sexta-feira, 22 de agosto de 2014

ECONOMIA - McDonald’s COMEÇAM A SER FECHADOS NA RÚSSIA

Russos começaram a fechar McDonald’s

Por questões sanitárias, começaram a fechar restaurantes da cadeia McDonald’s na Rússia. Embora as autoridades russas não o admitam, o Wall Street Journal conta que alguns especialistas apontam para retaliações políticas por parte do país liderado por Putin.
MUNDO
Russos começaram a fechar McDonald’s
Reuters

A Rússia está a inspecionar os restaurantes da cadeia norte-americana no seu país. Como consequência, alguns estabelecimentos McDonald’s fecharam portas por questões sanitárias. As autoridades negam que haja motivações políticas. Mas esta situação acontece pouco depois de os Estados Unidos e a União Europeia terem agravado as sanções à Rússia.

O Wall Street Journal conta que em Moscovo, capital do país, já encerraram – pelo menos temporariamente – quatro restaurantes da cadeia de ‘fast food’, isto numa altura em que o conflito na Ucrânia tem aumentado as tensões entre Rússia e os Estados Unidos. O encerramento de um restaurante na praça Pushkin acaba por ter uma carga simbólica. Foi naquela praça que a cadeia norte-americana se estreou na Rússia.
Em 1990, a abertura do primeiro McDonald’s no país foi sintomática do fim da tensão na Guerra Fria. Era uma altura em que norte-americanos e russos voltavam a aproximar-se depois de décadas de ‘conflito silencioso’.
O mesmo jornal adianta que há 112 cidades russas com restaurantes da cadeia. A Rússia representa apenas cerca de 1,5% dos mais de 35 mil McDonald’s que há no mundo e vale menos de 5% da faturação global da hamburgueria. No país, a McDonald's emprega perto de 37 mil pessoas, que diariamente servem mais de um milhão de pessoas.
Embora não se tratem de números capazes de abalar o império McDonald’s, são pelo menos sinais de que as coisas já começaram a mudar desde que o conflito na Ucrânia teve início.

Nenhum comentário:

Postar um comentário