domingo, 15 de dezembro de 2013

IRÃ - EUA APLICAM NOVAS SANÇÕES - ATOS DE GUERRA


JOHN KERRY É MENTIROSO

Respondendo à pergunta de um deputado se a posição da Al-Qaeda na Síria após o ataque do Exército americano se reforçaria, Kerry assegurou que essa organização terrorista não está no país. "Bem, mente. E sabe que mente. Isso é triste", declarou Putin em uma reunião do Conselho de Direitos Humanos.

MENTIRAS, SUBORNOS E FALSIDADES,  É O QUE NÃO FALTA, ENTRE O JUDAICO SIONISMO E SEUS CAPACHOS(governantes americanos, franceses, ingleses, alemães, poloneses, sauditas, turcos, marroquinos e outros traidores como o déspota do QATAR... 
"Em sendo o SECRETÁRIO DE ESTADO DOS EUA um MENTIROSO, o presidente dos EUA também o é, ele não pode mentir ao chefe que é OBAMA. Obama em sendo CAPACHO dos JUDEUS SIONISTAS, que também são mentirosos... Emfim, o funcionário MENTE, o capacho MENTE, e os MANDANTES DO CAPACHO MENTEM - TODOS SÃO MENTIROSOS.


"JUDEUS SIONISTAS" SÃO “LADRÕES E BANDIDOS”











Os prêmios Nobel de economia e humanistas, Paul Krugman e Joseph Stiglitz repetidamente escreveram -- que os players de Wall Street, deveriam estar da cadeia como “LADRÕES E BANDIDOS”. Os comandantes deste “JOGO DE CARTAS MARCADAS”  que é WALL STREET, são "JUDEUS SIONISTAS".

“OBAMA É FARSANTE E IRRESPONSÁVEL”

Chávez, então presidente da VENEZUELA, em um Conselho de Ministros transmitido pela televisão estatal, qualificou o presidente dos EUA -- Obama é "FARSANTE E IRRESPONSÁVEL", quanto ao tratamento dado a seu país e ao Irã, e na sequência disparou -- "Obama, se meta com suas coisas. Dedique-se ao seu país, onde tem praticado um desastre. Agora anda buscando votos atacando a Venezuela e o Irã. Não seja tão irresponsável, menino".

Publicada em 14 de Dezembro de 2013 ás 12:43:50











Novos embargos dos EUA contra o Irã são 'atos de guerra'


Uma analista política do Centro de Ação Internacional criticou as recentes sanções dos EUA contra o Irã devido ao seu programa nuclear e qualifica a medida como um verdadeiro "ato de guerra".

"Todas as sanções são uma violação da soberania do Irã e realmente um ato de guerra, porque todas deveriam ser levantadas", disse a codiretora do Centro Internacional de Ação, Sara Flounders, em uma entrevista nesta sexta-feira (13), ao canal iraniano de Notícias em Inglês, PressTV.

Segundo a analista, os Estados Unidos não só dita as sanções contra o Irã, como pressiona com multas a qualquer país que venha fazer transações financeiras com Teerã. Os embargos, de acordo com Flounders, constituem uma ameaça para o mundo.

As sanções dos EUA contra o Irã foram impostas antes que do programa nuclear persa para fins pacifico fosse desenvolvido.

"As sanções vieram quando o Irã rompeu o poder dos EUA na região e deu inicio a seu próprio desenvolvimento independente que veio com a Revolução Iraniana, a origem das sanções contra o Irã têm sido rodadas de sanções, desde então, e todos eles devem ser levantadas", disse ele.

O Departamento de Tesouro dos EUA sancionou na quinta-feira para 19 pessoas e empresas iranianas e estrangeiras por dar apoio ao programa de energia nuclear do Irã, violando o acordo nuclear assinado em 24 de novembro, em Genebra, na Suíça, entre o Irã e o grupo G5+1 (EUA, França, Reino Unido, Rússia e China, mais a Alemanha).

No acordo de Genebra, Irã limitou certos aspectos de suas atividades nucleares pacíficas, os seis países comprometem-se a levantar algumas das sanções existentes contra a República Islâmica e impedir a aprovação de novos embargos contra o país em seis meses.

Autoridades iranianas criticaram as medidas de Washington para impor novas sanções e advertiu que o governo dos EUA deve assumir a responsabilidade e as consequências por tais decisões.

Da redação do Irã News, com Hispan TV


Nenhum comentário:

Postar um comentário