O canal de televisão Al Arabiya informou que o nível de polônio radioativo
 em Arafat ultrapassava em 18 vezes o nível normal.
De acordo com a versão oficial, o ex-líder palestino morreu em 2004 na
 França devido a um derrame, mas, em julho do ano passado, especialistas suíços encontraram vestígios de polônio na roupa e pertences pessoais de Yasir Arafat.