sexta-feira, 12 de setembro de 2014

RÚSSIA - SE A UCRÂNIA ESCOLHER O OUTRO LADO, NÓS SEGUIREMOS O NOSSO, NÃO TEMOS MAIS QUE AJUDAR EM NADA


Ontem, 19:19

Rússia pode impor medidas contra Ucrânia a partir de 1 de novembro

Rússia, Ucrânia, sanções

A partir de 1 de novembro, a Rússia introduzirá direitos de importação de bens provenientes da Ucrânia e reforçará a administração aduaneira e controle sanitário de produtos ucranianos, se a partir dessa data entrar em vigor o acordo de associação de Kiev com a UE, declarou a jornalistas o ministro de Desenvolvimento Econômico da Federação Russa, Alexei Ulyukaev.

"A agenda foi confirmada pelo presidente — estamos dispostos para encontrar um compromisso, nós gostaríamos de encontrar as respostas nesta situação difícil. Esta é a última chance... Se os nossos parceiros não nos ouvirem, considerarem nossos argumentos pouco convincentes, tomaremos medidas de proteção adequadas", disse Ulyukaev a jornalistas em Bruxelas, antes da segunda reunião ministerial trilateral entre a Rússia, UE e Ucrânia sobre a associação da Ucrânia com a União Europeia.

"Se em 17-18 de setembro for realizada a ratificação do acordo com todas as posições que causam nossa preocupação, e, desde 1 de novembro deste ano, o documento entrar em vigor, nós introduziremos medidas de proteção", disse Ulyukaev.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário