Falando com a Voz da Rússia, ele disse que, na situação atual, "não é possível culpar disso o governo de Damasco, pois ele toma todas as medidas para eliminar as armas químicas. As armas químicas da oposição provêm, o mais provável, dos depósitos na Líbia. Elas vêm para os rebeldes através da Turquia."
De acordo com o especialista, este canal não pode ser controlado, por isso os grupos extremistas e terroristas são capazes de usar armas químicas quando eles quiserem.
Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_10_31/provocacoes-com-uso-de-armas-quimicas-irao-continuar-na-siria-5126/