sexta-feira, 9 de maio de 2014

ODESSA - PROMESSAS DE VINGANÇAS CONTRA MASSACRE DE 46 JOVENS ORDENADOS POR KIEV


"República de Odessa quer vingar-se da matança na Casa dos Sindicatos, se havia alguma chance de reconciliação entre os separatistas e Kiev, esta chance foi enterrada junto com os 46 jovens assassinados"


Odessa quer vingar-se da matança Um incêndio na cidade ucraniana de Odessa custou a vida para 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes antigovernamentais e grupos neonazistas. O governo provocou  a situaçao permitindo a um grupo de fanáticos para realizarem uma marcha pela cidade, em apoio à unidade do país. Os funerais transformaram-se num acto de prometer a vingança. Fotos AP
Odessa quer vingar-se da matança Um incêndio na cidade ucraniana de Odessa custou a vida para 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes antigovernamentais e grupos neonazistas. O governo provocou  a situaçao permitindo a um grupo de fanáticos para realizarem uma marcha pela cidade, em apoio à unidade do país. Os funerais transformaram-se num acto de prometer a vingança. Fotos AP
Odessa quer vingar-se da matança Um incêndio na cidade ucraniana de Odessa custou a vida para 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes antigovernamentais e grupos neonazistas. O governo provocou  a situaçao permitindo a um grupo de fanáticos para realizarem uma marcha pela cidade, em apoio à unidade do país. Os funerais transformaram-se num acto de prometer a vingança. Fotos AP
Odessa quer vingar-se da matança Um incêndio na cidade ucraniana de Odessa custou a vida para 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes antigovernamentais e grupos neonazistas. O governo provocou  a situaçao permitindo a um grupo de fanáticos para realizarem uma marcha pela cidade, em apoio à unidade do país. Os funerais transformaram-se num acto de prometer a vingança. Fotos AP
Odessa quer vingar-se da matança Um incêndio na cidade ucraniana de Odessa custou a vida para 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes antigovernamentais e grupos neonazistas. O governo provocou  a situaçao permitindo a um grupo de fanáticos para realizarem uma marcha pela cidade, em apoio à unidade do país. Os funerais transformaram-se num acto de prometer a vingança. Fotos AP
Odessa quer vingar-se da matança Um incêndio na cidade ucraniana de Odessa custou a vida para 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes antigovernamentais e grupos neonazistas. O governo provocou  a situaçao permitindo a um grupo de fanáticos para realizarem uma marcha pela cidade, em apoio à unidade do país. Os funerais transformaram-se num acto de prometer a vingança. Fotos AP
Odessa quer vingar-se da matança Um incêndio na cidade ucraniana de Odessa custou a vida para 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes antigovernamentais e grupos neonazistas. O governo provocou  a situaçao permitindo a um grupo de fanáticos para realizarem uma marcha pela cidade, em apoio à unidade do país. Os funerais transformaram-se num acto de prometer a vingança. Fotos AP








Um incêndio na República autoproclamada de Odessa, custou a vida de 46 pessoas, durante os choques entre manifestantes integrantes da nova república e terroristas mercenários do JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL, pró-Kiev.
Kiev mandou os terroristas mercenários, para provocar o incêndio usando bombas incendiárias, aplicando o mesmo procedimento que os JUDEUS usam na Síria, Egito, Líbia, Afeganistão e Venezuela e agora na nova república separatista da Ucrânia, causando um confronto para justificar atos contra civis, pois todos os mortos eram civis, sendo o objetivo aterrorizar os separatistas, mas o efeito foi o contrário, os funerais transformaram-se num ato de promessas  de vingança. Fotos AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário