domingo, 15 de dezembro de 2013

IRÃ - EUA NÃO TEM CREDIBILIDADE PARA SUSTENTAR ACORDO FEITO



“OBAMA É FARSANTE E IRRESPONSÁVEL”

Chávez, então presidente da VENEZUELA, em um Conselho de Ministros transmitido pela televisão estatal, qualificou o presidente dos EUA -- Obama é "FARSANTE E IRRESPONSÁVEL", quanto ao tratamento dado a seu país e ao Irã, e na sequência disparou -- "Obama, se meta com suas coisas. Dedique-se ao seu país, onde tem praticado um desastre. Agora anda buscando votos atacando a Venezuela e o Irã. Não seja tão irresponsável, menino".


"JUDEUS SIONISTAS" SÃO “LADRÕES E 
BANDIDOS”










Os prêmios Nobel de economia e humanistas, Paul Krugman e Joseph Stiglitz repetidamente escreveram -- que os players de Wall Street, deveriam estar da cadeia como “LADRÕES E BANDIDOS”. Os comandantes deste “JOGO DE CARTAS MARCADAS”  que é WALL STREET, são "JUDEUS SIONISTAS".


JOHN KERRY É MENTIROSO

Respondendo à pergunta de um deputado se a posição da Al-Qaeda na Síria após o ataque do Exército americano se reforçaria, Kerry assegurou que essa organização terrorista não está no país. "Bem, mente. E sabe que mente. Isso é triste", declarou Putin em uma reunião do Conselho de Direitos Humanos.
MENTIRAS, SUBORNOS E FALSIDADES,  É O QUE NÃO FALTA, ENTRE O JUDAICO SIONISMO E SEUS CAPACHOS (governantes americanos, franceses, ingleses, alemães, poloneses, sauditas, turcos, marroquinos e outros traidores como o déspota do QATAR... :

Publicada em 14 de Dezembro de 2013 ás 12:41:12

Novas sanções vão reforçar as suspeitas sobre as intenções dos EUA



O Representante permanente do Irã nas Nações Unidas (ONU) Jazai Mohamad disse nesta sexta-feira (13) que novos embargos antiraníanos só vêm reforçar as suspeitas da falta de seriedade sobre a disposição dos Estados Unidos.

Jazai alertou que as consequências da medida dos EUA poderia aumentar o pessimismo do povo iraniano e da comunidade internacional em negociações nucleares com as potências mundiais.

"Embora as autoridades norte-americanas tentem vincular novos embargos às adoptadas antes do acordo Irã-G5 +1, esta decisão ira deixar um impacto negativo sobre o processo das negociações”, disse o Jazai.
Jazi pediu que as autoridades americanas venham evitar qualquer medida que seja capaz de destruir a atmosfera positiva atual para negociações nucleares.

O Departamento do Tesouro dos EUA sancionou nesta quinta-feira (12) 19 indivíduos e empresas iranianas e estrangeiras por apoio ao programa de energia nuclear iraniano, apesar de acordo com um consenso alcançado entre Teerã e oG5+1, onde nenhuma penalidade adicional deve ser exercida contra o Irã um período de seis meses.

A posteriori ao anúncio de novas sanções por parte de Washington, a equipe de especialistas do Irã decidiu parar interromper as negociações nucleares com os seus homólogos do G5+1 para realizar consultas.
Especialistas do Irã e G5 +1 estavam em Viena, capital da Áustria, para discutir o mecanismo do acordo nuclear Teerã com as potencias ocidentais, alcançada em 24 de Novembro.

Da redação do Irã News, com Hispan TV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário