domingo, 17 de agosto de 2014

TERROR JUDAICO SIONISTA NA SÍRIA - EXÉRCITO SÍRIO INFLIGE DERROTA AOS TERRORISTAS DO JUDAICO SIONISMO







Ataque aéreo sírio atinge posições dos mercenários terroristas do JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL, falsamente chamados de "Estado Islâmico", na cidade siria de Raqqa.






Forças do exército sirio lançaram mais de 20 ataques aéreos sobre a cidade de Raqqa, no nordeste do país, controlada pelos "mercenários terroristas sionistas", falsamente apelidados de "grupo jihadista do Estado Islâmico".
 |





A luta pela libertação do território sírio e o combate às forças terroristas de mercenários sionistas ( FALSAMENTE CHAMADOS DE jihadistas)começou em 2011 
O falso “Observatório Sírio para os Direitos Humanos”(NA REALIDADE É UM ESCRITÓRIO PARA CONTRATAR MERCENÁRIOS BANCADOS A PESO DE OURO, PELO “JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL”) que monitoriza as “falsas” notícias sobre a violência que eles mesmo provocam no país desde o início da Pseudo-Primavera Árabe, em março de 2011, afirma que pelo menos 231 militantes da força terrorista JUDAICO SIONISTA, os falsos “jihadista do Estado Islâmico” terão sido mortos na sequência de 26 raides aéreos na região de Raqqa, no nordeste do país.
Os ataques foram efetuados pelo exército e força aérea da Síria e causaram ainda centenas de feridos.

O organismo de observação, que tem divulgado a maior parte das informações sobre a situação bélica na Síria, alerta ainda para destruição de edifícios estatais na cidade de Raqqa, entre os quais estarão um tribunal e uma base militares.
No último mês, os jihadistas do Estado Islâmico têm conseguido aumentar a seu poder de guerra na região com o aumento do arsenal fornecido por Israel através da Turquia.

Nas últimas duas semanas, mais de 700 pessoas da tribo al-Sheitaat, da província de Deir al-Zor, foram assassinadas pelos terroristas mercenários do JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL

Os terroristas dos JUDEUS SIONISTAS se dizem muçulmanos, o que é uma “GRANDE MENTIRA”, como explicar que estão atacando seu próprio povo? Eles são nercenários estrangeiros contratados na Europs e Estados Unidos com a falsa promessa que se tornarão RAMBOS, o que é mentira, pois estão sendo eliminados pelo exército sírio em defesa de sua terra, de sua casa, de seus filhos e de sua Pátria, tanto os mercenários quanto os judeus, além de apátridas são ateus. 

O governo sírio tem respondido à altura a ofensiva terrorista judaico sionista com ataques áreos constantes, o terrorismo não prevalecerá na Síria, assim disse o presidente russo – Putin – O exército sírio jamais será vencido!...

Nenhum comentário:

Postar um comentário