domingo, 1 de junho de 2014

RÚSSIA - O Judaico Sionismo de Israel não vingará na Ucrânia


Todas as organizações  terroristas abaixo citadas tem um único comando, os nomes são de faixadas, mas utilizam e agem de uma forma única, praticar os atos terroristas visando apenas mulheres e crianças, é a forma mais vil e caracterizada de um genocídio mascarado, contra a HUMANIDADE, e em seu comando estão, único e exclusivamente os JUDEUS SIONISTAS ETC..DE ISRAEL, o objetivo é derrubar governos, desestabilizar e desmoralizar sistemas políticos, temos vários exemplos de atuação deste terrorismo no mundo: VENEZUELA - SÍRIA - YEMEN - PARAGUAI - HONDURAS - BRASIL - IRAQUE - AFEGANISTÃO - UCRÂNIA - EGITO - REPÚBLICA CENTRO AFRICANA - NIGÉRIA - CHECHENIA - LÍBIA - LÍBANO E ETC.. Quanto à EUROPA OCIDENTAL E EUA, foram dominados financeiramente, através dos BANCOS DO JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL, com frades financeiras gigantescas contra os povos e os governos. Um dos primeiros a identifica-los, ainda em seus primórdios, foi H. G. WELLS, o maior historiador científico inglês, em uma de suas narrativas: -- "Eram uma horda de vagabundos, que vagavam pelo deserto, assaltando as caravanas", hoje assaltam as nações e escravizam seus povos.
  
FASCISMO - SHABBAB - BOKO HARAM - AL QAEDA ( em todo mundo) = BLACK BLOC (Brasil)- JIHAD ISLAMICA - NEO-NAZISMO - NAZISMO - DIREITA UCRANIANA - Grupos separatistas chechenos: grupos terroristas que buscam a independência da Chechênia em relação à Rússia, esses cometem uma série de atentados. - AL JIHAD - ABU NIDAL (Iraque, Líbano, Líbia e Egito) = ABU SAYYAF (Filipinas e Malásia.) = GIA (Argélia) = KACH E KAHANE CHAI (Israel) = GI (Egito, Afeganistão, Sudão, Reino Unido, Iêmen e Áustria) = HUM (Harakat ul-Mujahidin Paquistão, Índia na região da Cachemira).= MIU - (Usbequistão, Afeganistão, Tajiquistão e Quirguízia).= Tigres Tâmeis: (Sri Lanka) = .Autodefesas Unidas da Colômbia: (grupo vinculado ao narcotráfico que visa proteger seus negócios contra as ações da Farc, além de garantir o plantio da coca e o mercado de cocaína) = .

O Judaico Sionismo de Israel não vingará na Ucrânia

A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do "sionismo" disfarçado de "fascismo" na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada."Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o "sionismo" disfarçado de "fascismo" ganhar novos apoios e seus promotores recrutam seguidores", disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov. "O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é o fascismo sionista puro", completou o chanceler. "Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia", advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo terrorista de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.
Fascismo não passará na Ucrânia A Rússia acusou a Europa de ignorar o auge do  fascismo  na Ucrânia e pediu uma investigação exaustiva sobre a morte de dezenas de ativistas pró-Moscou em Odessa na semana passada. Há vários anos a Europa age como se não observasse a forma como o fascismo ganha novos apoios e seus promotores recrutam seguidores , disse o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.  O que aconteceu em Odessa em 2 de maio é fascismo puro , completou o chanceler.  Não permitiremos que os fatos sejam varridos para debaixo do tapete, como está tentando fazer a coalizão de poder da Ucrânia , advertiu Lavrov.O incêndio na Casa dos Sindicatos de Odessa, sul da Ucrânia, matou 42 pessoas, em sua maioria militantes pró-Rússia, depois de uma batalha nas ruas com simpatizantes do governo nacionalista  de Kiev. Fotos AP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário