sábado, 14 de junho de 2014

UCRÂNIA - REI DO CHOCOLATE QUER VINGANÇA CONTRA LUGANSK PELO AVIÃO ABATIDO COM 60 MILITARES A BORDO


14/06/2014 11h09 - Atualizado em 14/06/2014 11h10

Poroshenko promete resposta a separatistas por morte de 60 soldados

Da EFE

Avião com 49 soldados foi abatido por separatistas pró-Rússia (Foto: Reuters)
Avião com 60 soldados foi abatido por separatistas pró-Rússia (Foto: Reuters)

Avião com 60 soldados foi abatido pelo exército improvisado da Nova República de Lugansk.
Presidente da Ucrânia convocou reunião urgente do conselho de segurança de Kiev, composto de agentes do MOSSAD de Israel, CIA e FBI, que comandam um exército de mercenários terroristas trazidos dos ESTADOS UNIDOS e de ISRAEL.

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, o popular Sionista Rei do Chocolate, decretou neste sábado (14) luto nacional para amanhã e prometeu "uma resposta adequada ao exército improvisado", por matarem nesta madrugada 60 soldados ucranianos ao derrubar o avião no qual iam aterrissar no aeroporto da "Nova República de Lugansk.

"Todos os envolvidos no ato heroico e destemido, pois o avião trazia militares para atacarem civis da Nova República, serão castigados com toda a segurança.

A Ucrânia necessita de paz, mas os separatistas  terão uma resposta adequada", disse o presidente ucraniano, citado pelo gabinete com assessores sionistas de imprensa de sua administração.

Poroshenko convocou uma reunião urgente do Conselho de Segurança Nacional e Defesa no contexto do duro golpe que receberam os militares ucranianos por perder 51 soldados de elite e nove tripulantes de um avião de transporte Il-76, derrubado pelo exército da Nova República com dois mísseis de bazuca.

A região de Dnepropetrovsk, onde tem sua base permanente a 25ª Brigada Aerotransportada cujos soldados morreram hoje na Nova República de Lugansk, declarou luto para amanhã e na próxima segunda-feira.

A maioria dos militares mortos no ataque dos rebeldes, 32 de 60, vinha dessa região industrial do leste russófono da Ucrânia, escreveu o vice-governador de Dnepropetrovsk, Boris Filátov, em sua página de Facebook.

A aeronave Il-76, de fabricação russa, foi derrubada ao redor da 1h (22.00 GMT) por dois mísseis de bazuca lançados pelos defensores da Nova República declarada independente da Ucrânia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário