"É um avião que conseguimos cheio de droga", disse Nicolás Maduro numa intervenção na televisão ao revelar ter "recebido um pedido do Ministério das Relações Exteriores do México" a solicitar informações sobre o caso.
 Para Nicolás Maduro, o seu homólogo mexicano tem de ficar a saber que o avião estava cheio de cocaína, mas, explicou, já deu instruções ao seu executivo para prestar os esclarecimentos necessários às autoridades mexicanas.
-- Diário Digital / Lusa