segunda-feira, 12 de maio de 2014

República de Lugansk EX UCRÂNIA - Vassili Nikitin: -- NÃO PARTICIPAREMOS DE ELEIÇÃO EM KIEV


Ontem, 15:47

República de Lugansk se recusa a realizar eleições presidenciais da Ucrânia. -- "Porque faze-lo? Nós não somos mais ucranianos."

As autoridades da autoproclamada República Popular de Lugansk se recusaram a realizar as eleições presidenciais da Ucrânia, em seu território, -- Aqui não é mais da Ucrânia!...

" As eleições não podem ser realizadas na Repúblca de Lugansk. Agora somos a República Popular de Lugansk. Portanto, as eleições não serão efetuadas", disse o chefe do centro de imprensa do Exército de Sudeste, Vassili Nikitin, cuja declaração foi citada pela Interfax. Segundo ele, as autoridades da República estão preparando uma carta à ONU, pedindo seu reconhecimento.
O secretário de imprensa também conclamou os cidadãos a não se preocuparem com salários e pensões, acrescentando que eles podem até mesmo ser aumentados. Esta segunda-feira à noite, em Lugansk, será realizado um concerto em comemoração à vitória do referendo.
No domingo, dia 11 de maio, nas regiões de Lugansk e Donetsk da Ucrânia foram realizados referendos sobre a autodeterminação. Na hoje República de Lugansk, 95,98% dos eleitores votaram a favor da separação da Ucrânia. Ao mesmo tempo, as autoridades de Kiev se recusaram a reconhecer o referendo como legítimo, mas a Rússia rebate, pois acima de 95% supera os parâmetros da ONU.

Nenhum comentário:

Postar um comentário