domingo, 27 de abril de 2014

CHAVEZ - HOMENAGEADO COM DESFILE MILITAR - COMPARADO A "CHE GUEVARA" E "BOLIVAR"


Desfile militar para homenagear Chávez

O presidente Nicolas Maduro comandou um desfile na capital antes de visitar um museu militar onde, em 1992, Chávez comandou uma tentativa de golpe que marcou o início da sua carreira política, e onde agora seu corpo está sepultado em um sarcófago de mármore."Chávez entrou para a história como o homem que reviveu Bolívar", disse Maduro, que costuma se referir ao antecessor como o segundo "libertador" 
da América do Sul, 
depois de Simón Bolívar, do século 19. Fotos AP. 
 








Desfile militar para homenagear  Chávez O presidente Nicolas Maduro comandou um desfile na capital antes de visitar um museu militar onde, em 1992, Chávez comandou uma tentativa de golpe que marcou o início da sua carreira política, e onde agora seu corpo está sepultado em um sarcófago de mármore. Chávez entrou para a história como o homem que reviveu Bolívar , disse Maduro, que costuma se referir ao antecessor como o segundo  libertador  da América do Sul, depois de Simón Bolívar, do século 19. Fotos AP.Desfile militar para homenagear  Chávez O presidente Nicolas Maduro comandou um desfile na capital antes de visitar um museu militar onde, em 1992, Chávez comandou uma tentativa de golpe que marcou o início da sua carreira política, e onde agora seu corpo está sepultado em um sarcófago de mármore. Chávez entrou para a história como o homem que reviveu Bolívar , disse Maduro, que costuma se referir ao antecessor como o segundo  libertador  da América do Sul, depois de Simón Bolívar, do século 19. Fotos AP.Desfile militar para homenagear  Chávez O presidente Nicolas Maduro comandou um desfile na capital antes de visitar um museu militar onde, em 1992, Chávez comandou uma tentativa de golpe que marcou o início da sua carreira política, e onde agora seu corpo está sepultado em um sarcófago de mármore. Chávez entrou para a história como o homem que reviveu Bolívar , disse Maduro, que costuma se referir ao antecessor como o segundo  libertador  da América do Sul, depois de Simón Bolívar, do século 19. Fotos AP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário