS e o Presidente Putin ordenou que os cidadãos russos fiquem protegidos contra os TRANSGÊNICOS.

A Comissão da Agricultura apoiou a recomendação da proibição dos TRANSGÊNICOS e a normativa entrará plenamente em vigor em Julho de 2014.

A lista dos Países que adoptam restrições para os TRANSGÊNICOS aumenta.

POLÔNIA - VEADOS INFESTAM O PARLAMENTO E PROVOCAM A IRA DO Nobel da Paz, Lech Walesa


sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Lech Walesa ataca deputados veados do parlamento polonês

Nobel da Paz, Lech Walesa ataca deputados

veados do parlamento polonês


Nobel da Paz, Lech Walesa ataca deputados gays do parlamento polonês
AFP

O ex-presidente polonês e prêmio Nobel da Paz Lech Walesa disse nesta sexta-feira que os deputados veados deveriam se sentar na última fila do recinto parlamentar ou até fora do parlamento, porque representam apenas uma minoria.

Ao ser perguntado por um jornalista sobre se os deputados
veados deveriam se sentar no fundo, na última fila do recinto parlamentar, já que representam uma minoria, Walesa, um católico fervoroso, respondeu: "Sim, inclusive atrás do muro ou no zoológico".

Eles  deveriam ser deputados em Israel, pois além de serem veados, são JUDEUS SIONISTAS!


"Nós respeitamos a maioria, respeitamos a democracia. A maioria construiu a democracia e ela lhe pertence. Agora temos uma minoria que caminha sobre a cabeça da maioria".

"Não quero que esta minoria, com a qual não concordo mas que tolero, se manifeste nas ruas e faça virar a cabeça de meus filhos e netos".

"Sou da velha escola e não penso em mudar. Entendo que há gente diferente, diferentes orientações e que têm direito a sua identidade, mas que não mudem a ordem estabelecida há séculos. Não quero nem ouvir falar nisto. Que façam entre eles, mas deixem em paz a mim e a meus netos, e também a minha Pátria", concluiu Walesa.


Fonte : http://portuguese.ruvr.ru/2013_03_03/106717231/

Ao que parece, muita gente já está de cota cheia com o politicamente correto e a ditadura gay.

FRANCE - "Juif, Hors de France !" "Juif , la France n'est pas à toi !" (Judeus, fora da França!) - MANIFESTANTES EM FÚRIA


quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

"Judeus, fora da França", gritam manifestantes

A França dando exemplo ao mundo quanto às manifestações pela Família Tradicional Heterossexual, contra o casamento gay, contra o ataque a fé cristã, pedindo o afastamento de seu presidente sionista François Hollande, manifestações de "católicos em fúria", centenas gritando "cadeia aos maçons", contra o Clube Bilderberg, contra a imprensa sionista manipuladora, pela quenelle do humorista francês Dieudonné demitido por fazer piadas sobre judeus , etc, e agora, novos protestos com milhares de franceses às ruas com gritos de :

"Juif, Hors de France !" (Judeus, fora da França!)

"Juif , la France n'est pas à toi !" (Judeus, a França não é para vocês!)


8 comentários:

  1. Maravilha! vou até tomar um vinho Frances! ... Que seja feita a justiça e que os manipuladores do mal sejam revelados.

    EDUARDO-SP
    Responder
    Respostas
    1. Povo estranho. Ficaram 2.000 anos reclamando que tinham perdido a terra deles e agora que a tem, não vão pra Israel.

      Abraços, Eduardo
  2. Caros,
    O judeu só se infiltrou entre nossa espécie por conta de nossa covardia!!
    Não somos judeus mas aceitamos deus judeu?? Aceitamos cristos judeus???
    Aceitamos até ciência judia!!!
    E igualitariamente, libertariamente e fraternalmente aceitamos repúblicas JUDIAS?????
    E marxistamente aceitamos comunismo judeu??
    E são os judeus os demônios???
    Não seremos nós os otários???
    Vem um judeu e diz aos gentios não matarás enquanto deus diz aos judeus matem a todos, e nós obedecemos até aceitando lei que protege judeu!!!
    E os judeus é que são os monstros???
    Será que não está na hora do gentio de merda se tocar que agora é tarde e inês é morta???
    Enquanto os judeus mataram todas as raças puras da terra, o gentio se hibridizou com judeus e agora tem ainda algum gentio que se acha melhor que judeu???
    Os lixos eram eles, filhotes hibridos de uma divindade misógina, e nós seguimos a divindade e seu filhote e agora graças a hirbidação somos todos lixos!!
    A humanidade otária tentou ser a escolhida de deus e conseguiu virar lixo como sói ser todo ser seguidor de peDEUSrasta!!
    A humanidade aceitou reproduzir com judeu e agora quer ser melhor que essas aberrações???
    PQP! galera, tá na hora da humanidade assumir as próprias cagadas!!
    E tem que começar a limpar a raça... se é que ainda existe raça nessa corja!!
    E eles é que são os excrementos???
    Responder
    Respostas
    1. Não diria "covardia", mas creio que foram uma série de fatores que contribuíram para que chegássemos onde infelizmente chegamos.
    2. A covardia foi um dos elementos chaves, Cobalto.
      Mas eu penso que a verdadeira desgraça foi e ainda é o comodismo. É nele que os gentios se refestelam, bem ao estilo do "Tá ruim, mas tá bom! Mais vale pingar que faltar!"

      A imagem do Jeca Tatu cai perfeitamente ao gentio. Nossa grande missão é gradativamente e sem retroceder, esmorecer e muito menos desistir chamar esses alienados para a vida útil, prática, crítica, guerreira, inconformada com o marasmo e sem nunca dizer amém aos "especialistas" que dizem saber o que é melhor para nós.

      Eu estou nessa.
      Abraços.
  3. O povo brasileiro, alem de bruto e antissemita.
    Responder
    Respostas
    1. Estude o Talmud e depois podemos conversar sobre quem é "povo bruto e racista"

segunda-feira, 28 de abril de 2014

MAC DONALDS - BATATAS TRANSGÊNICAS PROVOCAM asma, enfermidades da pele, transtornos hormonais(HOMOSSEXUALISMO), câncer e danos ao DNA.



Ingredientes Chocantes em Batatas TRANSGÊNICAS Fritas do McDonald´s

Açucaradas: batatas TRANSGÊNICAS são banhadas em solução de glicose para que fiquem douradas e uniformes, diz McDonald’sDaniel Acker / Bloomberg
Se supõe que haja três componentes nas batatas fritas do McDonald´s: sal, óleo e batatas. Mas os consumidores desse fast food não imaginam a real lista de ingredientes e técnicas chocantes de produção, onde usam BATATAS TRANSGÊNICAS.

O McDonald´s começou uma campanha de transparência. Como resultado, a companhia publicou a lista de seus ingredientes e técnicas disponíveis em sua página na web. Aqui está a relação de ingredientes presentes nas batatas fritas.

As batatas TRANSGÊNICAS fritas do McDonald´s contêm:

- Batatas.

- Óleo de canola, que é geneticamente modificado.

- Óleo de soja TRANSGÊNICO, extraído de soja TRANSGÊNICA - geneticamente modificada.

- Óleo de cártamo: a maioria do cártamo é aquecido a altas temperaturas, o que provoca sua alteração química.

- Dextrose, um tipo de açúcar.

- Ácido sódio pirofosfato. Este ingrediente aparentemente é utilizado para manter o cor das batatas fritas.

- Ácido cítrico, utilizado como conservante.

- Dimetilpolisiloxano, frequentemente utilizado como um agente antiespumante.

- “Sabor natural”. É aparentemente obtido de uma fonte vegetal, mas o apelido “natural” não significa nada, uma vez incluso, pode potencialmente conter glutamato monossódico (MSG).

- Óleo vegetal para fritura, que é uma mescla de 7 ingredientes, incluindo: o óleo de canola TRANSGÊNICO, óleo de milho 
TRANSGÊNICO, óleo de soja TRANSGÊNICO, óleo de soja hidrogenado com terc-butil-hidroquinona (TBHQ), ácido cítrico, e dimetilpolisiloxano.

-TBHQ, um ingrediente a base de petróleo. Utilizado como conservante. Tem sido relacionado com a asma, enfermidades da pele, transtornos hormonais (HOMOSSEXUALISMO), e em estudos em animais a longo prazo: com o câncer e danos ao DNA.

O programa de transparência foi lançado pelo Canadá mediante um vídeo do YouTube para responder as perguntas de alguns consumidores, explicando-lhes por que a comida da companhia é vista tão drasticamente diferente da publicada pelos restaurantes.



Sob o lema ‘Nossa comida, suas perguntas‘ o McDonald’s abriu as portas da cozinha dando a marca, supostamente, uma imagem pública de transparência.

Fontes: O Globo , Noticias Naturais 

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria? Colaboreclicando aqui!



Não se influencie pelos artigos que postamos no blog, 

 forme a sua própria opinião, tire as suas próprias conclusões, 
mantenha-se atualizado, desenvolva seu saber, e boa leitura! 
FONTE  

Nos dias de Noé

ESTUPRADAS DURANTE E PÓS GUERRA - MULHERES SÃO TROFÉUS AOS SOLDADOS


Milhões de mulheres estupradas: pelo menos 2 milhões de alemãs por AMERICANOS - SOVIÉTICOS - INGLESES - CANADENSES E FRANCESES, italianas por AMERICANOS - INGLESES - CANADENSES E FRANCESES, sírias por TERRORISTAS JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL, líbias por TERRORISTAS JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL, francesas por ALEMÃES E AUSTRÍACOS, iraquianas por AMERICANOS - INGLESES - AUSTRALIANOS - FRANCESES - CANADENSES E TERRORISTAS JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL, vietnamitas por AMERICANOS - AUSTRALIANOS - INGLESES - FRANCESES E CANADENSES, japonesas por AMERICANOS -AUSTRALIANOS - INGLESES - FRANCESES E CANADENSES, afegãs por AMERICANOS - AUSTRALIANOS - INGLESES - FRANCESES - CANADENSES E TERRORISTAS JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL, chinesas por JAPONESES, paraguaias por BRASILEIROS - ARGENTINOS E URUGUAIOS, E ETC...

E agora vem um filme montado sobre mentiras pelos JUDEUS SIONISTAS DE ISRAEL, sentandos em cima do rabo QUE NÃO É PEQUENO, É DE LONGE O MAIOR DE TODOS OS VILÕES MUNDIAIS, e apontando o rabo dos outros, citando os RUSSOS como se fossem os inventores do estupro, à época era a URSS com exército formado pelos seguintes países: Rússia, Estônia, Letônia, Lituânia, Bielo-Rússia, Ucrânia, Moldávia, Geórgia, Armênia, Azerbaijão, Cazaquistão, Uzbequistão, Quirguízia ou Quirguistão, Turcomenistão e Tadjiquistão, acusar os russos é no mínimo uma monstruosa e maquiavélica orquestração para denegrir a imagem dos russos ante a opinião pública mundial, a exemplo do que fazem contra os muçulmanos. disseminando os MITOS = HOMEM BOMBA = AL QAEDA = ORGANIZAÇÕES ISLAMISTAS, quando na realidade a AL QAEDA é um exército mercenário de terroristas, composto de ex-soldados desempregados e cooptados no mundo inteiro, e quanto aos HOMEMS BOMBAS, é outro e dessa práticaMITO, são especialistas em explosivos e detonadores por controle remoto, pelo número de atentados praticados, se fossem o que dizem, já teriam sido extintos, pois explodiram todos, um exemplo gritante dessa prática cito os VIETCONG's, pelo número de mortos anunciados, teriam matado a metade do exército vietnamita, e na verdade estavam sendo derrotados, e foi uma DERROTA ACACHAPANTE, os vietnamitas colocaram pra correr, nada menos do que 1 000 000 de soldados americanos com as calças nas mãos.

O filme versa sobre mulheres estupradas pelos Aliados, e apontam só os russos como estupradores, os aliados são: ESTADOS UNIDOS - FRANÇA - INGLATERRA - CANADÁ - URSS E AUSTRÁLIA E ETC...

Filme resgata drama de mulheres violentadas no pós-guerra

A estréia de um filme alemão lança luz sobre um drama mantido em silêncio após a Segunda Guerra: o de milhares de mulheres estupradas na Alemanha ao fim do conflito, a maioria vítima de soldados do Exército Vermelho.

             
               Imagem de 'Anonyma - Uma mulher em Berlim' 

Fim de abril de 1945. A Alemanha está à beira da queda, Hitler prestes a se suicidar, o fim da Segunda Guerra Mundial será declarado dias depois.

Em Berlim, um grupo de mulheres se esconde no porão de uma velha casa, enquanto o Exército Vermelho marcha sobre a capital recém-tomada. Quando são encontradas pelos soldados soviéticos, começa uma rotina de violência sexual e humilhação que vai se estender pelos próximos meses.

                
             Segundo Nina Hoss, sua personagem 'passou pelo inferno'

Anonyma – eine Frau in Berlim (Uma mulher em Berlim) retrata desde a primeira cena o outro lado da guerra – o lado feminino, das mulheres transformadas em presas fáceis. Lançado na quinta-feira (23/10) na Alemanha, o filme traz pela primeira vez para o cinema o drama vivido pelas alemãs no pós-guerra. Ele é baseado na história de Marta Hiller – a quem se atribui, hoje, a autoria do livro Uma mulher em Berlim.

Obra só reconhecida em 2003

O livro permaneceu anônimo durante décadas, e relata, de forma autobiográfica, os horrores que Hiller sofreu em Berlim entre 20 de abril e 22 de junho de 1945. Na época com cerca de 30 anos, ela foi estuprada diversas vezes até iniciar um relacionamento com um oficial russo para se proteger de futuros ataques.

A história do livro reflete a resistência ao tema. Hiller conseguiu lançá-lo pela primeira vez fora da Alemanha, em inglês, em 1954. Em 1959, uma editora suíça concordou em publicar a obra em alemão, mas o livro foi recebido com críticas negativas – acusando-a de "sujar" a honra das mulheres alemãs – e as vendas foram fracas.

Apenas em 2003, dois anos após a morte de Hiller, a obra ganhou uma nova edição alemã. Esta foi aclamada pela crítica e tornou-se um dos livros mais lidos daquele ano. A identidade da autora foi desvelada poucos meses após o relançamento, por uma reportagem do jornal Süddeutsche Zeitung.

Dois milhões de mulheres foram vítimas

                
         Soldado soviético iça a bandeira sobre Reichstag simbolizando 
                  a ocupação de Berlim, em maio de 1945

A estréia do filme – com direção de Max Färberböck e a atriz Nina Hoss no papel principal, com o nome Anonyma – promete levantar debates sobre um assunto negligenciado por décadas. O misto de medo, vergonha e sentimento de desonra nas mulheres era agravado pelo intrincado contexto político e social no pós-guerra. O assunto era tabu sobretudo na Alemanha Oriental, onde qualquer crítica ao Exército Vermelho era inaceitável.

Historiadores estimam que dois milhões de mulheres tenham sido violentadas na Alemanha por soldados após a guerra. Somente em Berlim, 100 mil mulheres teriam sido vítimas do Exército Vermelho. A maior parte dos estupros ocorreu nos territórios por onde o exército soviético passou, mas casos de abuso sexual ocorreram também na Alemanha Ocidental.

"Pela primeira vez, o fenômeno de estupros em massa desencadeado no fim da guerra se torna tema de um filme alemão", comemorou o deputado alemão Jochen Konrad-Fromme. "Isto significa que, 63 anos após o fim da guerra, o destino e o sofrimento de centenas de milhares de mulheres alemãs estão sendo reconhecidos pela primeira vez", aponta o político da União Democrata Cristã (CDU).

Projeto de pesquisa, documentário e livro sobre o tema

Paralelamente ao lançamento do filme nos cinemas alemães, o debate ganha novos espaços de discussão. Neste mês, a universidade de Greifswald, no nordeste do país, lançou um projeto de pesquisa para estudar o trauma de mulheres violentadas durante aquele período.

Segundo o diretor da pesquisa, Phillip Kuwert, o estudo vai ajudar a analisar os efeitos psicológicos sobre vítimas de abuso sexual a longo termo e, assim, a desenvolver melhores métodos de tratamento para conflitos em zonas de guerra.

O tema ganhou também um documentário da emissora alemã ZDF. A jornalista alemã Ingeborg Jacobs entrevistou mulheres que estavam em Berlim durante a ocupação das tropas soviéticas em 1945.

                
       'Mulheres dos escombros' trabalham nas ruas de Berlim no pós-guerra

Ela obteve depoimentos variados: falou com mulheres que cogitaram o suicídio após serem estupradas; que engravidaram e depois sofreram para educar um filho que a sociedade apelidava de "moleque russo"; que se envolveram com um soldado para se proteger dos outros; ou mesmo que se apaixonaram, mas ainda assim sofreram: em meados de 1945, a confraternização com integrantes Exército Vermelho foi proibida para quem estava do lado ocidental. Os depoimentos resultaram não apenas no documentário, como também foram reunidos no livro Freiwild (Presa Fácil), que Jacobs lançou em setembro deste ano.

Filme sentimentalista, tema relevante

O filme Anonyma – uma mulher em Berlim deixou a crítica alemã dividida. Alguns atacaram a produção por ter tratado de maneira muito trivial e sentimentalista um assunto tão sério. Outros louvam o filme por trazer ao grande público um capítulo da história que tantos conhecem mal – e muitos ainda teimam em desconhecer.

Fonte : http://www.dw.de/filme-resgata-drama-de-mulheres-violentadas-no-p%C3%B3s-guerra/a-3737598

Veja o trailer original do filme "Anonyma - Uma Mulher em Berlim"



E/ou o filme completo : 


E ainda neste link, o filme em áudio original e legendado em português :
http://filmesonlinetocadoscinefilosvideos.blogspot.com.br/2013/09/anonyma-uma-mulher-em-berlim-2008.html

NOTA: O blog acima, fez modificações e novos acessos aos seus filmes se faz necessário prévio cadastramento:
http://tocadoscinefilos.com.br/uma-mulher-em-berlim-2008/
_______________________________________________________________

Este é um daqueles muitos filmes que jamais a sionista Rede Globo mostrará.

Veja esta pequena filmagem de 42 segundos, onde uma jovem alemã vagando perdida logo depois do término da guerra. São cenas reais e não alguma fantasiosa produção da judaica de Hollywood. 

Reparem no rosto desfigurado, no olhar perdido com um pedido de ajuda, nos seus gestos inquietos e imprecisos. É também nítida que ela está envergonhada, porque algo que era contra a sua educação, civilidade, honra e dignidade lhe fora roubada de forma violenta, pois as marcas no seu rosto demonstram que houve resistência da parte dela para que a perda de sua moral e decência não acontecessem. Foi isso que os Aliados (americanos, russos, ingleses, maçons e sionistas) promoveram a exaustão contra um povo já rendido, desarmado, civil e principalmente mulheres e as crianças do sexo feminino. Por estas e outras coisas que os mesmos se apavoram quando ouvem a palavra revisionismo.


4 comentários:

  1. Caro Cobalto,
    Sempre afirmo que MULHER tem que saber lutar, tem que saber MATAR e tem que fazer isso sempre que for ameaçada!!
    Mulher tem que entender que tem que seguir a cartilha da arte da guerra de Sun Tzu, se estuprada SÓ A EXECUSSÃO SUMÁRIA DO ESTUPRADOR SERÁ LEGÍTIMA.
    Não existe dar parzer para o inimigo, e se o preço for o suicídio, que seja, visto que servir de receptáculo seminal do inimigo é o mesmo que servir e ser útil ao inimigo. Se as mulheres entenderem isso, elas verão que nada como uma mordida na jugular para acabar com o sofrimento e acabar com o inimigo.
    MULHER TEM QUE FAZER ARTE MARCIAL, TEM QUE PORTAR ARMA E TEM QUE SABER MATAR ACIMA DE TUDO, POIS SÓ ASSIM ENTENDERÁ QUE NINGUÉM PODE TOCA-LA SEM A PERMISSÃO DELA PRÓPRIA.
    QUEM DÁ A VIDA TEM QUE APRENDER A MATAR PARA PODER ENTENDER QUE NEM TODOS DEVEM NASCER.

    Respostas




    1. O revoltante é que tem gente que concorda com estupro de mulheres como arma de guerra. Uma insanidade pra lá de total.

      Abraços
  2. o link do filme legendado em português, esta sendo redirecionada a uma pagina que fala não existir no blog, arruma por favor.
    Responder

    Respostas





    1. O blog fez modificações e novos acessos aos seus filmes se faz necessário prévio cadastramento.

      http://tocadoscinefilos.com.br/uma-mulher-em-berlim-2008/

      Abraços, Anônimo.