O diplomata caracterizou as tréguas "como momentos encorajadores em termos humanitários". Ele lembrou que os islamitas hastearam bandeiras oficiais da Síria sobre a cidade e se comprometeram a entregar as armas, e as autoridades, por sua vez, garantiram seu acesso à ajuda humanitária.
Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_12_27/MRE-da-Russia-sa-da-pratica-de-cessar-fogos-locais-na-Siria-2557/