sábado, 27 de dezembro de 2014

UCRÂNIA - VÁRIOS ATENTADOS TERRORISTAS NAS CIDADES UCRANIANAS


Explosões ocorrem nas cidades ucranianas de Odessa e Kherson

Ucrania, Odessa, explosão, vitimas, bomba
Foto de arquivo. Odessa

Uma explosão ocorreu em uma das ruas de Odessa, matando uma pessoa, relata o chefe do serviço de imprensa da polícia local Vladimir Shablienko.

Segundo Shablienko, o incidente ocorreu na rua durante o transporte de um artefato explosivo, outros detalhes estão sendo apurados.
"As informações preliminares da cena em Segedskaya: uma pessoa morreu..., sua personalidade ainda não foi estabelecida", escreveu Shablienko em sua página no Facebook.
A polícia relata que "a investigação preliminar constatou que um cidadão, com idade inferior a 45 anos, passava pela rua levando nas mãos uma mala, supostamente, com uma bomba. Durante o movimento ocorreu a explosão descontrolada, a onda de choque jogou o corpo do homem a uma distância de dezenas de metros", afirma a mensagem.
A explosão danificou as janelas e varandas de vários prédios residenciais. Ninguém ficou ferido. Todos os serviços policiais estão trabalhando no local.
A polícia ucraniana qualificou esta explosão como um ato terrorista.
Mais tarde, tornou-se conhecido sobre explosões em uma outra cidade ucraniana – Kherson. No centro da cidade, na esquina da rua Belinskogo e Karl Marx ocorreram duas explosões, informa a edição ucraniana Grivna.ua com referência a seu próprio correspondente.
Uma explosão, segundo testemunhas, trovejou junto à entrada de uma casa de câmbio, a outra - dentro dela.
Segundo a Grivna.ua, de acordo com informações preliminares, o artefato explosivo foi detonado por um homem na rua que, em seguida, se explodiu dentro do prédio.
Ao mesmo tempo, segundo a edição local Most, o homem entrou no serviço de câmbio e ameaçou explodi-lo se não recebesse o dinheiro. A exigência não foi cumprida, em seguida, ocorreu a explosão, o homem morreu. A informação sobre a segunda explosão não foi confirmada, divulgou a Most, citando uma fonte policial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário