Vityaz e não só
A principal novidade da exposição da empresa será um promissor sistema antimíssil de médio alcance S-350E, também conhecido como Vityaz. Este sistema deverá substituir em serviço o S-300 de modificações obsoletas de fabricação soviética, assim como, em parte, os sistemas de mísseis antiaéreos Buk. Em junho deste ano, o sistema foi demonstrado ao presidente russo Vladimir Putin durante sua visita à fábrica Obukhov em São Petersburgo.
O sistema antimíssil S-350E é um sistema de defesa local, destinado a defender de ataques aéreos assentamentos humanos, empresas industriais, instalações militares importantes. Além disso, o dispositivo de lançamento vertical típico de sistemas da Almaz-Antei combinado com um potente radar multifunção de monitoramento circular permite ao sistema repelir como rapidez ataques provenientes de qualquer direção, o que o distingue de seus concorrentes com lançadores inclinados (incluindo os sistemas de defesa aérea norte-americanos Patriot). Assim, devido ao design atualizado do sistema e do uso de mísseis mais recentes da família 9M96 a reserva de munição aumentou dramaticamente – um lançador agora acomoda 12 mísseis em vez de quatro.
 O Vityaz permitirá entender a arquitetura geral de sistemas promissores. Sabe-se que soluções técnicas semelhantes estão sendo utilizadas no desenvolvimento do sistema antimíssil promissor de alcance super curto Morfei, que também deve ser equipado com um lançador vertical, e graças ao uso de pequenos mísseis 9M100 sua munição será superior a 30 mísseis por cada unidade de combate. A tarefa de Morfei será a de proteger os sistemas antimíssil "maiores" contra ataques, incluindo o uso de mísseis de cruzeiro e veículos aéreos não tripulados, e seu grande pacote de munição permitirá uma bataria desses sistemas de organizar uma defesa mesmo contra um ataque maciço.
No show MAKS serão demonstrados também modelos de produção: S-400, Antei-2500, diferentes versões do sistema antimíssil Tor, etc. A possibilidade de escolha entre uma grande coleção de sistemas permite que o cliente, seja o Ministério russo da Defesa, ou um parceiro estrangeiro, escolha um sistema de defesa requerido de configuração desejada dentro de suas capacidades financeiras, recebendo-o de "chave na mão" completamente montado.
Para a Rússia, isso significa, acima de tudo, a possibilidade de ajuste flexível da defesa aérea tendo em conta cada local particular. As gandes áreas e distâncias da Rússia permitem formar zonas de defesa aérea entreligadas, criando nos prováveis rumos de ataque a áreas críticas uma defesa de várias camadas. Em condições de desenvolvimento ativo de meios de ataque aéreo, as capacidades de meios de defesa aérea vão se tornar cada vez mais relevantes.