sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

RÚSSIA - MENSAGEM DE NOVOS RUMOS AOS PARCEIROS - "UNIÃO EURASIANA" - "BRICS" - EUROPEUS - AMERICANOS - ASÍÁTICOS E EM ESPECIAL AO POVO RUSSO


2
3 Dezembro, 17:23

Mensagem do presidente da Rússia à Assembleia Federal: expectativas de peritos

Russia, Putin, presidente, governo, mensagem anual

Foto de arquivo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, apresentará a 4 de dezembro a sua Mensagem à Assembleia Federal. Este é um documento político-jurídico programático que expressa a visão do chefe de Estado em relação a orientações estratégicas de desenvolvimento da Rússia para os próximos anos.

Como se espera, será abordada no ano em curso a reestruturação da economia com destaque para a proteção da soberania do país.
Na história contemporânea da Rússia, esta será a 21ª Mensagem do presidente. Estarão presentes no Kremlin os deputados da Duma de Estado e senadores do Conselho da Federação, os membros do governo, os membros dos Tribunais Constitucional e Supremo, o procurador-geral, o chefe do Comitê de Investigação, os dirigentes da Comissão Eleitoral Central e da Câmara de Contas, assim como os membros do Conselho de Estado e os chefes das principais confissões religiosas.
Andrei Klimov
Desta vez, a Mensagem é esperada com especial atenção. Num ano, as relações internacionais sofreram importantes mudanças e a situação econômica tornou-se também diferente. Os destaques dados pelo presidente ajudarão os representantes de diferentes ramos de poder a estruturar seus trabalhos seguindo as prioridades apontadas, considera o dirigente adjunto do Comitê para Assuntos Internacionais do Conselho da Federação da FR, Andrei Klimov:

 
“Penso que atualmente é necessário precisar as nossas relações com os parceiros da União Europeia e com os Estados Unidos. Tudo está mais ou menos claro com os países do BRICS, mas é também necessário destacar a importância desse diálogo. Em 2015, a Rússia assumirá a presidência no BRICS, por isso tem sentido concentrar-se na variante russa do programa de cooperação no quadro do BRICS.
Resultado de imagem para SHANGAI
Em 2015, a Rússia irá acolher um encontro de cúpula da Organização de Cooperação de Xangai. Também é importante que a partir de 1 de janeiro começará a funcionar a União Econômica Eurasiática – a meu ver, seria justo também pormenorizar esse acontecimento, para que os parceiros entendam as tarefas e perspectivas dessa união. Importa assinalar que essa união é um sistema aberto e não está dirigida contra alguém, mas, pelo contrário, deve garantir maior estabilidade em todo o espaço eurasiático”.
A Mensagem do presidente, apesar de estar destinada em primeiro lugar ao público nacional, desperta também grande interesse por parte de veículos de comunicação, políticos e peritos estrangeiros. Este fato deve ser aproveitado, não duvida Alexander Babakov, dirigente da Comissão da Duma de Estado da Rússia para Acompanhamento Jurídico do Desenvolvimento do Setor Militar-Industrial da FR:
UCRÂNIA RUSSA - POVO ALEGRE E FELIZ
UCRÂNIA RUSSA - POVO ALEGRE E FELIZ
UCRÂNIA RUSSA - POVO ALEGRE E FELIZ
UCRÂNIA DO OCIDENTE - FOME E MISÉRIA
UCRÂNIA DO OCIDENTE - MORTE, FOME E MISÉRIA
Atualmente, o Ocidente tem desdobrado uma guerra informativa contra a Rússia, utilizando cinicamente informações não comprovadas sobre os acontecimentos na Ucrânia e em torno dela. Por isso seria importante esclarecer mais uma vez a posição da Rússia e seus motivos”.
As tendências objetivas e as alterações sócio-econômicas no interior da Rússia estão ditando a necessidade de mudanças. O membro do Comitê do Conselho da Federação para Política Econômica, Evgueni Tarlo, está interessado em ouvir o ponto de vista do chefe de Estado em relação a esse assunto:
“Espero ouvir uma declaração firme do presidente sobre a renúncia à política econômica errada que estamos aplicando desde 1991. Devemos desenvolver a produção nacional e tenho a certeza de que o presidente irá falar sobre isso. Temos de diversificar os mercados de venda dos nossos artigos, não contando apenas com o fornecimento de produtos energéticos à Europa, que nos está chantageando face à atual situação. Devemos vender tanto produtos energéticos, como artigos metalomecânicos e agrícolas a muitos países. Podemos negociar com todo o mundo e não precisamos absolutamente de contar apenas com aqueles que tentam nos privar da soberania e do direito de voto”.
A apresentação da Mensagem do presidente à Assembleia Federal começará ao meio-dia do horário de Moscou em 4 de dezembro.
  • #ravengarravengar 3 Dezembro, 22:23
    É isso aí. Com certeza absoluta que o Presidente Putin será claro e sábio em seu pronunciamento. Parabéns ao povo russo pelo presidente que tem e principalmente parabéns ao presidente Putin, que com certeza absoluta o maior estadista do seculo XX e XXI, pelo povo que tem. Sucesso ao povo Russo.
  • #JOÃO CARLOSJOÃO CARLOS 3 Dezembro, 23:15
    Faço votos que o Presidente Putin, consiga cativar os investidores nacionais a incrementaria a sua produção nacional em relação a todos os tipos de produtos, para os quais a Rússia se torne mais competitiva quer em termos Nacionais e internacionais. Quantos aos Produtos, Bens ou Serviços, que ainda não sejam competitivos deverá ser feito uma analise e estudo, bem fundamentado das razões, e quais os meios e as sinergias necessárias a desenvolver, para que, esses Produtos, Bens e Serviços consigam atingir bons índices de desenvolvimento.
    Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_12_03/Mensagem-do-presidente-da-R-ssia-Assembleia-Federal-expectativas-de-peritos-0186/

Nenhum comentário:

Postar um comentário