sábado, 5 de abril de 2014

New York Times: "Obama gasta 5 milhões ao ano com a oposição de mercenários venezuelana "


O JUDAICO SIONISMO DE ISRAEL ATACA A VENEZUELA (OBJETIVO FINAL, É ALÉM DE DOMINAR TODA A AMÉRICA LATINA, ROUBAR O PETRÓLEO, ASSIM FAZEM NA LÍBIA E IRAQUE), 

ASSIM COMO ATACAM A UCRÂNIA (OBJETIVO FINAL É DOMINAR A RÚSSIA), 

SÍRIA (OBJETIVO FINAL É FAZER UMA PLATAFORMA MILITAR PARA ATACAR O IRÃ), 

IRAQUE (OBJETIVO FINAL FOI ATINGIDO - ROUBAR PETRÓLEO), 

EGITO (OBJETIVO FINAL FOI ATINGIDO - NEUTRALIZAR O MAIOR PAIS ÁRABE - POIS OS EGÍPCIOS DERROTARAM ISRAEL EM 1973), 

LÍBIA (OBJETIVO FINAL FOI ATINGIDO-ROUBAR PETRÓLEO), 

REP. CENTRO AFRICANA (OBJETIVO FINAL É PROTEGER AS MINAS DE DIAMANTES DOS JUDEUS), 

HODURAS (OBJETIVO FINAL É TRANSFORMAR O PAIS NUMA BASE MILITAR, A EXEMPLO DE OKINAWA NO JAPÃO, PARA CONSOLIDAR A DOMINAÇÃO DA AMÉRICA LATINA ), 

PARAGUAI (OBJETIVO FINAL É ELIMINAR A RESISTÊNCIA PATRIÓTICA, ASSIM COMO FAZEM NO BRASIL, ARGENTINA, URUGUAI), 

COLÔMBIA (OBJETIVO ATINGIDO: MONOPOLIZARAM O NARCOTRÁFICO INTERNACIONAL DA "COCAÍNA" NO MUNDO INTEIRO, É ATACAR COM MERCENÁRIOS TERRORISTAS A VIZINHA VENEZUELA ), 

AFEGANISTÃO (OBJETIVO FINAL FOI ATINGIDO - MONOPOLIZARAM O NARCOTRÁFICO DA HEROÍNA NO MUNDO INTEIRO, APÓS A INVASÃO DO PAIS, AUMENTARAM A PRODUÇÃO DA DROGA EM 80 VEZES, ATINGINDO 150 BILHÕES DE DE DOSES ANUAIS, ONDE APURAM A CIFRA EXTRATOSFÉRICA DE 15 TRILHÕES DE DÓLARES ANUAIS, E TRANSFORMARAM O MAIOR EXÉRCITO DO MUNDO, QUE É O AMERICANO, EM "MULA", PARA A DROGA CHEGAR AO MERCADO COM SEGURANÇA, É SÓ CHEGAR EM QUALQUER LOJA DO "MAC DONALDS" E PEDIR UM "MAC LANCHE FELIZ" COM BRINQUEDO, QUE DENTRO VIRÁ UMA DOSE DE HERÓINA, AO CUSTO DE 82 DÓLARES(CONSTATAÇÃO POLICIAL) NOS EUA, NA EUROPA PODE ATINGIR 50 DÓLARES EM PORTUGAL E NA SUIÇA 250 DÓLARES, É SÓ CONFERIR EM  Voltaire: AFEGANISTÃO - O MAIOR PIB DO UNIVERSO - 15 TRILHÕES U$D... ), 

BRASIL (OBJETIVO É ALÉM DE  MONOPOLIZAR O COMÉRCIO DA "ÁGUA", A NESTLÉ E A COCA COLA, DESMINERALIZAM AS ÁGUAS MINERAIS E ADICIONAM SUAS QUÍMICAS, QUE PROVOCAM CÂNCER, DIABETES E OBESIDADE, E UTILIZAÇÃO DOS GRÃOS(MILHO, SOJA, ARROZ E ETC...) TRANSGÊNICOS QUE PROVOCAM CÂNCER E OBESIDADE. AQUI ELES TEM A AJUDA DA DILMA(CAVALO DE TROIA SIONISTA) CONFIRA EM  Voltaire: DILMA É "PT" PARA INGLES VER E SIONISTA SE LOCUPLETAR  QUE AUTORIZOU A EMPRESA SIONISTA "MONSANTO TRANSGÊNICOS" A ENVENENAR OS BRASILEIROS É SÓ CONFERIR EM: Voltaire: TRANSGÊNICOS - FRANÇA PROÍBE A UTILIZAÇÃO NA AGRIC...  - E - Voltaire: TRANSGÊNICOS - BATATA SUSPEITA, BIELORÚSSIA SUSPENDE COMPRAS DA "UE"... ..   - E - Voltaire: TRANSGÊNICOS - PROVOCAM CÂNCER E OBESIDADE - RÚSSIA PROIBE...  .   - E - Voltaire: TRANSGÊNICOS - GOVERNO DILMA AJUDA OS JUDEUS SIONISTAS A ENVENENAR OS BRASILEIROS...  - E - Voltaire: TRANSGÊNICOS - PREJUDICAM COMÉRCIO INTERNACIONAL -...  , E A AJUDA DO CANDIDATO PRESIDENCIAL, AÉCIO NEVESENTÃO GOVERNADOR DE MINAS GERAIS QUE AUTORIZOU POR "DECRETO" A NESTLÉ A DESMINERALIZAR AS "ÁGUAS DE SÃO LOURENÇO", DECRETO INCOSTITUCIONAL, POIS A CONSTITUIÇÃO PRIBE TAL ATO, E QUE AO NATURAL TEM PROPRIEDADES ANTI-ANÊMICAS E MEDICINAIS, É SÓ CONFERIR EM  Voltaire: NESTLÉ – MAIORES CRIMES CONTRA A HUMANIDADE    ), E ETC...


Maduro no The New York Times: "Obama gasta 5 milhões em oposição venezuelana "

 
 Enviada: 02 de abril de 2014 | 07:51 GMT
© REUTERS Jorge Silva

" Grande parte da cobertura da mídia estrangeira distorceu a realidade que existe no meu país e os fatos que cercam os eventos ", diz o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro , nas páginas do The New York Times.
" Em os EUA descreveu-os como manifestantes pacíficos , enquanto se diz que o Governo da Venezuela está rachando . De acordo com esta narrativa, o governo dos EUA está a apoiar o povo venezuelano , mas na realidade está se alinhando com a 1% do total da população que quer arrastar a nossa nação ao tempo em que os outros 99% não tinha lugar na vida política e apenas algumas empresas beneficiaram - incluindo - a partir do petróleo venezuelano aos EUA ", disse Maduro em seu artigo" Venezuela : uma chamada para a paz ", publicado em " The New York Times "este 1 de Abril a apresentar a sua versão dos acontecimentos .

" Os manifestantes têm um objetivo claro: a remoção inconstitucional do governo democraticamente eleito ", disse o líder venezuelano . Sublinha que poucos agentes de segurança têm sido envolvidos na violência e salienta que os suspeitos foram presos. Enquanto isso, afirma que os manifestantes são " diretamente responsável" por " pelo menos a metade " dos 36 óbitos que reivindicaram os protestos. Acusado de atacar hospitais , queimar uma universidade no estado de Táchira , jogando coquetéis molotov e pedras em ônibus e agressão com pedras e tochas a instituições públicas, como o Ministério Público eo Supremo Tribunal Federal . "Essas ações violentas causaram danos no valor de milhões de dólares . " S Por protestos não têm recebido o apoio dos pobres e da classe trabalhadora ", diz ele .

Os manifestantes têm um objetivo claro: expulsar o governo democraticamente eleito. 

"Os fatos desmentem as alegações de que a Venezuela tem democracia pobre e que os protestos atuais são o sentimento dominante. Protestos contra o governo estão sendo conduzidos por membros dos segmentos mais ricos da sociedade que todos nós buscamos é reverter as conquistas de um processo democrático que beneficiou a grande maioria da população " , disse o presidente. Entre essas realizações de Chávez enfatiza a redução da desigualdade , reduzir a pobreza de 49% em 1998 para 25,4% em 2012, a criação de um sistema de saúde universal e educação gratuitos , fortalecendo Polícia Nacional e a renovação do sistema prisional .

O presidente admitiu que seu governo foi confrontado com desafios econômicos graves nos últimos 16 meses, a inflação e a escassez de produtos básicos. Segundo ele, " os líderes do protesto, uma agenda violenta e antidemocrática " explorar críticas legítimas sobre as condições econômicas ou altas taxas de criminalidade para criar o caos nas ruas .

Muitos dos que apoiaram a expulsão do governo democraticamente eleito em 2002 são as mesmas que estão liderando os protestos hoje
"Hoje, a administração Obama investe pelo menos cinco milhões de dólares por ano para apoiar o movimento de oposição na Venezuela. Um projeto de lei para fornecer um adicional de US $ 15 milhões para estas organizações anti-governo é agora no Congresso , que está considerando , também a possibilidade de impor sanções a Venezuela " , disse Maduro. Ele também observa as semelhanças com o golpe de 2002 que Washington apoiadas e reconhecidas depois que o novo governo , apesar de seu " comportamento antidemocrático " , o que foi demonstrado com a dissolução da Corte Suprema e do Legislativo e descartando a Constituição. " Muitos dos que apoiaram a expulsão do governo democraticamente eleito em 2002 são as mesmas que estão liderando os protestos de hoje ", diz o presidente venezuelano .

"Eu espero que o povo americano , sabendo a verdade, decide que a Venezuela e seu povo não merecem tal punição e exortar os seus representantes não introduzir sanções [ ...] . 

A Venezuela precisa de paz e de diálogo para avançar. Quem damos as boas vindas aos que sinceramente querem nos ajudar a alcançar esse objetivo ", concluiu o presidente . 

Nenhum comentário:

Postar um comentário