sábado, 19 de abril de 2014

ECONOMIA NACIONAL - COMPARADA AO BEBUM QUE NEGA ESTAR BÊBADO


27 Março, 09:46

A quem interessa o rebaixamento da economia brasileira?

brasil, economia, rebaixamento, standard & poor's, agência, bbb, investimento

Parece uma insanidade, mas empresas, bancos e investidores que habitam a parte rica do mundo levam a sério as decisões tomadas pelas agências internacionais de risco, esses centros de análise que vira e mexe promovem ou rebaixam a economia de um determinado país, segundo critérios definidos por alguns poucos técnicos.

E foi só por tudo isso que, nesta semana, o governo brasileiro acusou o golpe assim que a Standard & Poor's anunciou a queda de uma posição do país em seu nível de investimento, saindo do "BBB" para o "BBB-".
Bom, a Standard & Poor's é a mesma que furou feio ao não captar (ou fazer de conta que não captou) o início da grave crise econômica norte-americana há seis anos, um problema motivado pela prática de conceder crédito imobiliária à quem não tinha como pagar e que levou o país a um endividamento interno a tal ponto que teve quem afirmasse que a única solução para sair do lodo seria apagar e fazer tudo de novo.
Pois é, tanto a agência de risco quanto esses comentaristas do caos erraram feio em suas previsões. Os Estados Unidos estão saindo da tempestade e o Brasil retomando sua sina histórica, descendo um degrau em sua escala de atração de investimentos (lê-se, a capacidade de atrair dinheiro para empresas e projetos de infraestrutura).
E, como dito, assim que rebaixado, reação do governo brasileiro foi mais uma vez digna de quem, há quatro anos, merece mesmo levar bordoada dos donos do dinheiro.
Dilma Rousseff tentou logo desqualificar o rebaixamento da Standard & Poor's : "[A decisão da agência] é inconsistente com a condição da economia", foi o teor da nota do Ministério da Fazenda. Daí a dizer que os gringos que analisam o Brasil não são capazes disso foi um pulo (o ministro Gilberto Carvalho falou que "esses caras não andam pelo Brasil").
Mais uma vez: sem discutir a validade e até a competência dessas agências de análise de risco, a questão é que o governo brasileiro tem um padrão de reação em momentos críticos que, cá entre nós, é tão previsível quanto destrutivo.
Sempre que vejo os técnicos e soldados de Dilma em pleno alto de desqualificação de uma crítica, surge em minha mente a imagem do alcoólatra que, apesar de rendido pela bebida e jogado à sarjeta, ainda é capaz de buscar forças para afirmar que tanto não está bêbado, quanto se tem tomado um pouco demais nos últimos tempos, ainda assim ele é capaz de parar a qualquer momento.
Pois o governo brasileiro, que tem méritos em muitos campos, padece desse mal na condução de sua política econômica. Está ficando constrangedor para os soldados mais fieis de Dilma e Mantega, o ministro da Fazenda, contra argumentarem as críticas de que as contas públicas estão em processo de deterioração (gasta-se muito dinheiro com decisões equivocadas e milhares de cargos de confiança). Assim como não dá para explicar de maneira razoável como, afinal de contas, Dilma vai cumprir a sua promessa de superávit primário (o dinheiro que sobra entre a arrecadação e o pagamento da dívida pública) em 1,9% do PIB.
É por essas e outras que a tal da agência internacional de risco vem ao Brasil e diz que as coisas estão indo mal, e que o Brasil precisa se preocupar um pouco mais com isso, sob pena de ir sendo rebaixado até se tornar uma figura non grata entre os capitalistas da parcela desenvolvida do globo.
No momento, o Brasil ainda se enquadra na Standard & Poor's como uma economia recomendável para investimentos. Mas, com o rebaixamento de agora, se um investidor bater na porta da agência cheio de dinheiro no bolso e pedindo uma recomendação que leve em conta a segurança da operação, países como Rússia, República Tcheca, México, Malásia e até o Peru levam vantagem.
E, olha, se você, leitor, ficou incomodado com isso, então aceite meu convite de pegar uma cadeira confortável, escolher alguns livros divertidos e tentar colocar sua cabeça em outro assunto pelo tempo em que aceitar. Daqui até as eleições (o final do ano, portanto), nada, absolutamente nada de novo vai acontecer. Pode ir para a rua, colocar sua máscara do V de Vingança, queimar pneu velho (por favor, deixe quietinhos os carros de reportagem e as vidraças de bancos e de prédios públicos). Você pode derrubar meio mundo que o governo não vai colocar a mão na política econômica. Vai empurrar com a barriga todos os problemas na tentativa de uma reeleição. Daí, depois disso, bom, depois disso, nem mesmo a sábia Standard & Poor's é capaz de prever o que pode acontecer.

A opinião do autor pode não coincidir com a opinião da redação

  • # Renan BorgesRenan Borges 27 Março, 15:44
    Só o final que achei meio idiota, comparar os leitores da voz da rua com esse povo ignorante nas ruas.... Renato Jakitas, você realmente acha que esse final foi digno de uma matéria tão boa? "Você pode fazer isso ou aquilo". Parece que você já escreveu pedindo para ser crucificado. Pow, materia boa mas mandou mal achando isso dos leitores....
  • # Jorge BanuthJorge Banuth 27 Março, 16:03
    Essa empresa "fantasma" só serve para defender o interesse de megainvestidores. Eles são pagos para baixar ou elevar os níveis de um País a fim de lucrarem com ações que baixam e depois se elevam. Quando as ações baixam, eles as compram para depois revenderem por preços mais altos assim sucessivamente. Eu tenho dito que, após ser descoberto o sistema de "escutagate" dos do norte e a Dilma se recusando a ir para lá, vem ocorrendo várias informações contra ela que até desconfio de onde vem e os brasileiros, tontos, se deixam influenciar pois não entendem de espionagem, contra informação e ação estrangeira aqui dentro assim como ocorre hoje na Ucrânia. E por falar em Ucrânia, a quem eles vão oferecer suas mãos a serem algemados ? ao FMI !!!!! kkkkk
  • # eros josé alonsoeros josé alonso 27 Março, 18:55
    Não entendo, todas tiveram lucros.,Todos tem emprego, todos ganham hoje mais que ontem, não entendo, a Petrobrás não tem menos buracos perfurados e nem menos petróleo, tem mais. Plataforma? Afundou uma, mas temos muitas outras agora. Só há uma explicação, o golpe branco. Usam-se todos os meios para desestabilizar um governo. Dão notas ruins como professores. Piada até. Depois de aberta as urnas verão onde o povo enfia essas notas. Orquestradíssimo. Bancos amigos desses mesmos escritórios que dão notas compram ações baratas depois. Déficit? Mas o aumento do PIB, as reservas, quem está melhor que nós. Os EUA? Com 15 trilhões de dívidas, inimigos mortais pelos quatro cantos, sem Democracia e o povo nunca sequer teve o gostinho de votar em Presidente? O mundo está mudando e esses escritórios com essas notas ridículas e altamente manipuláveis não percebem. Que notas vão dar para as Malvinas? Para a Rússia agora? Ou a Crimeia? O problema deles é mais ou menos o mesmo dos EUA e Europa. Vão fazer sanções contra a Rússia e irão descobrir o quanto são pequenos hoje no Mercado. Mais da metade do mundo vai acabar ignorando. Apenas o BRICS impede qualquer bloqueio à Rússia. Ou pensam que o Brasil vai participar de algum bloqueio ou sanções contra a Rússia? Só se derrubarem o governo e colocarem lá um lacaio tucano ou afim disfarçado. Mas sabem que o país se inviabiliza. Aliás, onde eles colocam a mão o país seca depois. Antes colocavam a mão e o país parava por 20 ou 30 anos. Atrasavam o desenvolvimento das Nações em benefício próprio. Fizeram isso no Brasil em 64. Ficamos parados no tempo por décadas. Vejam o Afeganistão, o Iraque, a Síria, a Líbia, o Iêmen. Não deixaram pedra sobre pedra. Esses povos destruídos até hoje sequer conseguem formar novos governos. Viraram todos terra de ninguém, onde os Drones podem atuar a vontade, não há governo, não há mais sociedade civil organizada nesses países. Sabem que se tocarem no Brasil hoje, isso pode ocorrer, então tentam um golpe branco, daqueles que vem com certa anestesia, que o povo não sente, não percebe, assimila. Tudo de forma científica, articulada, estudada, em conjunto. O ataque a Petrobrás, assim como o Mensalão e tantas outras frentes, como a dos clubes de serviços dos EUA atuando no Brasil, as notas de escritórios notoriamente ligados aos investidores e nada isentos, os protestos orquestrados, a escuta clandestina dos EUA no Brasil e as mais de 70 antenas de escuta móveis que os EUA operam dentro do Brasil, a atuação da grande Mídia, jornais, rádios, revistas e TVs atreladas à CNN, e aos interesses dos EUA e seus aliados aqui. Até na Justiça se percebe claramente dois pesos, um bem mais leve e ameno para os amigos do Mercado e dos EUA, os políticos da Direita. Outro peso para políticos de Esquerda, semelhante ao peso usado com pobres, com a massa. Também a Justiça tem braços golpistas, assim como Procuradorias, MP, Forças Armadas, PM e empresariado. Claramente tentam impedir o PT de governar e querem ganhar no tapetão, atrasar ou impedir o BRICS, fundamental para os EUA e prioridade em suas atuações. Contam com setores da classe média. Queira ou não estão todos a serviço dos EUA, que treinou sua Embaixadora em Honduras e depois no Paraguai, antes de enviá-la ao Brasil. Não pensam em urnas, pensam em golpe. Ingênuos, não sabem o que os generais sabem. Se com governo eleito já estão tendo que ocupar morros com Forças Armadas, imaginem se tivermos um governo nomeado por algum general ou junta civil. Podem imaginar que a guerrilha e o terrorismo político tomarão conta e que deverão, seguindo outros países até se unir com o crime organizado? É, realmente tem gente que quer sair da legalidade democrática porque perdeu na urna e depois perdeu a cabeça, o rastro, as estribeiras, o rumo. Como criança não quer mais brincar de Democracia. Não têm idéia do que fala e das conseqüências de uma intervenção que derrube um governo eleito no Brasil. Se hoje a PM mata um e o povo queima ônibus em seguida, imagine com golpe. Tem louco para tudo nesse mundo. A verdade é que o Brasil vive um paraíso comparado ao mundo ocidental. Alto índice de emprego, o maior do Ocidente. Tirar o Brasil desse ritmo normal de vida? A quem interessa? Só a quem quer o Poder no Brasil e a quem quer barrar o BRICS e nosso crescimento econômico.A Direita do Brasil deixa-se usar como prostituta pelos EUA, traindo os interesses da pátria e de seu povo.Não é uma Direita do Brasil, para o Brasil, lutando pelo Brasil. É uma Direita aliada a interesses escusos lá fora, que manipula a informação, a Opinião Pública, que ataca o Erário Público como raposa em galinheiro, que mantém milhares de contas bancárias em paraísos fiscais e Suíça. Não é uma Direita genuína, é uma Direita de saqueadores do dinheiro público claramente, como também ficou claro com o tempo que o néo-liberalismo foi uma forma encontrada de tomarem do Estado e explorarem os serviços essenciais, transporte público, estradas e pedágios, privatizações, sem falar do sucateamento das industrias nacionais. São apenas aves de rapina travestidas de Direita. Por isso não são páreo para Dilma, falta-lhes caráter, linha, postura, propostas. Não dizem para que vieram e então criam os chamados factóides, escândalos pré-montados na Mídia orquestrada como coral de “madames” de Paris do século passado. E a madame Mídia faz sua parte e fica produzindo o bacanal de imoralidade política que se transformou nossa Justiça, nossas campanhas eleitorais prostituídas por empresas que doam o suficiente para eleger não seus representantes mas seus interesses. Em coro. Mas pelas urnas tudo tempo perdido. Mas um dia teremos a nossa Oposição de verdade. Se os caciques carcomidos se afastarem poderemos ter em 2018 gente nova. Cadáveres políticos que perdem a dignidade em troca da riqueza não derrubam mais governos nem com Maquiavel dormindo ao lado.
  • # José Cláudio SoaresJosé Cláudio Soares 27 Março, 20:41
    Previsões cada vez mais furadas dessas agência! Brasil apesar dos pesares é grande e próspero. Só o fato de falarmos uma única língua e ter o inglês como segunda língua já é uma grande riqueza e vantagem.
  • # Sandra GontijoSandra Gontijo 28 Março, 08:45
    O título deveria ser : quem está interessado em detonar o Brasil? Ora, acreditar nesses velhos jogos que esparramam lama aos quatro ventos, é ingenuidade ou má fé. Essas empresas operam com dados "políticos" que têm a primazia de determinar os econômicos. Resumindo, se os governos não são amigos de Washington, são considerados comunistas (limite exacerbado da paranóia) e ,portanto ,devem ser aniquilados, moralmente e econômica. Nota-se a intenção de atacar a presidenta e todo o governo. São apenas dois tentáculos do grande polvo. Politicamente , o nosso governo se mostrou independente e soberano. Não está subserviente aos outros , conforme sempre se posicionou. Acontece que os manipuladores não aceitam o nosso progresso e criam hábeis jogadas para embargarem e sabotarem a nossa economia, a nossa política .....somente assim poderão reinar no norte! Imaginem , se em um futuro não muito distante , o Brasil superar os EUA? Bom, acho que eles cometer-se ão suicídio em massa. Reside aqui o medo - daquele que se auto vangloria de ser esmagado , superado pelo povinho pobre da América do Sul?! - Pois é, é muito preocupante mesmo....eis a razão dessa pesquisa! Eis as razões de tanto tentarem denegrir o nosso governo e povo. E o pior....com a cumplicidade de certos brasileiros que se venderam como prostitutas de esquinas , aos estrangeiros! A economia de um país depende das importações, exportações, moeda , PIB .....e é toda controlada pelo FMI e Banco Mundial....entendeu? Os números são abstratos , assim como a economia americana , ela nada em um barquinho de papel , exposta a furacões do norte e da europa.....você joga xadrez?
  • # Sandra GontijoSandra Gontijo 28 Março, 08:57
    Um grande filósofo , nos alertou: " Tenha cautela com os números, pois quando eles são usados para mostrar incisivamente os atrasos de um país, interesses variados se escondem.....!" Segundo a sua tese tudo o que for espelhado em matemática , é manipulado!
  • # Adimilson NunesAdimilson Nunes 31 Março, 01:21
    Artigo esclarecedor que mostra o óbvio nesses tempos de tensão criada por Washington para salvar o mandato de Obama. O objetivo dos Estados Unidos e da União Europeia é desestabilizar os BRICS. Muito simples a situação. Os BRICS são a pá de cal na derrocada estadunidense que lançará este país a ruína.
  • # Adimilson NunesAdimilson Nunes 31 Março, 01:28
    Basta vermos o que antecede a reunião do chamado G-20, que se realizará em Brisbane, Austrália, no mês de novembro de 2014. A ministra de Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop, lançou um balão de ensaio, especulando que a Rússia e o presidente Vladimir Putin poderiam ser barrados da reunião. A reação dos outros quatro nações-membros BRICS foi imediata: A custódia sobre o G-20 pertence a todos os estados-membros igualmente, e nenhum estado-membro pode determinar, unilateralmente, sua natureza e caráter. A Austrália, sempre subserviente aos EUA, teve de calar o bico. Os BRICS, não por acaso, são a aliança chave do mundo em desenvolvimento dentro do G-20, que atualmente está discutindo o que interessa nas relações internacionais. O G-7 – que “expulsou” a Rússia de sua próxima reunião em Sochi, transferida para Bruxelas – não passa de balcão de conversas de autopromoção. E a posição dos BRICS em questões chaves como Síria, Irã, Venezuela, El Salvador (aqui, as últimas eleições, onde a oposição pró-EUA tentou de todos os métodos vis para impedir a vitória da FMLN) e Ucrânia tem deixado a turma idiota de Washington irritada, pronta para lançar seus boatos para que a mídia prostituta divulgue, a exaustão.
  • # Sandra NeriSandra Neri 31 Março, 23:24
    Não se pode omitir que há problemas de toda ordem no Brasil. Não se pode esquecer que no que diz respeito à política e economia a nível global tudo é um jogo de interesses escusos e os que estão acostumados ao comando do jogo não querem perder. O Brasil precisa mudar de forma drástica no que se refere a levarmos a sério, o compromisso em sermos implacáveis com a corrupção em todas as esferas dos que comandam este país. Merecemos respeito quando nos fazemos respeitar. Amo o meu país e farei o que puder, como cidadã, para torná-lo melhor.
  • # Sandra NeriSandra Neri 31 Março, 23:49
    Devemos ter cuidado com aqueles que de todo modo querem que o Brasil seja relegado a condição medíocre de lacaio subserviente daqueles que sempre foram os dominadores da situação. Vivemos um momento delicado em todo o mundo. Na política o mundo parece um cão lançando fora suas pulgas.
  • # Roberto PaschoalRoberto Paschoal 3 Abril, 01:19
    NAO ENTENDI NADA E MUITA CONFUSAO DOIDO.
  • # Francisco TavaresFrancisco Tavares 5 Abril, 05:06
    Parabéns Renato Jakitas! Seu texto é excelente, é preciso apear essa corja do PT e do PMDB do poder, essas tralhas estão destruindo o Brasil, país algum do planeta seria capaz de suportar tanto roubo, tanta safadeza.
  • # Wladimir VecchiatoWladimir Vecchiato 8 Abril, 22:04
    Francisco Tavares, acredito que você não entendeu o texto.Leia novamente com mais atenção. Ou peça para alguém mais competente explicar para você. Aí, depois que você tiver alguma noção, volte e comente.
  • # Lima de DeusLima de Deus 9 Abril, 01:17
    Não temos saúde, educação nem segurança pública que preste. Estamos afundando num mar de lama. A sociedade brasileira vai dar o troco nas próximas eleições.
  • # Hipólito HerreraHipólito Herrera 10 Abril, 00:31
    Francisco Tavares vc è uma anta das mais desqualificada vc quer por la no governo novamente que sempre deixou o pais na pior, lambendo botas do FMI, pedindo esmolas de joelho, o FHC levou até uma chamada do Bil Clinton, dizendo que o Brasil deveria fazer a lição de casa e não ficar pondo a culpa nos outros paises, ele tão decantado pela Midia e por varios economistas de plantão só sabia governar pedindo esmola pro FMI E AUMENTANDO A CARGA TRIBUTARIA DE 25 PORCENTO PARA 36 PORCENTO DO PIB É ISSO QUE VC QUER DE VOLTA VA ENFIAR A CARA NA LATA DE LIXO E REPENSAR SUA VIDA.
  • # Scherer AlexanderScherer Alexander 11 Abril, 20:50
    EDWARD SNOWDEN PRÁ ELES!!! POIS POR COINCIDÊNCIA, A PETROBRAS FOI A EMPRESA NO MUNDO INTEIRO MAIS ESPIONADA PELA NSA! FAZ DE CONTA QUE EU ACREDITO EM PAPAI-NOEL!

Nenhum comentário:

Postar um comentário