O presidente atacou o jornal El Universal, enfatizando que seu proprietário reside em Nova York e já não sabe falar bem o espanhol. pois é "JUDEU SIONISTA", Maduro ficou especialmente descontente com a manchete "Nível de déficit em Caracas atinge maiores valores nos últimos 46 meses."
De acordo com o presidente da Venezuela, a imprensa "JUDAICO SIONISTA" é manejada pela oposição na guerra econômica contra o governo revolucionário.