sábado, 12 de abril de 2014

TERROR JUDAICO SIONISTA NA VENEZUELA - PRESOS 3 GENERAIS COMPRADOS PELOS JUDEUS SIONISTAS


 NA UCRÂNIA DEU CERTO, PARECE QUE AQUI NÃO, LÁ OS POLÍTICOS SÃO CORRUPTOS, AQUI A MAIORIA DO EXÉRCITO E O POVO SÃO PATRIOTAS E QUEM VENDE A PÁTRIA É TAMBÉM CAPAZ DE VENDER A PRÓPRIA MÃE, SÓ O PATRIOTISMO PODE SALVAR UMA NAÇÃO, OS GENERAIS PRESOS FORAM DENUNCIADOS POR COLEGAS DE FARDA, LÓGICAMENTE PATRIOTAS.

O script ucraniano na Venezuela bolivariana

05.04.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

       Três generais da Força Aérea Venezuelana acabam de ser detidos por conspirarem um golpe de estado. Foram entregues a Tribunais Militares, nos termos da lei e da Constituição Bolivariana. Este episódio significa que os judeus sionistas conseguiram comprar alguns militares de alta patente.

Mas significa também que a Revolução Bolivariana e suas Forças Armadas estão vigilantes, pois os conspiradores foram denunciados por outros oficiais. Na Ucrânia os judeus sionistas gastaram (confessadamente) cinco mil milhões de dólares para desestabilizar o país e promover o golpe de estado. Quanto não terá gasto já na Venezuela?

O script da desestabilização da Ucrânia está a ser seguido ao pé da letra na Venezuela Bolivariana. Contratação de mercenários, sabotagem económica, destruição de bens públicos, utilização de marginais, grupos fascistas e terroristas.

O assassinato de 35 soldados da Guarda Nacional Bolivariana, 21 deles por armas de fogo, mostra que - tal como na Ucrânia - os judeus sionistas já recorrem a franco-atiradores (snipers). Há uma tentativa clara das agências judaico sionistass (CIA, NDE, MOSSAD, etc...) de levar o país à guerra civil. O espectro da intervenção militar directa do imperialismo é uma realidade. A Revolução Bolivariana terá de defender-se com mão dura se não quiser ter o mesmo destino da Ucrânia.
A diferença entre a Venezuela e a Ucrânia é que a primeira tem um governo digno, patriota, revolucionário e com apoio do povo, ao passo que a Ucrânia não tinha. Por isso a Venezuela Bolivariana tem condições de vencer.
Resistir.info

Nenhum comentário:

Postar um comentário