sábado, 27 de dezembro de 2014

BOEING MALAIO - UCRÂNIA ESCONDE PILOTO ASSASSINO E SE RECUSA A COOPERAR E HOLANDA TENTA ACOBERTAR INVESTIGAÇÃO E RÚSSIA APRESENTA PROVAS CONTUDENTES


26 Dezembro, 15:00

Ucrânia se recusa a apresentar o piloto envolvido na queda de Boeing, Capitão Voloshin


vladislav voloshin, malaysia airlines, boeing, acidente, ucrânia

O representante do Serviço de Segurança da Ucrânia recusou a comentar a proposta russa de testar no polígrafo o piloto militar Capitão Voloshin, que pilotava o SU-25 no ataque ao Boeing malaio, abatido na Ucrânia em julho de 2014.

Esta semana o Comitê de Investigação da Rússia obteve provas da participação de um avião militar ucraniano Su-25 na queda do Boeing 777 malaio em Donbass.
Segundo depoimentos prestados por um testemunha, um antigo militar ucraniano, a aeronave teria sido derrubada por um avião militar que era pilotado pelo capitão Voloshin da Força Aérea da Ucrânia.
O Serviço de Segurança da Ucrânia reconheceu que o capitão Voloshin presta serviço nas Forças Armadas da Ucrânia, mas afirma que ele não tivesse efetuado voos no dia da catástrofe.
“O fato de o Serviço de Segurança da Ucrânia reconhecer a existência de Voloshin já é um sucesso. Quanto ao voo realizado em 17 de julho, isto não é muito difícil de verificar. Basta apresentar a “caderneta de operações” aos órgãos competentes da Holanda ou testar Voloshin mediante o polígrafo ao dispor de técnicos holandeses ou malaios”, realçou o porta-voz do Comitê de Investigação russo Vladimir Markin.
No entanto, o representante do Serviço de Segurança da Ucrânia se recusou a comentar esta informação.
O avião que fazia o voo MH17 entre Amsterdã a e Kuala Lumpur foi abatido em 17 de julho na região ucraniana de Donetsk. Todos os passageiros pereceram. A Holanda publicou o informe preliminar sobre a catástrofe do Boeing. Os peritos confirmaram que o avião se desintegrou durante o voo “por causa de danos estruturais provocados pela ação externa de numerosos objetos de alto potencial energético”. Mas a fonte destes objetos não foi especificada.
  • #Bismarck SouzaBismarck Souza 26 Dezembro, 15:16
    Eu já sabia, tudo foi armação, isso prova a mentira, a manipulação da arrogância e prepotência, mas a Rússia esta mostrando ao mundo quem é os EUA. Ou seja sabemos quem são os verdadeiros terroristas mundiais, fomentadores e alimentadores das guerras que vemos hoje..
  • #YrokumataYrokumata 26 Dezembro, 15:21
    Aos poucos e poucos, a verdade vem vindo ao de cima. Depois deste tempo todo de mentiras atrás de mentiras, ora que já cá temos um nome...e não vai ficar por aqui. Mais coisas vão vir ao de cima.
  • #ManoelManoel 26 Dezembro, 15:57
    A vida do piloto militar Voloshin está em perigo, é o que se pode concluir pela má vontade da Ucrânia na apuração do acidente ou incidente com o Boeing Malaio. A Ucrânia deveria ser a principal interessada nesta apuração, como não o é deixa patente o seu envolvimento com o ocidente: UE e EUA que passaram a ser os gestores políticos do incidente e não aceitam outro resultado que não seja o de culpar a Rússia pela queda do Boeing Malaio. A Rússia por sua vez deve expor ao mundo, inclusive na ONU, todos as variantes e provas acerca dessa tragédia, principalmente as mentiras contadas pelo ocidente. O piloto Voloshin que seguramente cumpria ordens se disser a verdade será duramente punido. A Russia pode e deve oferecer asilo político ao Piloto Voloshin , caso ele esteja disposto a dizer a verdade.
  • #daviddavid 26 Dezembro, 15:59
    A Ucrânia é marionete do Obama demônio .
  • #vladimirvladimir 26 Dezembro, 23:33
    A Rússia já está facilitando as coisas para os terroristas. Falta fazer ameaças: ou interroguem o piloto, no polígrafo, sob supervisão da ONU ou fecharemos o gás europeu ou vamos "trocar traques nucleares". Vencerá quem tem razão.
  • #elderdoriaelderdoria Ontem, 00:27
    QUE A ORGANIZAÇÃO TERRORISTA DA AMERICA DO NORTE E SEU VASSALOS VÃO CONTINUAR FORTALECENDO A MENTIRA E EVIDENTE,AFINAL PARECE QUE NEM OS PARENTES DAS VITIMAS QUEREM REALMENTE A VERDADE POIS FAZER-SE DE CECOS E MAIS FÁCIL ,.JÁ OS GOVERNOS DAS VITIMAS ENVOLVIDAS SÃO CUMPLICIE DOS NAZISTAS DE KIEV
  • #Francisco TavaresFrancisco Tavares Ontem, 01:28
    O capitão Voloshin deveria fugir para Russia, assumir seu erro e pedir asilo político. A medida que as investigações avançarem é certo que será eliminado em algum acidente forjado pela CIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário