domingo, 15 de dezembro de 2013

IRÃ - Declarações anti-iranianas nos EUA visam ‘acalmar’ sionistas

ublicada em 14 de Dezembro de 2013 ás 09:30:15
Declarações anti-iranianas nos EUA visam ‘acalmar’ sionistas



As declarações anti-iranianas de algumas autoridades estadunidenses pretendem satisfazer o regime de Israel, afirmou o presidente da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento iraniano, Alaedin Boruyerdi.

Em resposta a uma pergunta sobre as reações paradoxais de autoridades ocidentais, sobretudo dos Estados Unidos, ao acordo nuclear entre o Irã e o Grupo 5+1, Boruyerdi indicou na quinta-feira (12) que estes comentários contraditórios buscam acalmar os extremistas e os israelenses.

Neste sentido, o primeiro vice-presidente do Parlamento iraniano, Mohamad Hasan Abu Torabi Fard, assegurou que se a parte ocidental respeitar e reconhecer o direito nuclear iraniano, será possível manter o otimismo quanto à continuação dos diálogos.

Além de insistir no direito inalienável da nação ao uso pacífico da energia nuclear, o legislador reiterou que Teerã não abre mão do direito de enriquecer urânio, assim como opinou que as sanções e as ameaças não terão nenhum efeito sério na vontade do povo no momento de obter essa energia.

O Irã e o Grupo 5+1 (EUA, Reino Unido, Rússia, China, França e Alemanha) chegaram em 24 de novembro último a um consenso baseado em uma proposta de Teerã, que inclui três fases.

O pacto reconhece o direito inalienável do Irã a enriquecer urânio, além de levantar uma parte das sanções. Por sua parte, Teerã aceitou voluntariamente adotar algumas medidas, a fim de dissipar as dúvidas sobre seu programa nuclear pacífico.

Hispan TV

Nenhum comentário:

Postar um comentário