O referido documento, que se tornou uma resposta à Lei Magnitski aprovada pelos EUA, foi assim chamada em memória de um menino russo que morreu nos Estados Unidos por negligência do seu pai adotivo.
Antes, esse projeto fora aprovado pelos deputados da Duma. A Lei Dima Yakovlev prevê uma série de restrições financeiras e de vistos em relação a cidadãos dos EUA que violaram ou violem os direitos e liberdades dos cidadãos russos, bem como a proibição de adoção de crianças russas por famílias norte-americanas. A lei entrará em vigor em 1 de janeiro próximo.
Leia mais: http://portuguese.ruvr.ru/2012_12_26/conselho-da-federacao-da-russia-aprova-lei-de-dima-yakovlev/