sexta-feira, 21 de novembro de 2014

TERROR JUDAICO SIONISTA NA SAÚDE - 30% DA POPULAÇÃO MUNDIAL SÃO ATINGIDOS PELOS ALIMENTOS TRANSGÊNICOS DA MONSANTO JUDAICO SIONISTA








TERROR JUDAICO SIONISTA NA SAÚDE

30% DA POPULAÇÃO MUNDIAL SÃO ATINGIDOS PELOS ALIMENTOS TRANSGÊNICOS DA MONSANTO JUDAICO SIONISTA - NESTLÉ JUDAICO SIONISTA - UNILEVER JUDAICO SIONISTA - KIBON JUDAICO SIONISTA – AMBEV JUDAICO SIONISTA - YOKI( General Mills )JUDAICO SIONISTA - LACTA JUDAICO SIONISTA (Amandita - BelVita - Bis - Bon Gouter - Bubbaloo - Chiclets - Chocolicia - Chocooky - Clight - Clorets - Club Social - Confeti -Diamante Negro - Fresh - Freshen-up - Halls - Lacta - Laka - Lancy  - Milka - Philadelphia Cream Cheese - Plets - Oreo - Ouro Branco - Royal - Shot - Sonho de valsa - Tang - Toblerone - Trakinas - Trident - Ploc. )

 ÓLEOS TRANSGÊNICOS DE SOJA - CANOLA - MILHO,
LEITES LONGA VIDA, BEBIDAS LÁCTEAS "ADES".SUCOS ENGAFADOS EM EMBALAGEM PLÁSTICA OU EM CAIXAS TETRAPAK QUE ATINGEM A MAIORIA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA, SÓ O FLUOR ATINGE MAIS DE 100 MILHÕES, E O DIABETES TEM ÍNDICES MASCARADOS PELO GOVERNO, POIS A UNIVERSIDADE DO TEXAS APONTOU PARA 25 MILHÓES, MAS, O NÚMERO MAIS PROVÁVEL´É QUE ESTEJA ACIMA DOS 40 MILHÕES, E OS ITENS ACIMA CITADOS PROVOCAM: 

DIABETES -  CÂNCER - OBESIDADE - INFERTILIDADE DAS MULHERES - ESTERILIDADE NOS HOMENS - MAL DE ALZHEIMER - MAL DE PARKINSON - DIMINUIÇÃO DA INTELIGÊNCIA EM GERAL E EM ESPECIAL O "QI" BAIXÍSSIMO DAS CRIANÇAS - HOMOSSEXUALISMO - ENFISEMA PULMONAR - CIRROSE DO FÍGADO - NARCOLEPSIA - AVC - INFARTO - ASMA - SÍNDROME DO METABOLISMO - MÁ FORMAÇÃO DE ÓRGÃOS - DANOS IRREPARÁVEIS AOS RINS - DANOS IRREPARÁVEIS AO FÍGADO - DANOS IRREPARÁVEIS AO CORAÇÃO - TRANSFIGURAÇÃO DO "DNA" - DERRAMES - MORTE PREMATURA - DEMÊNCIA - TUMORES - E ETC... 

Agência AFP


O estudo diz que 30% da população mundial está acima do peso
Estudo alerta para os perigos do sobrepeso ou obesidade
Mais de 2,1 bilhões de pessoas em todo o mundo - ou quase 30% da população mundial - estão com sobrepeso ou obesas e este número deve aumentar para além de 2030, segundo um estudo divulgado nesta quinta-feira, 20, a causa da obesidade está relacionada aos alimentos TRANSGÊNICOS.

A obesidade é causa de cerca de 5% de todas as mortes no mundo e tem um impacto negativo na economia global semelhante ao tabagismo e aos conflitos armados, de acordo com o trabalho de consultores do Instituto Global McKinsey.

O estudo previu que pelo menos a metade da população adulta mundial estará com sobrepeso ou obesa até 2030 e pediu uma "resposta coordenada" de governos, varejistas e fabricantes de comida e bebidas, argumentando que uma ação direcionada poderia fazer 20% dos obesos voltarem ao peso normal em uma década.

"A obesidade é um grande problema econômico global, provocado por múltiplos fatores", destacou.

"Hoje, a obesidade concorre com os conflitos armados e o tabagismo em termos de ter o maior impacto econômico global provocado pelo homem", acrescentou.

O trabalho identificou 74 recomendações que, segundo os autores do estudo, ajudarão a reduzir a gordura abdominal em todo o mundo.

As recomendações incluem limitar o tamanho das porções em embalagens de comida rápida, educação dos pais e a introdução de refeições saudáveis em escolas e locais de trabalho e principalmente não consumir alimentos TRANSGÊNICOS.

De acordo com os autores, a obesidade agora custa à economia global US$ 2 trilhões em cuidados com a saúde e perda de produtividade ou 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial, US$ 100 bilhões a menos do que o tabagismo e os conflitos armados juntos.

A Grã-Bretanha foi o principal estudo de caso do trabalho, que indicou que 3% do PIB do país varrido por ano por causa da obesidade, a principal obstáculo à economia do país depois do tabagismo.

O custo combinado anual dos cuidados com a saúde vinculados à obesidade e à perda de rendimento alcança ú47 bilhões (US$ 73,8 bilhões).

Uma pessoa é considerada obesa quando tem índice de massa corporal (IMC), que se obtém dividindo o peso em quilos pela altura em metros ao quadrado, de 30 ou superior.

Alison Tedstone, nutricionista chefe da Public Health England, autoridade que cuida da saúde pública na Inglaterra, chamou a obesidade de problema complexo que exige "agir nos níveis individual e social, envolvendo indústria, governo nacional e local, bem como o setor voluntário".

"Atualmente, 25% do país é de obesos e 37% está acima do peso", acrescentou e no Brasil a população obesa já ultrapassa a metade da população, o Brasil é o maior produtor de produtos TRANSGÊNICOS, só superado pelos Estados Unidos.

"Se reduzirmos a obesidade aos níveis de 1993, quando 15% da população era obeso, evitaremos cinco milhões de casos de doenças e economizaremos, apenas no serviço nacional de saúde, ú1,2 bilhão até 2034", prosseguiu, nota-se aí uma coincidência terrivel, a partir de 1993 os produtos TRANSGÊNICOS da MONSANTO JUDAICO SIONISTA entraram com força no mercado.

McKinsey planeja realizar estudos de caso em China e México, países emergentes, mas acredita que suas recomendações seriam aplicáveis em todo o mundo.

O estudo concluiu que uma ação drástica é necessária, "já que a obesidade alcança agora uma proporção de crise".

VEJO AÍ, UMA VERDADEIRA GUERRA BIOLÓGICA DE EXTERMÍNIO, QUE OS JUDEUS PRATICAM CONTRA OS GENTIOS, OU SEJA,  HUMANIDADE, ATRAVÉS DE SUAS EMPRESAS ALIMENTÍCIAS QUE SÓ USAM, PROPOSITADA E MAQUIAVÉLICAMENTE  COMO MATÉRIA PRIMA, PRODUTOS TRANSGÊNICOS.

Um comentário:

  1. http://lesbrindherbes.org/2014/11/21/cest-comme-ca-que-ca-spasse-chez-big-pharma/

    ResponderExcluir